Arquivo do blog

Tecnologia do Blogger.

segunda-feira, 3 de junho de 2019

Queijos mineiros se destacam em concurso mundial

(Por Arnaldo Silva) Os queijos mineiros mostraram sua força e predominaram em todas as categorias no Mondial du Fromage et des Produits Laitiers, realizado no Salão do Queijo de Tours, cidade francesa às margens dos rios Loire e Cher, nos dias 12, 13 e 14 setembro de 2021, com o resultado final divulgado no último dia do concurso, em 14 de setembro/2021.
          O concurso acontece a cada dois anos e já está em sua 5ª edição, sendo considerado, hoje, a "Copa do Mundo dos queijos", por sua importância mundial. (fotografia acima e abaixo enviadas pelo Osvaldo Filho, da QUEIJO D´ALAGOA-MG. Acima, a panorâmica do concurso no momento de avaliação dos jurados. Abaixo, o estande da SerTãoBras, no salão do concurso)
          A partir da participação dos queijos brasileiros, neste concurso mundial, os queijos de Minas Gerais se destacam a cada concurso, conquistando a maioria das medalhas dos queijos nacionais. 
          Nesta 5ª edição, não foi diferente. Os queijos mineiros, novamente, se destacaram com medalhas de super ouro, ouro, prata e bronze, levando a maioria das medalhas, conquistadas pelos queijos brasileiros.
          Entre os medalhistas mineiros, os queijos das regiões queijeiras mineiras, da Serra da Canastra, do Serro e de Alagoa MG, na Serra da Mantiqueira, simplesmente arrasaram, trazendo para Minas Gerais inúmeras medalhas, em todas as categorias. O que é normal e já esperado.
          Nesta edição, 46 países que enviaram seus queijos para análises e 15 países, presentes nos dias do evento. Entre os presentes, estavam representantes do Brasil, Itália, França, Suíça, Bélgica, Portugal, Alemanha, Espanha, Japão, dentre outros, estiveram presentes. 
          Foram 940 queijos analisados, dos 46 países que enviaram suas amostras, e 331 medalhas, entregues. 
          O país com maior número de medalhas, foi o anfitrião, a França, seguido pelo Brasil. Uma mostra do crescimento e força dos queijos brasileiros, principalmente, dos queijos de Minas Gerais, que desde a primeira edição, predomina em em número de medalhas conquista pelo Brasil.
          Os queijos brasileiros levaram dessa vez, 57 medalhas. Como esperado, maioria das medalhas conquistadas pelos queijos brasileiros nesta edição, foram para os queijos de Minas Gerais. 
          Foram 40 medalhas para os queijos mineiros, seguido por São Paulo, que conquistou, 15. Paraíba e Pará completam a lista de medalhas, com uma medalha cada.
          O Brasil foi representado por produtores de queijos de Minas Gerais, São Paulo, Goiás, Mato Grosso do Sul, Pará e Paraíba, que se inscreveram para participar do concurso. 
          Os queijos brasileiros marcaram presença com 183 queijos, de 57 produtores nacionais, com apoio da Associação SerTãoBras. A entidade busca a valorização do queijo artesanal em todo o Brasil. Os queijos brasileiros foram expostos no stand da SerTãoBras, no salão onde ocorreu o evento, já que, para participar do concurso, exigia-se um stand.
          A presença dos queijos mineiros, entre os premiados, é motivo de orgulho para o Brasil, já que nossos queijos competiram e superaram os tradicionais queijos franceses e suíços, dentro outros mais famosos no mundo.
          Os produtores de queijos mineiros mostraram novamente na França o que todo mineiro sabe. Nossos queijos são os melhores do Brasil e agora temos o melhor e os mais premiados queijos do mundo. Há anos que os queijos mineiros competem de igual por igual, em termos de qualidade e sabor, com os famosos queijos franceses, ingleses, suíços, noruegueses, holandeses, por exemplo.
