Arquivo do blog

Tecnologia do Blogger.

quinta-feira, 12 de janeiro de 2017

Grrrrr, que frio!!! 16 cidades de intenso frio em Minas.

(Por Arnaldo Silva) Frio não é apenas no Sul do país não. Minas Gerais tem frio, e como tem! Nosso Estado é muito grande e algumas cidades se destacam pelo intenso frio, muitas vezes, bem abaixo de zero grau. (na foto acima de William Siqueira, a geada permitiu fazer boneco de gelo, em Maria da Fé MG) São centenas de cidades que podemos dizer "congela até os ossos" no inverno. Como por exemplo citamos Diamantina, Bom Repouso, Poços de Caldas, Ouro Preto, Delfim Moreira, Bom Jardim de Minas, Itajubá, Conceição dos Ouros, Serro, Barbacena, Tiradentes, Mariana, Sapucaí-Mirim, Passa Quatro, Alto Caparaó, Bom Jardim de Minas, Senador Amaral, Paraisópolis, Pouso Alto, Cristina, etc.
          Não tem como postar todas, seria um post enorme e cansativo já que são mais de 200 cidades bem frias no inverno, por isso listamos apenas 15 charmosas, tranquilas e geladas cidades mineiras. (foto acima de Ricardo Cozzo em Monte Verde MG)
01 - Maria da Fé
          Maria da Fé é a terra das cerejeiras, do azeite de oliva e do frio. É a mais fria do Estado. No inverno os termômetros oscilam entre 5 e 8 graus ABAIXO de zero. (Fotografia acima de Rinaldo Almeida)
           É sem dúvida a cidade mais fria de Minas Gerais. O inverno (foto acima de William Siqueira/Epamig) é rigoroso e constantemente as temperaturas ficam abaixo de zero nos meses de junho e julho. São pouco mais de 15 mil moradores em Maria da Fé. A sede do município está a 1 258 metros de altitude, localizado  em plena Serra da Mantiqueira, bem próximo à estância paulista de Campos do Jordão e às mineiras do chamado Circuito das Águas. 
          Segundo dados do Instituto Nacional de Meteorologia (INMET), desde 1976 a menor temperatura registrada em Maria da Fé (foto acima de Leonardo Bueno, povoado rural de Maria da Fé MG) foi de -8,4 °C em 21 de julho de 1981, e a maior atingiu 34,4 °C em 19 de janeiro de 2015. 
02 - Marmelópolis
          No inverno a verde paisagem da terra do marmelo dá lugar ao branco das geadas. Frio intenso, abaixo de zero grau no ápice do inverno, fazem da cidade uma das mais frias do Estado. Com menos de 3 ml habitantes, Marmelópolis no Sul de Minas (foto acima de Jair Antônio Oliveira) lembra muito as pequenas vilas Portuguesas no inverno. A cidade se destaca ainda pela rica culinária, principalmente na produção licores, queijos e de doces, em especial, o doce de marmelo que deu origem ao nome da cidade e pratos a base de truta.
03 - Delfim Moreira
          Com pouco menos de 10 mil habitantes, Delfim Moreira, no Sul de Minas, é uma das cidades de maior potencial turístico da região, por sua história, fazendas de marmelo, produção de azeites, queijos, produtos orgânicos, sua beleza singular, com paisagens impressionantes, arquitetura que vai do Barroco mineiro, colonial, eclético ao estilo austríaco. A cidade (foto acima de Geraldo Gomes), é um charme, bem no alto da Mantiqueira, a 1200 metros de altitude. 
Quem gosta arquitetura diferenciada, cidade bem cuidada e fria, mas fria mesmo, Delfim Moreira é o seu lugar. Neste último inverno, os termômetros marcaram -7,2 graus na zona rural, próximo a rios e lagos. Congelou tudo, como podem ver na foto acima do Mateus Ribeiro. A paisagem verde, ficou branquinha, com intensa geada.
04 - Bueno Brandão
          Bueno Brandão, no Sul de Minas, é uma cidade de grande potencial turístico ecológico, por suas belezas naturais incríveis, além de sua culinária, fazendas de vinho, licores e cachaças, chocolateria, queijos e outros produtos. (foto acima da Funilaria do Mamão,  enviada pelo Douglas Coltri) está localizado na Serra da Mantiqueira, com altitudes que variam de 1200, na cidade, até 1600 metros, em seu ponto mais alto e conta com pouco mais de 12 mil moradores. É uma das cidades mais frias de Minas, com temperatura mínima nos dias mais frios do inverno abaixo de zero. No último inverno, os termômetros marcaram  -4°C nos invernos mais rigorosos. 
05 - Alto Caparaó
