Arquivo do blog

Tecnologia do Blogger.

sexta-feira, 14 de junho de 2019

Montes Claros e a Catedral Metropolitana


(Por Arnaldo Silva) Carinhosamente chamada de "Princesa do Norte", Montes Claros é um dos maiores e mais importantes municípios do interior mineiro. Sua população em 2019, segundo o IBGE, era de 409.341 habitantes. A indústria e comércio tem atividade marcante no município, sendo a cidade um pólo industrial na região Norte de Minas. (foto acima de Sérgio Mourão e abaixo de Eduardo Gomes)
          Montes Claros possui excelente estrutura viária com acesso fácil às principais rodovias do país, malha ferroviária cortando o município e o Aeroporto Mário Ribeiro, em ativa na cidade desde 1939 com pista de 45 metros de largura com 2.100 metros de extensão, com capacidade para 70 mil passageiros por ano.
Com ótima estrutura, a cidade oferece boas condições de lazer, cultura e prática de esportes como, praças, poliesportivos, o Parque Municipal Milton Prates (na foto acima de Eduardo Gomes), uma extensa área verde, contando ainda com um zoológico em suas dependências; o Parque Sapucaia, ideal para a prática de esportes, inclusive radicais e o Parque Guimarães Rosa. 
          Montes Claros é uma região importante para a arqueologia por contar em seu município com 164 sítios arqueológicos catalogados, com destaque para a Lapa Encantada, a Gruta do Engenho e  o Complexo Lapa Grande, de grande importância arqueológica, com uma rara ocorrência da formação do vulcão espeleotema e sua principal gruta com 3 km de extensão, uma das maiores de Minas Gerais (na foto acima de Eduardo Gomes, formações de estalactites na Lapa Grande), possuindo ainda detalhes e sedimentos pré-históricos
          A cidade se destaca ainda pelo seu excelente artesanato e produtos agropecuários como queijos, doces, licores, cachaça, carne de sol, etc, encontrados no Mercado Municipal da cidade, (na foto acima de Eduardo Gomes).           
          Montes Claros foi fundada em 3 de julho de 1857 e mesmo sendo uma cidade industrial e desenvolvida hoje, guarda relíquias do estilo Barroco mineiro do final do século XIX, como o casarão da Fafil, datado de 1886, hoje Museu Regional, mantido pela Unimontes,  a Casa da Cultura e outros sobrados encontrados no Centro Histórico da cidade (na foto de Sérgio Mourão). O estilo Eclético do início do século XX também está presente em traços arquitetônicos montes-clarense. 
          Montes Claros a religiosidade é uma das marcas de seu povo. Festividades religiosas estão presentes na cidade, se destacando ainda belos templos, com destaque maior para a Catedral Metropolitana de Nossa Senhora Aparecida, uma das mais belas igrejas de Minas Gerais.  (na foto acima de Marcelo Santos e abaixo de Lucas Vieira)
          O projeto da igreja foi feito nos primeiros anos do século XX, com obra iniciada em 1926 e concluída em 1950, ano que  foi criada a Paróquia de Nossa Senhora Aparecida. 
          É um dos orgulhos da arquitetura montes-clarense por sua beleza arquitetônica e importância religiosa para  cidade. Fica na Praça Pio XII, no centro da cidade e é um bem tombado pelo Patrimônio Histórico da cidade desde setembro de 1999. É um dos maiores templos mineiros, podendo comportar até 3 mil fiéis em seu interior. 
         Inspirada na arquitetura das igrejas da Bélgica do final do século XIX, une os estilos Romântico e Neogótico, predominantes no início do século XIX, até meados do século XX.  Sua arquitetura é singular e única em Minas. São três torres na fachada, com a torre central medindo 65,08 metros de altura, com detalhes arquitetônicos muito bem trabalhados pelos construtores da época. É um dos principais cartões postais da cidade.

Um comentário:

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Facebook

Postagens populares

Seguidores