Arquivo do blog

Tecnologia do Blogger.

quarta-feira, 27 de dezembro de 2017

Conheça Cristina: a cidade da Imperatriz

(Por Arnaldo Silva) Cristina é uma pequena, aconchegante e charmosa cidade no Sul de Minas Gerais. Tem sua origem nos meados do século XIX. Foi fundada em 19 de junho de 1850. A cidade é conhecida como cidade imperatriz por ter seu nome em homenagem a imperatriz Teresa Cristina, esposa de Dom Pedro II, Imperador do Brasil. Quem nasce em Cristina é cristinense. Está a 1025 metros de Altitude e 416 km de Belo Horizonte. Sua população estimada em 2019 era de 10.482 habitantes.
           A cidade está localizada no sul do Estado. Faz divisa com os municípios de Maria da Fé, Dom Viçoso, Carmo de Minas, Olímpio Noronha, Pedralva, Conceição das Pedras.        
            A cidade se chamava anteriormente de Espírito Santo dos Cumquibu. Quem sugeriu a mudança desse nome para o de Cristina foi Joaquim Delfino Ribeiro da Luz, que nasceu no município, era Conselheiro e tinha influência na Corte Imperial, tendo também ocupado os cargos de Vice-presidente e Presidente Interino da Província de Minas Gerais e o de Deputado Geral do Império, além de ter sido presidente da Câmara de Vereadores. Foi ele que organizou a vinda à cidade da princesa Isabel e seu esposo Conde D´Eu à cidade em 1º de dezembro de 1868. A princesa veio conhecer a cidade que homenageava sua mãe no nome. O conselheiro foi o anfitrião, hospedando a princesa em sua residência na antiga Rua Direita, hoje, Rua Governador Valadares. Além do Conselheiro, outro ilustre cristinense foi Delfim Moreira, 10º presidente da República.
          A economia da cidade de Cristina é baseada em pequenos comércios, fábricas de Equipamentos de Proteção Individual (EPI) como de luvas e equipamentos de couro, uma fábrica de batata palha, a Batatas Imperatriz e o laticínio Natalac.
          Na agricultura, Cristina se destaca na produção de cafés especiais, sendo o café produzido na cidade reconhecido internacionalmente como um dos melhores do mundo. Um de seus produtores, o agricultor Sebastião Afonso da Silva, teve seu café premiado por duas vezes consecutivas  do Cup Of Excellence (Copa da Excelência), o mais importante concurso de café do planeta, realizado anualmente pela Alliance for Coffe Excelence para identificar os cafés da mais alta qualidade do mundo. 
          Em Cristina destaca-se também a produção leiteira, atividade que envolve cerca de 200 famílias do município na produção de leite e seus derivados, de forma artesanal e para a comercialização.
          Outra riqueza do município é o turismo. O município integra o Circuito Turístico Caminhos do Sul de Minas e é servido pelas rodovias AMG-1905, MG-347 e MGC-383.
São várias e convidativas  cachoeiras como a cachoeira a da Gruta, mais frequentada pro estar bem próxima da cidade. 
          As paisagens nativas são atrativas para o visitante, com rios, nascentes,  belíssimas montanhas e paisagens maravilhosas, bem como a beleza das fazendas do município e suas construções em estilo colonial. 
          Já na cidade, o destaque são para os belos casarões e a Matriz do Divino Espírito Santo. A arquitetura das construções dos casarões da cidade tem traços do estilo barroco do século XIX e outros, com traços do estilo eclético, do século XX. São singelos, charmosos com traços arquitetônicos bem definidos e atraentes.     
          Vale a pena andar pelas tranquilas ruas de Cristina, conhecer Museu do Trem, que conta a memória da ferrovia na cidade, tendo como atração principal uma locomotiva, toda restaurada, suas belas praças e seus casarões como o Casarão dos Noronha Kauage (hoje transformado em pousada); o Casarão da família Fonseca; o Casarão da família Azevedo; Casarão da família Barcelos; o Casarão da família Alves Ribeiro; o Prédio centenário da Estação Ferroviária (hoje, transformado em Terminal Rodoviário). 
Reportagem de Arnaldo Silva, com toda as fotografias de autoria de Sandra Walsh

13 comentários:

  1. Cristina não foi fundada em 13 Maio?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Acho que 13 de maio é a data da fundação de espírito santo dos conquibos, primeiro nome dado a vila e data de comemoração de aniversário lá na Glória onde foi iniciado.

      Excluir
  2. EU NÃO ESPERAVA QUE FOSSE TÃO LINDA CIDADE DE CRISTINA ONDE EU NASCI CIDADE PRODUTIVA DE TANTA COISA BOA PRINCIPALMENTE A HISTORIA DA IMPERATRIZ TERESA CRISTINA.

    ResponderExcluir
  3. Adorei as informações sobra Cristina uma cidade produtiva e de boa gente um forte abraçoa meu amigo e irmão Rimas

    ResponderExcluir
  4. Pretendo fazer um reconhecimento de área em várias cidades de Minas e Cristina certamente já está em meu roteiro!

    ResponderExcluir
  5. realmente é uma cidade pacata e maravilhosa.Ficamos sempre na Pousada do Giovani

    ResponderExcluir
  6. Tenho um velho amigo oriundo deste belo município.
    Joaquim Alfredo Ribeiro. "ALFREDO".
    TRABALHAMOS na Fiat automóveis.

    ResponderExcluir
  7. Visitei Cristina a cerca de dois anos quando fiz um tur por quase todo Sul de Minas, realmente muito bonita e muito acolhedora. Inclusive tenho fotos principalmente junto a Locomotiva na antiga Estação Ferroviaria. Devo voltar por la em breve.

    ResponderExcluir
  8. Adorei...!!! gostaria de conhecê-la! qual pousada indica?

    ResponderExcluir
  9. Dom Marcos Barbosa, monge beneditino, escritor, poeta nasceu em Cristina.Ele e meu pai eram amigos e foi Dom Marcos quem sugeriu ao meu pai que me colocasse o nome de sua cidade natal.Dom Marcos foi uma pessoa especial, a cidade deve se orgulhar de ter sido o berço deste grande homem.

    ResponderExcluir
  10. Perdi o contato com um amigo que a família era de Cristina, meu filho seria batizado em Cristina, mas não conseguimos pela primeira vez tomei leite tirado direto da vaca, se Deus permitir voltarei à esta linda cidade.

    ResponderExcluir

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Facebook

Postagens populares

Seguidores