quinta-feira, 13 de junho de 2019

Desvende as belezas da Serra dos Alves

Compartilhe:

Um pequeno vilarejo no limite do Parque Nacional da Serra do Cipó, a leste da Serra do Espinhaço, vem atraindo a atenção por sua beleza, simplicidade e natureza exuberante. É a Serra dos Alves, distrito de Itabira, na Região Central de Minas, apenas 110 km de Belo Horizonte. O  acesso fica é próximo ao trevo de Ipoema, outro charmoso distrito Itabirano.  

A pequena vila é de um charme e beleza impressionante.(fotografia acima do PauloZaca)  Sua arquitetura é simples e ao mesmo tempo elegante, principalmente a Capela de São José, construída por volta de 1860, com traços coloniais com sua estrutura em madeira. A vida social e religiosa dos moradores da vila gira em torno dos eventos culturais e religiosos em torno da charmosa capela como por exemplo a Festa de Nossa Senhor do Rosário e do Divino Espírito Santo.
 Como a maioria das vilas no interior de Minas, Serra dos Alves também tem seu conjunto histórico com os trações característicos de Minas Gerais. Uma pequena capela, em seu redor, o casario em estilo colonial, Em destaque, na Serra dos Alves a simples, porém elegante Capela de São José (na foto acima de Elvira Nascimento). Construída por volta de 1860, a capela carrega traços coloniais, com suas bases construídas em madeira maciça a pequena capela abriga diversos eventos festivos na cidade, como a festa de Nossa Senhora da Conceição, Nossa Senhora do Rosário, Divino Espírito Santo entre outras.
As belezas naturais da Serra dos Alves (foto acima de Sérgio Mourão) como cânions como Boca da Serra com paredões de 100 metros de altura, pequenas quedas d´água, sendo uma com 15 metros de altura, formando em sua base um ótimo poço para banhos. Ao longo do cânions, pode se encontrar piscinas naturais. Além dos cânions, em redor do distrito o visitante encontrará várias cachoeiras como a Cachoeira da Lucy, que é espetacular. A cachoeira do Bongue, com cerca de 50 metros de queda, cujas águas escorrem de um paredão. A Cachoeira dos Cristais ou da Esmeralda, cujas águas cristalinas e geladas despencam formando grandes poços para banhos é um dos atrativos a mais para quem ama cachoeiras. 
Outra cachoeira, conhecida por Cânion dos Marques é formada pelo Rio Tanque e afluentes. Ao longo do percurso do Rio Tanque, pequenas quedas d´água, com poços de águas cristalinas, surgem pelo caminho, ideal para um relaxante banho (na foto acima de Sérgio Mourão). A região é muito procurada também para práticas de esportes radicais como rapel, canyoning, escalada, rafting, trekking, moutain bike e passeios a cavalo. Por ser bem montanhosa, na Serra dos Alves o visitante encontrará mirantes com vistas espetaculares. (na foto abaixo, de Andréia Gomes, vista parcial do povoado)
 Para chegar a esses locais, recomenda-se contratar um Guia de Turismo, pois o acesso a determinados lugares é bem difícil. Em Itabira o turista encontrará bons hotéis e aconchegantes pousadas.(Por Arnaldo Silva) 

Nenhum comentário:
Faça também comentários