          Com menos de 6 mil habitantes, Alto Caparaó, na Zona da Mata, se destaca por seu café, premiadíssimo tanto no Brasil quanto no mundo e por ser a porta de entrada para o Parque Nacional do Caparaó. A cidade é pequena, charmosa, atraente, com ótima culinária e dezenas de pousadas no município, com turistas chegando todos os dias para subir até o Pico da Bandeira (na foto acima vista do topo do pico, de autoria de Sairo Guedes), o ponto mais alto de Minas Gerais com 2892 metros de altitude. O inverno costuma ser rigoroso em Alto Caparaó e cidades vizinhas, próximo do 0ºC. No topo do Pico da Bandeira, nos dias de frio intenso, a temperatura já registrou -14,5ºC. Totalmente congelante. No inverno ocorrem geadas na Serra do Caparaó com temperaturas próximos de 0º C.
06 - Serro           
           Vivem no Serro, no Alto Jequitinhonha, a 230 km de Belo horizonte, pouco mais de 21 mil pessoas. (foto acima do Tiago Geisler) É uma das mais belas e antigas cidades históricas de Minas, tendo sido a primeira cidade histórica mineira tombada pelo IPHAN, bem como a receita artesanal seu queijo, um dos melhores do mundo, tombado como Patrimônio Imaterial do Brasil. Seu nome inicial era Vila do Príncipe do Serro do Frio. Tiraram o frio do nome mas o frio continua lá, firme e forte, congelando tudo, com temperaturas que variam entre 0 a 10ºC no inverno. Além do frio, do queijo, da arquitetura, o Serro é rodeado por serras, morros, com rios e cachoeiras, além de contar com distritos pitorescos e charmosos como Milho Verde, São Gonçalo das Pedras, Capivari, dentre outros. 
07 - Monte Verde
          O charmoso distrito da cidade de Camanducaia, no Sul de Minas, com cerca de 6 mil habitantes, atrai turistas não só pelo chocolate, cerveja artesanal, arquitetura, belezas naturais e hospitalidade de seu povo, mas pelo frio intenso, que é sem dúvida alguma, uma das principais atrações de desse cantinho da Europa em Minas. (foto acima e abaixo de Ricardo Cozzo)
          Temperaturas congelantes, que lembra o inverno Europeu é um convite ao romantismo e alegria. Quem gosta do isolamento nas montanhas e estar num local todo cercado por vasta natureza, Monte Verde é o lugar ideal. O distrito tem ótima estrutura para receber turistas com vários restaurantes, pousadas e hotéis, dos mais simples, aos mais sofisticados.
08 - Lavras Novas
          Romantismo e clima bem frio é uma das atrações de Lavras Novas (na foto acima de Sônia Fraga), um dos mais badalados distritos de Ouro Preto MG, distante 19 km da sede. Vivem em Lavras Novas cerca de 2 mil pessoas, número este que sextuplica em dias festivos e feriados, já que Lavras Novas é umas das principais rotas turísticas de Minas Gerais.  
          Além do intenso frio de inverno, cachoeiras, cascatas, lagos, trilhas, pousadas e restaurantes aconchegantes e sofisticados, o visitante tem a oportunidade de vivenciar o cotidiano da vida do distrito e sua história de origem colonial, do século XVIII e suas relíquias guardadas ao longo de 300 anos de existência como seu  casario colonial, sua matriz, de Nossa Senhora dos Prazeres, joia do Barroco Mineiro e outras belezas arquitetônicas, além do rico e tradicional artesanato local. Os animais, vacas, bois, cavalos, vagueiam livremente pela vila, sendo uma de suas principais características. 
09 - Barbacena
          Barbacena é uma das mais antigas, mais desenvolvidas e maiores cidades de Minas Gerais, com cerca de 140 mil habitantes atualmente. (foto acima de Wagner Rocha) É um grande produtor de frutas e de flores, principalmente rosas. É um dos principais centros de ensino de Minas Gerais, contando ainda com indústrias e um comércio diversificado, uma ótima rede hoteleira e gastronômica. O inverno barbacenense é rigoroso, com média anual de 18ºC. A menor temperatura registrada no município foi em junho de 1979, com os termômetros marcando 0,3ºC, com temperaturas sempre próximas a esse índice nos dias mais frios de inverno. 
10 - Diamantina
          No Vale do Jequitinhonha, Diamantina se destaca no cenário mundial por ser Patrimônio Cultural da Humanidade, por sua história e arquitetura colonial preservadas. (foto acima de Giselle Oliveira) São cerca de 50 mil moradores na cidade de JK, de Chica da Silva, da Vesperata, das serestas da cultura, dos tapetes arraiolos, do artesanato, dos vinhos, do azeite e de Minas Gerais. Diamantina é uma das cidades mais altas de Minas, com 1280 metros de altitude. O que poucos sabem, é que é uma das mais frias também. A mínima registrada no município foi em 31 de julho de 1972, quando os termômetros chegaram a 2,8ºC, com sensação térmica de -3 graus. Nos dias rigorosos de inverno, a temperatura fica entre 3 a 10 graus.
