Arquivo do blog

Tecnologia do Blogger.

quinta-feira, 14 de janeiro de 2016

Paraíso Perdido: como chegar, onde comer, onde ficar?

(Por Arnaldo Silva) Em São João Batista do Glória, no Sudoeste de Minas Gerais, distante cerca de 344 km de Belo Horizonte, encontra-se um dos mais impressionantes patrimônios naturais de Minas Gerais. Esse lugar, formado por três ribeirões, dezoito piscinas naturais, oito cachoeiras de águas límpidas é o Paraíso Perdido, um dos mais importantes complexos turísticos de Minas Gerais. Lugar ideal para quem busca além de sossego, convívio com a natureza, tranquilidade ou até para aqueles que gostam de esportes radicais e aventuras. O Paraíso Perdido é para todos os gostos. (foto acima de Guilherme Augusto/Mikethor)
O nome combina com o lugar. Para chegar até o Paraíso Perdido o caminho é longo e sinuoso, em estrada de terra bruta, mas valerá a pena. Quem "batizou" o lugar com esse nome foram dois aventureiros de Ribeirão Preto há mais de 50 anos. (foto acima de Aender Mendes)
O título de Paraíso Perdido, (na foto acima do Guilherme Augusto/@mikethor), já dá uma dica de que a tranquilidade é alcançada após a aventura do caminho: o trajeto sinuoso com uma estrada estreita de terra leva a uma região isolada de cerrado com as mesmas características da Serra da Canastra. O nome, na verdade, foi dado quase por acidente por dois aventureiros ribeirão-pretanos há cerca de 50 anos. Estavam os dois de motocicleta e resolveram se aventurar pelas trilhas da região, mesmo tarde e temendo não saberem o caminho de volta. Um queria voltar, o outro, queria continuar e ao ouvirem o barulho de água, foram até onde estava o barulho e se depararam com uma beleza que eles nunca tinham visto na vida. Um falou "Isso é um paraíso!". Já o outro disse "é, mas estamos perdidos". Assim se popularizou a história de como o Paraíso Perdido foi encontrado. 
O local onde está o Paraíso Perdido, (na foto acima do Leonardo Bueno), é uma propriedade particular que conta com comida caseira, área para camping com pias, churrasqueiras, mesas e banheiros com chuveiros de água quente. É tudo bem organizado, em completa harmonia e respeito para com a natureza. Os visitantes que gostam de aventuras podem praticar rapel, canyoning e tirolesa. Já os que gostam de sossego, basta estar no local, sentir a energia do Paraíso Perdido e vivenciar plenamente de um dos mais espetaculares lugares naturais de Minas Gerais. (foto abaixo do Pedro Beraldo) 
Pra chegar a São João Batista do Glória MG, onde está o Paraíso Perdido:
- Do Rio de Janeiro: Pegue a BR-116, a BR-459 até o trevo, entre na BR-265 até São João Batista do Glória. São 640 km
- De São Paulo até São João Batista do Glória MG, siga pela Rodovia BR-050, são 440 km. Outro caminho é pela BR-364, com trajeto de 500 km
- De Belo Horizonte para São João Batista do Glória são 340 km, com acesso via BR-381, entrando na MG-050.

Chegando na cidade, o visitante tem a opção de contar com o apoio de diversos guias de turismo, alguns equipados com veículos 4x4, adequado para fazer o trajeto pelas estradas rurais do município. (na foto abaixo do Aender Mendes, poço d´água no Paraíso Perdido)
Onde ficar, onde comer em São João Batista do Glória MG?
Uma boa dica é no Cantinho de Minas, que além de ser uma ótima hospedagem, é um bar e restaurante, além de ser produzido artesanalmente no local, carne na lata, queijos, doces e quitandas mineiras. O contato é com a Aline pelo telefon: 35 98416 1613 E-MAIL alinefmarques@yahoo.com.br

27 comentários:

  1. Faltou o telefone de contato para reservar o camping...

    ResponderExcluir
  2. Lindo esse lugar! Poderiam postar aqui o nome das pousadas/hotéis para hospedagem, bem como os respectivos telefones de contatos, emails.

    Isso porque pessoas que gostam de fazer turismo como eu, ficaria mais fácil preparar toda logística para o passeio.

    Abraço e parabéns pela bela reportagem!
    Edmilson
    Barra Mansa-RJ

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Realmente é um paraíso. Possuo hospedagem próxima ao local. Contato WhatsApp: 016981532963.

      Excluir
    2. Pessoal, já fui pra lá três vezes e super indico o Camping Paraiso Perdido. Telefone: (35) 3021-3925 das 10:00 as 18:00 Seg. a Sex.
      Email: reservas@paraisoperdido.com.br

      Excluir
  3. Faltou o telefone de contato para reservar o camping...

