sábado, 24 de junho de 2017

Passeando por cidades frias do Sul de Minas

Compartilhe:

Embora o inverno comece oficialmente em junho, o frio sempre chega antes. Em maio as temperaturas já começam a cair no Estado. E nessa época do ano, uma região de Minas chama a atenção justamente pelo frio. É o Sul de Minas, principalmente nas cidades da Serra da Mantiqueira onde as temperaturas caem tanto que geadas são comuns, em temperaturas abaixo de 0 grau, como podemos ver na foto acima  de Ricardo Cozzo, um dia de frio de 2 graus negativos em Monte Verde MG. 
Algumas cidades da região da Mantiqueira são especiais, famosas pelo frio, gastronomia, vinhos, cervejas, chocolates e opções de lazer variadas. (foto acima de Ricardo Cozzo)
Vamos conhecer algumas cidades frias do Sul de Minas? 
Monte Verde 
Monte Verde (na foto acima de Marcelo Santos) é distrito de Camanducaia MG é uma dos pontos turísticos de Minas que mais cresce no Brasil. Está a 1600 metros de altitude, rodeado por montanhas e paisagens deslumbrantes. Tem uma ótima estrutura para receber o turista, com hotéis, pousadas e restaurantes de qualidade. A arquitetura de Monte Verde tem origem na Letônia, Leste Europeu sendo um dos atrativos do local, juntamente com o frio,que atrai para a cidade casais que gostam de curtir momentos especiais a dois, já que o distrito tem opções para todos os gostos, desde os mais caseiros até os que gostam de esportes radicais. Monte Verde está a 166 km de São Paulo, a 20 de Campos do Jordão e a 488 km de Belo Horizonte. 
Gonçalves
Outra opção bem perto de Monte Verde é a cidade de Gonçalves, conhecida por pérola da Mantiqueira (na foto acima da Associação Pró Turismo de Gonçalves/Divulgação). Também cercada pelas belezas da natureza, a pequena cidade tem chalés e pousadas aconchegantes no frio. 
Os turistas mais radicais também podem fazer trilhas e passeios 4x4. Os picos mais altos da cidade alcançam cerca de 2,1 mil metros de altitude, cercados por cachoeiras e as corredeiras do Rio Capivari, atrativas para esportes de aventura e pesca de truta.
A cidade também é conhecida por concentrar diversos ateliês de artesanato, que produzem peças com madeira, tecido, argila, palhas, e outros materiais da região. Mais informações podem ser encontradas no site da prefeitura.
Passa Quatro
Passa Quatro (na foto acima, de Anderson Veloso), a Casa do Chocolate) tem uma temperatura média mínima de 8ºC e máxima de 13ºC no inverno, segundo o Inmet. No inverno mais rigoroso, pode chegar a 0º C ou até menos que isso. Quem visita a cidade tem opções de passeios diversos pelas matas, cachoeiras e montanhas. Os passeios podem ser feitos de bicicleta, a pé, a cavalo, de jeep e até de trem já que a cidade tem Maria Fumaça que corta as montanhas da Serra da Mantiqueira. 
O percurso dura em média 2 horas e acontecem nos fins de semana e feriados. São duas paradas para que os turistas conheçam a história da cidade em exposições fotográficas e possam adquirir o artesanato local,oferecido nas paradas. (a foto acima mostra a Maria Fumaça de Passa Quatro. Foto da Associação Brasileira de Preservação Ferroviária/Divulgação) A cidade possui belas igrejas, restaurantes com comidas típicas. O turista pode ainda conhecer o Túnel da Mantiqueira, inaugurado por Dom Pedro II. Nesse mesmo túnel, mineiros e paulistas travaram uma sangrenta batalha na chamada "Revolução de 1932".  
Machado
Machado é considerada pelo  Inmet como uma das mais frias do Sul de Minas. Está a 381 km de Belo Horizonte. A média no inverno varia de 9,4ºC a no máximo 14,3ºC Conhecida pela cafeicultura, Machado abriga um polo do Instituto Federal de Minas Gerais. A menor temperatura registrada no município foi em em 9 de junho de 1985, quando os termômetros marcaram -1,4ºC.
A cidade é uma das maiores produtoras de café de Minas e conta também com várias atrações como o monumento do Cristo e o Lago Artificial, conhecido por prainha, inaugurado em 1981.
Machado possui também a Casa da Cultura (na foto acima da Secretaria de Turismo de Machado/Divulgação) onde contém um rico acervo sobre a história do município. Pode ser visitado de segunda a sexta-feira, de 12h às 18hs.
Quem visitar Machado no mês de agosto poderá conhecer uma das mais antigas e tradicionais festa religiosa, cultural e folclórica de Minas Gerais. A Festa de São Benedito tem mais de um século de história e acontece durante 12 dias de agosto.  
Culinária mineira com pastel de fubá é atração em Machado (Foto: Secretaria de Turismo de Machado/Divulgação)
Indo à cidade, não deixe de experimentar também o famoso Pastel de Fubá (na foto acima da Secretaria de Turismo de Machado/Divulgação), uma das principais iguarias do município. O pastel de fubá é encontrado em vários pontos da cidade e no popular Mercado Municipal. A culinária de Machado é ótima e diversificada. A cidade possui pesqueiros, pizzarias, comida oriental e comida tradicional de Minas. 
Caldas