11 - Aiuruoca
          Com poucos mais de 6 mil habitantes, Aiuruoca, no Sul de Minas, é uma das mais antigas cidades da região. (foto acima de Marlon Arantes) Sua história começa no século XVIII, com a chegada de bandeirantes em busca de ouro e imigrantes, principalmente dinamarqueses, que vieram para a região no século passado. Se destaca por suas mais de 80 cachoeiras, ares místicos, casario colonial e eclético bem preservado, sua culinária variada, destacando os queijos, cachaça e doces, além de fazenda de azeite e paisagens exuberantes. Isso sem falar do frio que é de congelar, com temperaturas abaixo de zero nos dias mais frios do inverno. 
12 - Alagoa
          Alagoa (ai acima, na foto do Sérgio Mourão, coberta pela névoa) fica no Sul de Minas. Com menos de 3 mil moradores, é uma pacata, tranquila, tranquila e aconchegante cidade, com ares típicos das tradicionais cidades mineiras do interior. Nas Terras Altas da Mantiqueira, a cidade se destaca por suas belezas naturais, sua culinária, seu singelo casario e por seu frio. A temperatura média no inverno fica entre 0ºC a 10ºC, sendo registrados temperaturas abaixo de 0ºC. Para os amantes do frio, tranquilidae e uma vida simples, Alagoa é o lugar, ainda mais acompanhado por azeites e vinhos da região e claro, os queijos. Alagoa é conhecida nacionalmente como a "Terra do Queijo Parmesão", herança deixada pelos imigrantes italianos na cidade desde o início do século XX. Os queijos de Alagoa, tanto o parmesão, quanto os queijos mineiros, são únicos, graças ao clima, manejo do gado e pastagem da Serra da Mantiqueira.
13 - Carvalhos
          Com menos de 5 mil habitantes, Carvalho é uma charmosa, pitoresca e pacata cidade do Sul de Minas, na Serra da Mantiqueira. O inverno é bastante rigoroso em Carvalhos, no Sul de Minas, (na foto acima de Dalton Maciel) podendo chegar a 0 grau ou menos. É um dos municípios mineiros abençoados por natureza exuberante, com dezenas de cachoeiras, 400 km de trilhas e destacando o Pico do Muquém, com 1800 metros de altitude. Tem ainda os Picos do Calambau e Três Irmãos e Quilombo. A serra da Aparecida e do Grão Mogol completam a paisagem de Carvalhos, uma charmosa e atraente cidade do Sul de Minas.
14 - Gonçalves
          Com menos de 5 mil habitantes, Gonçalves é uma charmosa cidade do Sul de Minas, destacando por suas belezas naturais, pousadas requintadas nas montanhas de Minas (na foto acima de Karen Nogueira), seu artesanato e sua culinária típica, o que faz da cidade ser um dos municípios que mais crescem no turismo na região. É linda, aconchegante, tranquila e oferece uma ótima qualidade de vida a seus moradores. E claro, no inverno é fria mesmo. Quem passar inverno lá, irá se deleitar com geadas e frio próximos ao 0º C e as vezes bem abaixo de zero.
15 - Itamonte          
          Nevou em Minas Gerais no ano de 1985 e foi em Itamonte, no alto do Parque do Itatiaia, situado no município na divisa com o Rio de Janeiro. A temperatura naquele ano chegou a -15º C. De lá pra cá não nevou mais, mas as temperaturas são sempre baixíssimas no inverno, muitas das vezes, abaixo de zero. (Foto acima de Paulo Santos) Vivem em Itamonte cerca de 16 mil pessoas numa cidade com ótima qualidade de vida, uma charmoso e pitoresco casario e belezas naturais que chamam a atenção como a Pedra do Sino de Itatiaia com 2.670 metros, localizada no Parque Nacional de Itatiaia, e a Pedra do Picu com 2.151 metros, além de várias cachoeiras, dentre elas, as cachoeiras da Fragária, do Escorrega, da Conquista e da Usina dos Braga. Como já nevou na região, nem precisa dizer que seu inverno é bem rigoroso, com temperaturas entre menos 0°C e 10°C na zona urbana, com ocorrências de fortes geadas na zona rural.
16 - Bom Repouso
          Com cerca de 12 mil habitantes, Bom Repouso, no Sul de Minas (foto acima de Jussan Lima) se destaca como um dos grandes produtores de frutas de Minas, bem como pelo turismo religioso, encontrando-se na cidade o Santuário de Nossa Senhora das Graças, com a segunda maior imagem da santa no Brasil, com 20 metros de altura. Sua altitude, com 1371 metros e o frio, favorecem o cultivo do morango e outras frutas silvestres, além do seu inverno rigoroso, que muda completamente da região. Fica tudo branco, congelado pelas constantes geadas que iniciam em maio e estendem-se até julho.  