          Vale ressaltar que nesta edição, boa parte dos produtores mineiros e brasileiros que participaram dos últimos concursos, não enviaram amostras e nem se inscreveram, devido as dificuldades de deslocamento atuais e outras questões. (foto abaixo, enviada pelo Osvaldo Filho da QUEIJO D´ALAGOA-MG, estandes dos queijeiros, participantes do concurso global)
QUEIJOS BRASILEIROS PREMIADOS NO MONDIAL DU FROMAGE - 2021
MEDALHA SUPER OURO
Nome do produtor - Nome comercial
- Ivaci Pires dos Santos - Queijo Minas Artesanal Quilombo na Cachaça
- Ivair José de Oliveira - Canastra do Ivair (Reserva)
- Laticínio Cruzília MG - Queijo Santo Casamenteiro
- Pardinho Artesanal - Queijo Mandala 12 meses
- Sérgio de Paula Alves - Queijo Canastra Serjão, maturado 100 dias
MEDALHA DE OURO
Nome do produtor - Nome comercial
- Camila Almeida Alves - Serrinha Cerveja
- Camila Almeida Alves - Primavera Silvania
- Carolina Vilhena Bittencourt - Bem Brasil Extra Maturado
- Holorico Soares Costa - Sinhana Mons Cremeux
- Izabela Dias Fiorentini - Queijo Giovana
- João Vicente Rodrigues Borges - Foguim
- Laticínios Cruzília - A Lenda
- Maristela Nicolellis - Gregório
- Marlucy Leite - Queijo Artesanal JM Resinado
- Pardinho Artesanal - Queijo Cuestina
- Renato de Souza e Thaylane - Queijo Artesanal Fazenda Bela Vista Premium 60
MEDALHA DE PRATA
Nome do produtor - Nome do queijo
- Christiane Nunes - Queijo Maria Nunes 30 dias
- Fabrízio Machado - Queijo Moria Nevada
- Heloísa Collins - Dolce Bosco
- Ivacy Pires dos Santos - Queijo Minas Artesanal Quilombo Casca Lavada
- Izabela Dias Fiorentini - Queijo Giovanna
- Izabela Dias Fiorentini - Queijo Ribeiro Fiorentini 120 dias
- Izabela Dias Fiorentini - Queijo Solera
- Laticínios Cruzília - Manto da Serra
- Márcio Martins de Barros - Queijo D´Alagoa MG - Queijo Araucária
- Márcio Martins de Barros - Queijo D´Alagoa MG - Queijo Fumacê
- Marco Paulo Quirino Costa - Da Lenda Ibitira
- Marco Paulo Quirino Costa - QMA do Gir da Lenda
- Maria Aparecida Machado Pereira e Dalmo Pereira - Queijo Santa Clara Dourados Casca Florida 30 dias 
- Maria Aparecida Machado Pereira e Dalmo Pereira - Queijo Santa Clara Dourados Casca Florida 45 dias
- Maria Simões Jorge - Dona Iaia Casca Florida 90 dias
- Maria Alexandre Martins e Leomar Melo Martins - Queijo Mana Concafé 30 dias
- Maristela Nicolellis - Fernão
- Maristela Nicolellis - Tropeirinho
- Marly Leite - Senzala Vulcão
- Pardinho Artesanal - Queijo Cuesta 8 meses
- Pardinho Artesanal - Queijo Cuesta 10 meses
- Rita de Cássia Ribeiro Menezes - Queijo Garrafão
- Sérgio de Paula Alves - Queijo Canastra Serjão 18 dias
- Silmar de Castro Mota - Santuário do Mergulhão - Queijo Minas Artesanal 50 D
MEDALHA DE BRONZE
Nome do produtor - Nome comercial
- Camila Almeida Alves - Taiada Silvania
- Cláudia Mendonça Camargo - Marandu
- Diego Trevizan Livorati - Requeijão Caipira - Raspas do Tacho Jeito de Mato
- Holorico Soares Costa - Queijo Canastra Sinhana 240 dias
- Itamar Pereira dos Santos - Queijo Rosário Mineiro Tropeiro
- Ivair José de Oliveira - Canastra do Ivair
- Jadir da Costa Pereira - Canastra J&C 90 dias
- Johne de Castro - Canastra do Johne
- José Orlando Pereira Júnior - Queijo Bica da Serra Tradicional
- Laticínios Cruzília - Serra da Mantiqueira
- Leandro Siqueira Chaves - Queijo Artesanal de Alagoa MG - Fazenda Rio Acima 150 dias
- Lindomar Santana dos Santos - Queijo Maturado Santana 120 dias
- Marcos Vinícius Mendes - Queijo Fazenda Santo Antônio 60 dias
- Marcos e Cecília Pinheiro - Fazenda São Victor - Queijo do Marajó Creme (tradicional) Búfala
- Otinho e Eliane Freitas - Canastra Matinha do Ouro 60 dias
- Paulo Henrique Costa Fonseca - Queijo Juá Casca Florida 40 dias
- Rogério Júlio Soares Ferreira - Barão da Canastra Casca Florida
          O próximo Mondial du Fromage, está previsto para acontecer em 2023, em Tours, França.