    ResponderExcluir
  4. tem casa para alugar para temporada?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Realmente é um paraíso. Possuo hospedagem próxima ao local. Contato WhatsApp: 016981532963.

      Excluir
  5. Só tem um problema. Os proprietários proíbem pessoas sozinhas na trilha das cachoeiras. É obrigatório levar um ou uma "mala" com vc

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu meu marido é meu filho de 8 anos andamos sozinhos. Tem monitores pelo caminho e tem gente indo e vindo o tempo todo

      Excluir
    2. você sabe numero para ligar ?

      Excluir
  6. Precisam conhecer Conselheiro Mata, distrito de Diamantina. Já viram cachoeira com praia? Pois lá tem e muitas outras cachoeiras. Um paraíso de muitas cachoeiras

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Estava em Conselheiro Mata esses dias é um paraíso mesmo.

      Excluir
  7. Cobram R$25 na baixa temporada pra vc poder entrar!
    Gostei mais de São Roque de Minas.

    ResponderExcluir
  8. Boa tarde. Gostaria de esclarecer uma dúvida recorrente. Boa parte dessas fotos fazem parte da fazenda Cachoeiras Pé da Serra (que também é camping e pousada). e não do Paraíso Perdido, como foi mencionado. Além disso, gostaria de deixar claro que inúmeras das fotos encontradas no site do Paraíso Perdido retratam lugares cituados no Cachoeiras Pé da Serra, e não no Paraíso Perdido. Imagino que esses fatos acima mencionados não eram do conhecimento dos gerenciadores deste blog ou mesmo do fotógrafo que assina o trabalho fotográfico. Sendo assim,peco a gentileza de nos procurarem para que possamos explicar corretamente e dar os créditos devidos de cada lugar retratado nas fotos.
    Desde já agradeco à disponibilidade e coloco abaixo o meu email, ciente de que entrarão em contato. Falo em none de Cachoeiras Pé da Serra.

    Att,
    Thiago Valle
    thiagobvalle@gmail.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Thiago. Como vê no post a fonte das informações é o Portal G1 da Globo, mas estamos aqui para divulgar Minas e da forma correta, sem erros nas informações.As informações das imagens foram passadas pelos fotógrafos que fizeram as fotos, o que creio também, por serem turistas estarem no local a passeio, não se importaram em saber a localização. Para eles era tudo o Paraíso Perdido. Mas como falei, estou a disposição sua para que me informe a localização exata de cada imagem inserida na postagem para eu corrigí-las. Mandei e-mail para você também. Veja lá e me ligue, deixei meu whatsapp. Aguado.Arnaldo Silva

      Excluir
  9. Realmente é um paraíso. Possuo hospedagem próxima ao local. Contato WhatsApp: 016981532963.

    ResponderExcluir
  10. Estive no local em baixissima temporada a anos atras. O local é lindo mas realmente caro 25 reais por pessoa na baixa quando voltei ao local, na região de furnas tem várias cachoeiras acesso gratuito, procure na net info sobre elas.

    ResponderExcluir
  11. Segue o Link da minha hospedagem https://www.airbnb.com.br/rooms/11489175?s=w6D7Vcyj

    Contato:016981532963

    Na região, além do Paraíso Perdido tem outras diversas cachoeiras. Posso passar informações.

    ResponderExcluir
  12. R$25 para seamster o local para graces futuras e os donos terem uma fonte de renda uma vez que estão proporcionando a estranhos o privilégio de estar em contato com a natureza.
    Acho que nos brasileiros deveríamos mais a valorizar estes tipos de iniciativa...acha caro, vá para outros locais mais baratos ou que sejam gratuito.
    desvalorizar o patrimonio e trabalho alheios é super deselegante.

    ResponderExcluir
  13. Trabalho de Deus né? Não sei o que é pior, o povo que cobra ou povo que suja...

    ResponderExcluir
  14. Já estive no lic, com minha família, sinceramente não gostei. Achei muito perigoso, inclusive ficam uns rapazes monitorando TROMBA d'água com radinhos na mão, caso haja a possibilidade de tromba d'água eles apitam e orientam a todos saírem do local e o grande problema é esse, o acesso fica entre os cânions caso você esteja bem la pra dentro com crianças, o retorno fica ainda mais perigoso pois o acesso não é tão simples. Foi numa ocasião dessa que torci meu tornozelo entre as pedras com meu filho de 4 anos no colo. Nunca mais, gostei mais da trilha do sol esse eu recomendo.

    ResponderExcluir

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Facebook

Postagens populares

Seguidores