58 comentários:

  1. Parabéns pela matéria! Mostrou todas as cidades de forma muito carinhosa e com informações reais. Gostei de ver minha foto ilustrando a matéria! E adorei conhecer as outras colegas de frio. Já estou compartilhando!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado. Te agradeço a mensagem. Aceito sugestões de outras matérias desse tipo. Suas imagens são bem vindas sempre e vamos sempre divulgar o que Minas tem de bom, de melhor e lindo claro.

      Excluir
    2. Este comentário foi removido pelo autor.

      Excluir
    3. Faltou Senador Amaral a segunda cidade mais alta do brasil e primeira de minas, uma das mais frias

      Excluir
    4. Senador Amaral tá na lista

      Excluir
  2. Busco cidadezinhas mineiras com verão ameno.Amo frio!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Conheca munhoz m.g a22 k.de socorro SP e 50 k.de Bragança paulista.altitude em média 1400.m

      Excluir
    2. Conheca munhoz m.g a22 k.de socorro SP e 50 k.de Bragança paulista.altitude em média 1400.m

      Excluir
  3. Faltou Antônio Carlos Cidade que fica ao lado de Barbacena e que é ainda mais fria que lá(principalmente no distrito de Curral Novo), mas a matéria é ótima vlw por essas dicas de cidades, já quero conhecer todas

    ResponderExcluir
  4. Poderia ter entrado nessa lista a cidade de alto Caparaó

    ResponderExcluir
  5. Barbacena, a Princesa dos Campos e Cidade das Flores, é muito fria, mormente no inverno. Temperaturas abaixo de 5ºC são comuns em junho e julho, com mínimas que às vezes caem perto de 0ºC nas madrugadas. Há relatos fotográficos de neve nas décadas de 30 e 40.

    ResponderExcluir
  6. Faltos Ritapolis e São João Del Rei que ambas a temperatura mínima chega em junho e julho a 2 graus

    ResponderExcluir
  7. São thomé das Letras, 4ª cidade mais alta do Brasil, também é muito fria.

    ResponderExcluir
  8. Muzambinho no sul é comum fazer 0 grau no inverno por conta da altitude. Parabéns pela página.

    ResponderExcluir
  9. São Tiago, chega a 1°, conhecida como a terra do café com biscoito. Está entre Oliveira e São João del Rei.

    ResponderExcluir
  10. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  11. Excelente reportagem e também gostei da colocação das cidades. Minas Gerais é a meu ver um dos melhores lugares do Brasil para se morar e trabalhar. Eu adoro o inverno mineiro: frio mas sem exagero!

    ResponderExcluir
  12. Barbacena realmente faz frio de doer os osso, e aquela garoazinha gostosa que te da vontade de ficar na cama debaixo dos cobertores!!! Na rua o frio faz com que todos se vistam de forma mais elegante , com botas e cachecóis, Adoro o friozinho da daquela cidade.

    ResponderExcluir
  13. Sou paranaense, mas tenho paixão por Minas, suas histórias, seu encantos naturais. Adorei!