22 comentários:

  1. Os queijos CRUZÍLIA são os melhores do mundo!

    ResponderExcluir
  2. Êita trem bão, uai...nossinhora!!!! Não poderia ser diferente, é Minas na dedicação dos produtores!!

    ResponderExcluir
  3. Nossinhora queijo e bão dimais só,dilicia de Minas uai

    ResponderExcluir
  4. Tenho conhecimento de vários desses queijos a anos, são excepcionais! !!... Parabéns aos produtores!!!

    ResponderExcluir
  5. CADÊ O QUEIJO DO MAURO JOSÉ FERREIRA, FAZENDA CAMPO ALEGRE-SÃO ROQUE DE MINAS?
    TINHA QUE ESTAR NA LISTA.

    ResponderExcluir
  6. Moro em BH. Onde comprar alguns desses queijos ?

    ResponderExcluir
  7. No mercado Municipal de BH vc deve encontrar.
    Chalé do queijo Capitolio

    ResponderExcluir
  8. É o melhor sem dúvidas!! Eu sugiro!

    ResponderExcluir
  9. Como é adorável saber que o nosso país sabe produzir coisas fantásticas e ter expressão mundial, é o orgulho de ser brasileiro.

    ResponderExcluir
  10. Nossos queijos são realmente bons,eu recomendo.

    ResponderExcluir
  11. Nossos queijos são realmente bons,eu recomendo.

    ResponderExcluir
  12. Estes qjs são bom d+, não sou mineira, mas já tive e tenho o prazer de comer vários, são espetaculares, os produtores estão de parabéns!!!
    Parabéns por mais esta conquista, merecido!!!

    ResponderExcluir
  13. Por que alguns concorrentes aparecem premiados duas vezes,


    em categorias diferentes de premiação, com os mesmos queijos?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Por que levaram queijos diferentes, disputando categorias diferentes. Por exemplo o Queijo d´Alagoa, levou 7 tipos de queijos diferentes e ganhou duas medalhas, uma de prata e outra de bronze. A avaliação é pela textura, sabor, tempo de maturação 35, 60,90, 120 e 180 dias. Pode ser o mesmo queijo, da mesma categoria, mas o tempo de maturação pode não ser a mesma, por isso alguns queijos levaram medalhas, na mesma categoria, pelo tempo de maturação, preservando o sabor e qualidade.

      Excluir
  14. O Faixa Azul, o gram parma, os de Cruzília e os de Alagoa são os melhores. Deliciosos!!!!

    ResponderExcluir
  15. Respostas
    1. Está no link como pode ver /2019/06/03/ e na matéria cito a data do concurso bem como o link do site da empresa organizadora. A data que escrevi e publiquei é 3 de junho de 2019.Confira o link acima onde começa com https....

      Excluir
  16. Isso é muito bom pra nós mineiros.Mas
    a tristeza é não achar esses queijos pra comprar no mercado. Por que ??

    ResponderExcluir

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Facebook

Postagens populares

Seguidores