quinta-feira, 15 de junho de 2017

O Queijo de Ouro de Alagoa

Compartilhe:

Você vai conhecer o mais novo queijo mineiro premiado na França e sua história de coração e superação, diante das dificuldades de se produzir e comercializar queijos artesanais no Brasil.
Um queijo mineiro que entrou recentemente para o seleto clube dos melhores do mundo. É o queijo produzido na Fazenda Bela Vista, em Alagoa MG, pequeno município com menos de 3 mil habitantes, Sul de Minas Gerais.

O casal de produtores de queijo minas artesanal Renato e Thaylane, receberam 1 medalha de ouro e duas de bronze com o queijo Bela Vista, produzido na fazenda de mesmo nome, no último concurso Mondial du Fromage, realizado em Tours,  na França, em junho de 2019.

Trata-se do mais importante concurso de queijos do mundo. Entre mais de 700 competidores de 20 países, com 953 queijos disputando, o Brasil levou 56 medalhas, sendo 50 somente para Minas Gerais com medalhas super ouro, ouro, prata e bronze. 

O queijo minas artesanal gera renda e emprego para mais de 30 mil famílias em cerca de 600 municípios mineiros. É reconhecido como Patrimônio Cultural Imaterial Brasileiro pelo Instituto de Patrimônio Histórico Nacional (Iphan). (Por Arnaldo Silva)
---------------------------------------------------------------------------------------------------
A origem e historia do Queijo Fazenda Bela Vista contada pelo casal de produtores Renato e Thaylane.
Nossa história: Sr. Cláudio e Sra. Maria casaram e foram morar no sítio do pai do Cláudio. Os irmãos do Cláudio foram tentar a vida na cidade grande e outros foram para a cidade de Alagoa mesmo e no bairro Companhia no alto da montanha ficaram o casal Cláudio e Maria, que desde o início o sustento do casal vem do trabalho rural, tirando leite e fazendo o Queijo Artesanal de Alagoa todos os dias. 
O casal tive 3 filhos: Cláudia, Carolina e Renato. Hoje todos já casados. Renato foi tentar a vida na cidade grande, mas vendo que não era aquilo que ele queria para o resto de sua vida, voltou para Alagoa e foi trabalhar com seus pais na roça, tirando leite, fazendo queijo e cuidando do sítio. 
No ano de 2017 as coisas ficaram bem difíceis, os compradores do queijo que desde o início Cláudio e Maria sempre passaram os queijos para os “atravessadores” que compram o queijo do produtor e revendem, muitas vezes são os atravessadores que colocam o preço no queijo. E o preço em 2017 na época das águas estava baixo demais e dinheiro não estava dando para pagar a ração do gado e muito menos para fazer a despesa da família. A queijeira chegou a ficar com mais de 600 kg de queijos empacados sem ter para quem vender. 
Vendo a situação dos pais, Renato e sua esposa Thaylane colocaram no carro 12 peças de queijos de 5 kg cada e saíram para as cidades vizinhas, venderam 2 peças e voltaram com 10 dentro do carro. Quando Cláudio viu, ele perdeu a esperança e disse que teria que entregar os queijos por qualquer preço que pagassem pois, já não havia mais espaço para colocar os queijos na queijeira e as contas estavam acumulando. Mas para Renato e Thaylane foi só o começo. Eles estavam com o casamento marcado para o julho de 2018 e decidiram pegar o dinheiro que estavam juntando e compraram uma máquina de embalar a vácuo e investiram dinheiro também em embalagens e em rótulos. 
Devagar foram entrando nas cidades vizinhas e divulgando o queijo que passou a se chamar Queijo Artesanal de Alagoa MG Fazenda Bela Vista e com isso eliminaram os atravessadores da fazenda em pouco tempo. Começaram a participar de concursos, o 1º foi em Alagoa mesmo no ano de 2018, o queijo da Fazenda Bela Vista foi eleito o Melhor Queijo Artesanal de Alagoa, mas o casal não parou por aí, no mesmo ano foram para São Paulo e participaram do Prêmio Queijo Brasil e lá também conquistaram mais prêmios.
 No ano de 2019 receberam o convite do amigo e também produtor rural de Alagoa, Humberto, para enviar 3 exemplares do queijo da fazenda para Mondial du Fromage na França. A portadora foi a Mrly Leite do queijo Senzala de Araxá-MG. No início seria apenas mais um concurso que iriamos participar. Colocamos os queijos no correio e pronto, só ficamos sabendo que tudo tinha dado certo pelo instagram do queijo canastra e foi aí que veio a maior e melhor notícia, a Fazenda Bela Vista conquistou medalhas com os 3 exemplares de queijos enviados: 1 ouro e 2 bronze, foi muita alegria passar por tudo que passamos e ter esse reconhecimento, é tudo que um produtor rural merece. 
Essa conquista não só da Fazenda Bela Vista, mas sim de todos os produtores rurais de Alagoa que colocam a mão na massa todos os dias. É o primeiro ouro de Alagoa em um mundial de queijo. E para finalizar Renato e Thaylane realizaram o tão sonhado casamento. Fotografias de Informações enviadas pela Thaylane.

Nenhum comentário:
Faça também comentários