Arquivo do blog

Tecnologia do Blogger.

quarta-feira, 26 de fevereiro de 2020

Maria da Fé: a cidade mais fria de Minas

(Arnaldo Silva) Maria da Fé, no Sul de Minas é a cidade das oliveiras, terra do azeite, da batata, das cerejeiras. É também a cidade mais fria de Minas Gerais. (fotografia acima de Rinaldo Almeida) Com cerca de 15 mil habitantes, é uma cidade tranquila, aconchegante, arborizada, com belas praças, um charmoso casario e propicia aos visitantes eventos típicos de uma cidade do interior de Minas como boas pousadas, bons restaurantes, culinária típica, festival de viola, festival de inverno, Noite do Livro, Folia de Reis, Dança de São Gonçalo, Dança de Catira e um artesanato feito com fibras das folhas da bananeira valiosíssimo. 
O grande destaque de Maria da Fé é seu povo de bom coração, atencioso e caloroso. Frio na cidade só tempo mesmo. Seu povo é cheio de calor humano, além de Maria da Fé, ser uma cidade apaixonante com belezas arquitetônicas como sua bela Matriz de Nossa Senhora de Lourdes, com pinturas do artista plástico italiano Pietro Gentilli, (na foto abaixo de Gislene Ras) que também tem trabalhos seus em Mariana MG. Tem a Casa do Artesão, a Praça da Estação (na foto acima de Rinaldo Almeida) onde tem uma lembrança da Maria Fumaça, o Centro Cultura onde o visitante tem a disposição informações sobre a histórica e pontos turísticos do município. 
Por ser a cidade mais fria de Minas Gerais turistas vindos de todos os lugares, até de outros estados, vão à cidade para contemplarem a beleza dos campos cobertos de branco pelas geadas rigorosas no inverno e brincar com o gelo. Dá para fazer até boneco. Mas porque faz tanto frio em Maria da Fé? 
Maria da Fé está a 1258 metros de altitude, na Serra da Mantiqueira, sendo o seu ponto mais alto o Pico da Bandeira, com 1623 metros de altitude, homônimo do pico em Alto Caparaó MG. A paisagem é montanhosa, com 88% da área do município formada por “mares de morros”, sendo boa parte constituída por rochas sedimentares formadas ao longo dos milhões de anos por areia, argila, calcário, arenito e granitos. (foto acima de Rinaldo Almeida e abaixo de Leonardo Bueno)
A localização de Maria da Fé está entre as zonas de convergências climáticas entre São Paulo e a região Sul do país, quando a massa de ar frio se desloca do Sul do país para o sudeste, chegando pelo Norte São Paulo, na região de Campos do Jordão, na Serra da Mantiqueira, se deslocando para Minas, encontrando em Maria da Fé as condições em seu relevo, propícias para a massa de ar fria se mantenha inalterada, como altitude e montanhas rochosas.
Ou seja, a massa de ar fria chega sem muitas alterações, no seu ponto de convergência em Minas, Maria da Fé. Por isso que é a cidade mais fria de Minas Gerais. Quando essa massa de ar frio se desloca de Maria da Fé para outros municípios, a temperatura vai reduzindo um pouco, mesmo assim, bem baixas no restante da Região da Mantiqueira e Sul de Minas, chegando abaixo de zero nos municípios próximo a Maria da Fé. (fotografia acima e abaixo de Rinaldo Almeida)
A menor temperatura registrada em Maria da Fé foi em 21 de agosto de 1981, quando o Instituto Nacional de Meteorologia (INMET) registrou - 8.4° C. Não foi somente a menor do município, mas da região registrada até os dias de hoje. 
No dia 14 de junho de 2016, os termômetros marcaram -6,3º C, a mais baixa do século 21, até o momento. (foto acima de Cássia Almeida)
O clima frio de Maria da Fé permite plantar cerejeira, árvore nativa do Oriente, cujo cultivo requer altitudes acima de 1000 metros e clima bem frio. (fotografia acima de Leonardo Bueno) Como em Maria da Fé tem esses dois fatores, uma das dezenas de variedades da planta se adaptou muito bem ao município, sendo hoje uma dos cartões postais da cidade. No início do inverno, quando acontece a florada, a cidade recebe visitantes de ouras regiões para presenciarem esse espetáculo divino!

0 comentários:

Postar um comentário

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Facebook

Postagens populares

Seguidores