sexta-feira, 30 de agosto de 2019

O turismo no Serro pelos trilhos do Trem-ruá

Compartilhe:

A expressão Trem-ruá foi criada por Túlio Madureira e divulgada em uma reportagem do programa Globo repórter que foi ao ar em 23 de outubro de 2015, essa expressão que caracteriza todas as peculiaridades regionais encontradas naquele determinado território faz um paralelo com a expressão terroir (pronuncia-se terruá) de origem francesa que caracteriza peculiaridades de um determinado torrão de terra, essas expressões resumem exatamente os conceitos originais ambientais edafoclimáticos capazes de interferir nos produtos oriundos produzidos naquele local específico,e como em Minas tudo é chamado de "Trem" nada mais justo então do que a adaptação amineirada da expressão francesa. (na foto acima de Tiago Geisler, vista parcial da cidade do Serro)
Hoje a marca Trem-ruá possui uma loja a Grife do queijo, uma escola artesanal e um serviço de turismo rural e de experiência na cidade do Serro MG, os turistas conhecem o modo de fabricação do queijo centenário e artesanal da região do Serro visitando a fazenda e acompanhando o processo produtivo tendo contato com o manejo do rebanho e conhecendo as paisagens os distritos as cachoeiras os paredões e picos rochosos da serra do espinhaço pelas estreitas estradas como trilhos onde passavam as tropas carregadas de ouro, diamantes e de queijos em diferentes épocas da nossa história. O turismo está descobrindo o Serro através das trilhas do seu trem rua na busca dos conhecimentos da arte do saber fazer através da escola artesanal, a primeira escola brasileira de fabricação do queijo artesanal de leite cru e pelo turismo de experiência oferecido pela grife do queijo na parceria com o Gustavo Oliveira operador de turismo conhecido como Serro do Guia. 
Venha visitar a cidade do Serro viver essa experiência aprender sobre a produção de queijo e degustar os melhores queijos artesanais produzidos no Brasil na loja grife do queijo do produtor e mestre queijeiro Túlio Madureira. Instagram e Facebook @tulio_madureira @grifedoqueijo @escolaartesanal @serrodoguia. Telefone de contato:(38) 9.98234207
Texto de Túlio Madureira
Produtor Rural, Técnico em Agropecuária, Quinta geração de produtores da família na região do queijo do Serro. 
Tri-medalhista Mundial com três marcas de queijos diferentes no Mondial Du Fromage na França, Queijo do Gir medalha de bronze 2017, Queijo kankrej medalha de prata 2017, Queijo Curupira medalha de bronze 2019.
Pioneiro no uso das raças zebuínas para produção de queijo artesanal de leite cru no Brasil.
Um dos pioneiros na retomada do processo de maturação de queijos artesanais de leite cru em regiões tradicionais de Minas Gerais
Pioneiro na maturação de queijos com fungos naturais na casca na região do Serro.
Pioneiro na maturação de queijos sob ação dos ácaros naturais na casca no Brasil
Pioneiro na pesquisa dos fungos naturais da casca do queijo artesanal de leite cru no Brasil em parceria com a UFLA pelo professor e pesquisador Luis Roberto Batista
Pioneiro na pesquisa dos ácaros naturais da casca do queijo de leite cru em parceria com Universidade de Santa Catarina pela pesquisadora e professora Michelle Carvalho
Primeiro produtor a premiar um queijo maturado sob ação dos ácaros no Prêmio Queijo Brasil 2017
Idealizador e fundador da Tremruá Grife do Queijo primeira loja especializada em queijo da cidade do Serro, Terra do Queijo, em 317 anos de existência.
Fundador da primeira escola artesanal do saber fazer queijo artesanal de leite cru do Brasil a Tremruá Escola Artesanal
Foi presidente da Comissão Técnica Estadual do Queijo Minas Artesanal pela Federação de Agricultura de Minas Gerais
Foi presidente da Associação dos Produtores Artesanais do Queijo do Serro APAQS
Premiado com a Medalha da Inconfidência Mineira 2018 pelo Governo Estado de Minas Gerais
Premiado pela frente da gastronomia mineira com o Prêmio da Gastronomia Mineira 2018
Premiado com o prêmio Eduardo Frieiro pelo instituto Eduardo Frieiro de Minas Gerais
Homenagens também pela Assembleia de Minas Gerais e Governo Estado de Minas Gerais

Nenhum comentário:
Faça também comentários