 Caldas (na foto acima de Joelmir Barbosa) é uma das cidades mais antigas de Minas Gerais. É conhecida nacionalmente pela sua culinária, principalmente quitandas diversas. Todos os anos a cidade promove a Festa do Biscoito que atrai turistas de toda a região e de vários estados do Brasil. Caldas também é uma das pioneiras na produção de vinhos em Minas. 
O município possui belas paisagens, cachoeiras, montanhas, grutas, cavernas, formações rochosas e água medicinal, que fica no distrito de Pocinhos do Rio Verde.  A Pedra Branca e a Pedra do Coração suas duas paisagens lindas de Caldas que merecem ser visitadas. Na Pedra do Coração tem a capelinha de Santa Bárbara (na foto acima de Joelmir Barbosa), singela e bem simples.  
Maria da Fé
É a cidade mais fria de Minas segundo o Inmet. A média mínima no inverno é 5,4ºC e máxima de 10,1ºC.  A menor temperatura registrada no município, segundo o Inmet, foi em 21 de julho de 1981 quando os termômetros marcaram -8,4ºC. Nos últimos invernos as temperaturas estão sempre próximas do 0 grau ou abaixo. 
Maria da Fé é a pioneira na produção de azeites na Serra a Mantiqueira. Através da Epamig foi a responsável por introduzir as oliveiras na cidade e na região da Mantiqueira. São azeites de alta qualidade, reconhecidos internacionalmente. (foto acima de Rosane Vidinhas)
Um atrativo para os turistas no inverno são as cerejeiras que foram plantas após a desativação da linha férrea na cidade. As cerejeiras seguem o trajeto da linha. (na foto acima de Leonardo Bueno)
O entorno da cidade o visitante se depara com paisagens de tirar o fôlego. O Pico da Bandeira (não é o de Alto Caparaó MG) é um dos mais visitados, bem como a Pedra do Pedrão. 
A igreja Matriz de Nossa Senhora de Lourdes é um espetáculo. Vale a pena uma visita. (na foto acima de Gislene Ras)
No mês de julho acontece na cidade o Festival de Inverno com produtos culinárias locais como o azeite, shows e bebidas e comidas quentes, já que o inverno é muito rigoroso. 

Mais cidades
Toda a região Sul de Minas é fria no inverno. Praticamente em todas as cidades da região acontece geadas no inverno com termômetros próximos de 0 grau ou abaixo como em Poços de Caldas, Marmelópolis, (na foto acima de Jair Antônio Oliveira), Paraisópolis, Sapucai-Mirim, Cambui, Alagoa, Virgínia, Itamonte, Aiuruoca, São Bento do Abade, Extrema entre tantas outras cidades, que além do frio, tem muitas belezas naturais e ótimas culinárias tipicamente mineiras. 

Um comentário:
Faça também comentários