quarta-feira, 22 de fevereiro de 2017

A Ladeira do Amendoim em São Tomé das Letras

Compartilhe:

          A Ladeira do Amendoim é uma das grandes atrações de São Tomé das Letras, no Sul de Minas. Cidade famosa pelo misticismo tem nesta ladeira um de seus mais visitados pontos turísticos. É que ao parar um veículo nesta ladeira e deixa-lo em ponto morto, ele sobe sozinho. Magnetismo? Ilusão de ótica macroscópica? Seja qual for a explicação para o fenômeno, esta ladeira atrai a curiosidades dos turistas que vão a São Tomé das Letras todos os dias do ano. 
          Guias de turismo levam os visitantes para a ladeira, entre eles o “Seu” Tomé, que usa seu jipe para mostrar o fenômeno aos visitantes. (foto acima de Tiago Campos/G1 Sul de Minas) Desce do carro e faz questão de mostrar às pessoas que não está ligado ou engatado. Quando o jipe sobe a ladeira sozinho, a cara de espanto é geral. Muitos vão lá para ver com os próprios olhos e levam o próprio carro, para não terem nenhuma dúvida. E acredite, seja qual veículo for, ele sobe a ladeira sem motorista, desligado e no ponto morto mesmo.
          Pra quem não tem carro, também pode presenciar o fenômeno. Basta descer a ladeira andando de costas e depois subir de costas. Quem faz isso, relata sem dúvida alguma que sente o corpo puxado na subida, o que deixa as pessoas perplexas, sem entender direito o fenômeno.
          “Seu” Tomé acredita que nesta ladeira existe um magnetismo, responsável pelo fenômeno. Ele conta que "o magnetismo neste ponto é muito forte. Dizem que aqui é ponto de energia de um dos chacras da terra. Além disso, estamos sobre uma gruta onde falam que está localizado um portal que leva até Machu Picchu, no Peru”.
          Quem vai à São Tomé das Letras, procura informações sobre essa gruta, na crença de que seja realmente um elo para Machu Picchu. Mas não tem como entrar na gruta. Está em propriedade particular, pertencente a uma mineradora e a entrada na gruta é proibida.
         Outra curiosidade na Ladeira do Amendoim são duas pedras descobertas por uma turista que visitou o local e identificou um fenômeno enérgico interessante. Segundo “Seu” Tomé, uma das pedras “recarrega” a energia, já a outra, “drena” a energia do nosso corpo. Pela explicação do guia seria "como em uma bateria, essa pedra acima é o polo positivo. A pessoa que subir nela vai se sentir mais leve, revigorado. Essa pedra mais abaixo seria o polo negativo. Em cima dela, o sujeito se sente mais fraco e pesado", afirma.
          Para comprovar o que diz, os turistas são convidados a subirem nas pedras e abrirem os braços. Na que “recarrega” as energias, as pessoas tem muita dificuldade para abaixar os braços, mesmo que alguém faça força. Já na pedra que “drena” as energias os braços podem ser abaixados facilmente.
          Quem faz essa experiência sente isso mesmo. Numa pedra o corpo está mais leve, na outra, a pessoa sente o corpo pesado.
          Outra constatação interessante dessas pedras, segundo “Seu” Tomé é que ao colocar celular na pedra positiva, eles carregam. "Tem gente que chega aqui com a bateria do celular ou câmera descarregado, colocam na pedra positiva e elas recarregam", garante o guia.
          Sejam quais forem as explicações que os místicos ou cientistas possam ter para esses fenômenos, o certo é que a cada dia, a Ladeira do Amendoim, impressiona os turistas. Se vier à São Tomé das Letras, não deixe de visitar a Ladeira do Amendoim e presenciar o fenômeno.

Nenhum comentário:
Faça também comentários