sexta-feira, 15 de dezembro de 2017

Conheça a Vila de Macacos

Compartilhe:

Um passeio imperdível para quem mora ou vem visitar a capital mineira é a vila de Macacos, também conhecida como São Sebastião das Águas Claras. Localizada em Nova Lima, região metropolitana de Belo Horizonte, a vila é muito visitada por ficar entre rios e belas montanhas e oferecer diversão e tranquilidade ao mesmo tempo.

     Diversas histórias justificam o nome Macacos. (fotografia acima de Andréia Gomes) Segundo funcionários do departamento de turismo de Nova Lima, “os bandeirantes portugueses chamavam de macacos os contrabandistas de ouro que usavam as trilhas da região para contrabandear o metal, com isso, a região ficou conhecida como região dos Macacos”.
Vila de Macacos. Foto: Pousada Vilarejo Plus/Divulgação
     Em 1718, foi construída a capela de São Sebastião para os moradores do local e era utilizada para as festas religiosas do lugar. A igreja foi reformada em 1801 e, depois, passou por outros reparos, sendo restaurada recentemente.
     Macacos foi povoada a partir do século XVIII, com a descoberta de riquezas no lugar. O ouro era uma delas, mas sua extração só durou até metade do século XIX, quando o metal foi se extinguindo. Depois a agricultura e o comércio foram rendendo lucros para a vila. 
      Após essa fase, Macacos foi sendo explorada por atrair o público para o turismo e para a gastronomia, com a diversidade de pousadas, restaurantes e cachoeiras. Um exemplo é a cachoeira de Macacos, formada por um salto único de aproximadamente 2 metros de altura.(fotografia acima e abaixo de Guido Berkholz)
     São Sebastião das Águas Claras tem suas qualidades e se difere de todos os outros locais de Nova Lima por preservar até hoje algumas construções da época colonial.
Como chegar
De carro: Pela Av. Nossa Senhora do Carmo - BR 040 sentido Rio de Janeiro. Entrar à direita, logo após a placa que indica a Mineração MBR, km 25.
De Ônibus: Ônibus 3915 - São Sebastião das Águas Claras
Fonte da matéria, exceto fotos:http://www.belohorizonte.mg.gov.br/node/33089

Um comentário:
Faça também comentários