Arquivo do blog

Tecnologia do Blogger.

sexta-feira, 14 de fevereiro de 2020

São João Del Rei na história de Minas

(Por Arnaldo Silva) De um simples arraial em 1704, a uma das principais cidades de Minas Gerais com mais de 90 mil habitantes atualmente, distante 200 km da capital. Assim é São João Del Rei (na foto acima de Kiko Neto), cidade na Região do Campo das Vertentes, que alia história, tradição e cultura com o charme das pequenas vilas mineiras e o modernismo das grandes cidades. 
A mistura da arquitetura barroca com a eclética e a modernista, faz de São João Del Rei um perfeito cenário de cores e emoções, marcados por épocas diferentes, tão bem a mostra em seus detalhes, cores vivas e história.
Andar pelas ruas estreitas de São João Del Rei, calçadas com pedras, perceber a beleza, cores e o estilo barroco mineiro, do século 18, inconfundível em sua arquitetura, bem com suas igrejas centenárias, é um sentimento de volta ao passado. Saindo um pouco do Centro Histórico, pode se conhecer a beleza dos casarões em estilo eclético, do final de século 19, para o início do século 20. Esse estilo surgiu na França e mescla o barroco, com o modernismo do início do século 20. 
Conhecendo mais São João Del Rei, encontramos a arquitetura moderna, em prédios, casas, praças, restaurantes, comércio, etc. São João Del Rei é a história antiga, viva, presente e moderna ao mesmo tempo. (foto acima de Kiko Neto)
Ao andar pelas bucólicas ruas de São João Del Rei (na foto acima de Kiko Neto), percebe-se o silêncio e a paz que transmite. Esse silêncio guarda a magia daquele tempo quando, nós mineiros, lutávamos pela Independência do Brasil. Nos tempos da Inconfidência Mineira, a cidade, junto com a vizinha Tiradentes, foi ativa e importante na luta contra as forças da Coroa Portuguesa, tendo sido cogitada pelos Inconfidentes, ser a cidade a Capital de Minas Gerais, caso o movimento saísse vitorioso. 
São João Del Rei (na foto acima de Kiko Neto) sempre esteve na vanguarda dos mais importantes movimentos políticos em Minas e também no Brasil, como por exemplo, na Revolta Militar de Ouro Preto, em 1833, na Revolução Liberal, em 1842, bem como na Revolução de 1930 e no Movimento Militar de 1964. Tancredo Neves, filho ilustre da cidade, manteve a tradição de São João Del Rei à frente de um dos mais importantes fatos da história recente de nossa política, a redemocratização do país, em 1985. 
Ao longo dos mais de 300 anos da cidade, São João Del Rei evoluiu, cresceu e se desenvolveu, sendo hoje um polo comercial e educacional na região, além de ser uma das cidades mais importantes para o turismo em Minas Gerais. (na foto acima o Beco da Rameira, de César Reis) No século 18 a exploração do ouro era a principal atividade da cidade, hoje o ouro é outro. É o turismo. 
A cidade recebe todos os anos milhares de turistas atraídos por suas tradições e beleza singular, arquitetura e história. (foto acima de César Reis) Está sempre em movimento, sempre tem alguma atividade que agita esquinas, ruas e praças, movimentando a economia local, principalmente os ótimos hotéis, pousadas e restaurantes da cidade. O Carnaval é uma das principais festas populares com desfile de blocos caricatos pelas ruas históricas e muita alegria. 
A Semana Santa é uma das mais bonitas tradições religiosas de São João Del Rei, com todas as igrejas abertas para a visitação dos fiéis nessa época. (foto acima de Kiko Neto) Tem ainda apresentação da encenação da Morte e Ressurreição de Cristo e confecção de tapetes feitos com areia e flores, que decoram as ruas para a procissão da Semana Santa, bem como apresentações musicais, de canto e dança realizados no Largo São Francisco. No dia de Corpus Christi os tapetes coloridos cobrem as ruas num espetáculo de fé e arte. 
As belíssimas igrejas dos séculos 18 e 19 com impressionantes trabalhos artísticos da época, com altares trabalhados em ouro, forros com pinturas representando cenas bíblicas impressionantes, são um dos maiores atrativos para os visitantes. As igrejas mais procuradas a Igreja de Nossa Senhora do Rosário (1720), Catedral-Basílica do Pilar (1721) (na foto de Marcelo Santos o seu interior), Igreja de Nossa Senhora do Carmo (1733), Igreja de Nossa Senhora das Mercês e Bonfim (1769), Igreja de Francisco de Assis (1774) e também as Igreja do Senhor dos Montes, de Santo Antônio e Nossa Senhora da Piedade do Bom Despacho. 
Para coroar a beleza e emoção de conhecer São João Del Rei, o passeio de Maria Fumaça é a “cereja do bolo”. (foto acima de César Reis, a Estação de Trem de São João Del Rei) Ativa desde 1881 quando foi inaugurada por Dom Pedro II, faz o percurso atualmente até Tiradentes. São 12 km apenas, numa emocionante viagem de 45 minutos. Os passageiros embarcam na charmosa estação em São João Del Rei, sendo recebidos por figurinos trajando roupas de época e seguem até Tiradentes, uma das mais belas cidades mineiras. 
Em 2017, São João Del Rei (na foto acima de César Reis)  foi eleita a cidade mais hospitaleira do Brasil pela plataforma Airbnb. Das 10 cidades mais hospitaleiras do Brasil, na votação entre os seguidores da plataforma, São João Del Rei MG ficou em primeiro lugar.

0 comentários:

Postar um comentário

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Facebook

Postagens populares

Seguidores