    ResponderExcluir
  14. Muito legal. Minas é abissal e muitas gerais e outras minas. Minha terra natal já foi mais fria. S G do Sapucaí, família do sul de Minas. conheço e curto sempre que vejo algo... Matérias fantásticas sobre as Minas Gerais. Vamos explorar mais o triângulo, o norte e o vale do Jequitinhonha, antes que reclamam... risos...

    ResponderExcluir
  15. Faltou Ouro Preto! Linda e gelada!

    ResponderExcluir
  16. Faltou Extrema-MG morei lá é muito frio com montanhas lindas, trilhas cachoeirais, 3º melhor rio para Rafting, duas pistas para pular de asa delta entre outras atrações e muito charmosa também.

    ResponderExcluir
  17. As fotos não estão aparecendo e Paraisópolis não tem 120 mil habitante, deve ser em torno de 20 mil.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Paraisópolis tem 20.850 habitantes segundo o IBGE e está certinho na postagem.

      Excluir
  18. Faltou Munhoz, 1450m de altitude

    ResponderExcluir
  19. Faltou Cristina que também é muito frio e tem geada

    ResponderExcluir
  20. Faltou São João Del Rei Ritápolis e São Tiago que são cidades geladas que as mínimas podem chegar a Um grau no inverno com geadas intensas

    ResponderExcluir
  21. Amei toda a matéria. Amo Minas é gostaria muito de conhecer todas estás cidades.

    ResponderExcluir
  22. Acho que Ipuiúna tbm entraria nesta lista.

    ResponderExcluir
  23. Manhuaçu é fria, mas não chega a congelar.

    ResponderExcluir
  24. Mais apaixonada eu fiquei!!!! Parabéns pela reportagem....E como disseram...se falar de todas,haja espaço!!!rssss
    Bom dia....obrigada!!!!

    ResponderExcluir
  25. Faltou foto do Serro, nao falta paisagem que descreva o frio aqui.
    Muuuuuito frio.

    ResponderExcluir
  26. Faltou foto do Serro, nao falta paisagem que descreva o frio aqui.
    Muuuuuito frio.

    ResponderExcluir
  27. Piedade do Rio Grande, bem fria.Na manhã de hj (04-07) a mínima estava em 5 graus..as madrugadas de inverno à sensação térmica fica abaixo de zero.

    ResponderExcluir
  28. Parabéns, amei!
    Faltou Lambari , que eu gosto muito!
    Abraços

    ResponderExcluir
  29. O detalhe sobre altitudes e' bem variável. As vezes, as altitudes indicadas são de atrativos no centro da cidade, ao passo que ha' bairros residenciais nas periferias das cidades que são bem mais altos e que também fazem parte das mesmas por estarem dentro do perímetro urbano.

    ResponderExcluir
  30. No município de Delfim Moreira, junto a divisa com o estado de São Paulo, ha' uma vila chamada Barreira, que possui mais de 1.400 metros de altitude nas partes mais altas. Esta' situada perto do pico dos Marins. Na vila ha' muitas casas e vários estabelecimentos comerciais e possui grande potencial turístico serrano e climático que precisa ser impulsionado através de divulgação.

    ResponderExcluir
  31. POCINHOS DO RIO VERDE - CALDAS - SUL DE MINAS.

    ResponderExcluir
  32. POCINHOS DO RIO VERDE- CALDAS - SUL DE MINAS.

    ResponderExcluir
  33. parabens pela materia muito boa uma sugestão para todos e CATAS ALTAS,MORRO D,AGUA QUENTE MG muito linda e fria nos meses frios.

    ResponderExcluir
  34. Ótima matéria, parabéns! Adoro Lavras Novas e tantas outras que você descreveu. Realmente neste universo de dezenas de cidades e distritos nas Minas Gerais, difícil abranger todos. Mas você soube escolher, trouxe aqui um conjunto de lugares frios, charmosos e agradáveis para todo tipo de gosto.

    ResponderExcluir
  35. Pico dos marins e em marmelopolis divisa con piquete nao em delfim moreira como esta na materia mas muito legal nesse exato momento marmelopolis esta com temperaturas abaixo de -3

    ResponderExcluir
  36. Muito bom, amo o frio e pretendo conhecer boa parte delas!

    ResponderExcluir
  37. Já podem incluir Juiz de Fora-MG!!!! KKKKKKKKKKKKKKKK Excelente artigo; parabéns!

    ResponderExcluir
  38. Faltou Passa Quatro, Sul de Minas, Itanhandu.... Região da serra da Mantiqueira

    ResponderExcluir

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Facebook

Postagens populares

Seguidores