Arquivo do blog

Tecnologia do Blogger.

quarta-feira, 12 de abril de 2017

15 distritos mineiros que vão fazer você se apaixonar - IV

(Por Arnaldo Silva) Esta é a última parte com 15 pacatos e charmosos distritos de Minas Gerais. Já fizemos três, essa é a quarta parte. Nosso Estado possui 1.712 distritos, sendo 853 cidades, que são as sedes municipais, mais 859 vilas, que são as sedes distritais. Não dá para postar todos os 1712 distritos dai selecionamos alguns. Conheça os apaixonantes distritos. 
01 - São José do Mato Dentro
São José do Mato Dentro é um atraente e aconchegante distrito de Ouro Fino, no Sul de Minas. (foto acima de Guilherme Augusto/@mikethor). O local é agradável, bem cuidado, envolto a paisagens exuberantes e com um casario charmoso e bem cuidado. Seus moradores vivem das atividades agropecuárias, de pequenos comércios, artesanato e produtos caseiros. A religiosidade está presente entre seus moradores, destacando a tradicional Festa de São José, que mobiliza a comunidade e atrai visitantes de toda a região para participarem da festa religiosa.  
02 - Santa Cruz de Monte Alverne
Rodeado por serras e belíssimas paisagens naturais de Mata Atlântica, está Santa Cruz de Monte Alverne (na foto acima de @shakalcarlos) ou simplesmente Monte Verde. É distrito de Miradouro, cidade da Zona da Mata Mineira. Monte Alverne fica a 28 km de Miradouro. Um povoado simples, de gente humilde, hospitaleira, que vive da agricultura, pequenos comércios e um variado artesanato com destaque para terços feitos à mão, santos de barro, lenços, etc. Seu casario é simples, alguns com traços coloniais e outros tradicionais, com destaque para sua igreja Matriz, dedicada a São Francisco, bem aos pés da Serra do Brigadeiro. A vida social na vila, como é comum no interior mineiro, gira em torno das festividades religiosas. A Folia de Reis é uma das mais tradicionais festas mineiras, presente no distrito. Outro evento religioso de grande importância é a festa de São Francisco de Monte Alverne, um evento religioso de grande destaque na região. Além de orações, missa, procissão e reza do terço, o evento conta ainda com barraquinhas, comidas típicas mineiras, exposição do artesanato local, shows com artistas locais e regionais
03 - Pedra da Cruz
Andradas, no Sul de Minas, é uma das mais tradicionais e importantes cidades de Minas Gerais. Rodeada por belas montanhas e paisagens deslumbrantes, de suas terras saem um dos melhores cafés do Brasil, além de plantação de uvas das vinícolas locais, já que Andradas é também conhecida como a Terra do Vinho em Minas e agora, plantação de oliveiras, se destacando em nível nacional e internacional na produção de azeite de qualidade. Seus povoados e distritos rurais são charmosos, pitorescos, aconchegantes e lindos, como o da foto acima, do Guilherme Augusto/@mikethor, o povoado de Pedra da Cruz. Além deste, conta ainda com dezenas de povoados, vilas e distritos espalhados pelas montanhas do município, com belezas de encantar os olhos.
04 - Bichinho
Vitoriano Veloso, também conhecido como Bichinho (na foto acima de Kiko Neto), é distrito da cidade histórica de Prados MG, Campo das Vertentes, sendo parte da Estrada Real. Fica a 9 km distante da sede. Sua origem é do século 18 e o distrito guarda relíquias da história colonial brasileira como casarões e igrejas, preservadas, como a Igreja de Nossa Senhora da Penha, de 1771. Destaque também em Bichinho é o artesanato de móveis, telas, bordados, crochês, tapetes, esculturas e adornos famosos e presentes nas principais lojas de artesanato do Brasil .
05 - Franceses e Cafundó
São dois distritos da pacata cidade de Carvalhos, no Sul de Minas. Franceses (foto acima Mônica Rodrigues) é um pitoresco e charmoso distrito, típico de nosso interior, com coreto, igreja, praça, casario simples, em estilo colonial e uma rica tradição culinária. Sua origem data do século XVIII, com a chegada de franceses à região em busca de ouro. Os franceses se foram, ficou a origem a história de suas presenças na região.
Já Cafundó (foto acima), se destaca pelas belas cachoeiras e lindas paisagens.  No Cafundó, é produzida a famosa Cachaça Cafundó, a base de frutas como amora, abacaxi, laranja, maracujá, jabuticaba, mel, etc. Se alguém te mandar tomar no Cafundó, pode ir. A cachaça é boa, a comida é ótima e tem ainda no local uma pitoresca pousada, com pesque pague. 
06 - Amarantina
Amarantina é um distrito de Ouro Preto, tendo sua origem no início do século XVIII.Fica situado na rodovia dos Inconfidentes, entre a sede do município (23 km) e Belo Horizonte (67 km). (foto acima da Igreja de São Gonçalo, de autoria de Vinícius Barbané) Um dos mais tradicionais distritos ouro-pretanos, Amarantina guarda relíquias da história e barroco mineiro bem como preservas as tradições folclóricas mineiras como a Festa de São Gonçalo e as Cavalhadas, que atraem visitantes de toda a região.
07 – Conceição do Formoso
Um belo, aconchegante e pacato lugar, com uma singela igreja e uma extensa praça com coreto, um casario simples, em estilo colonial e muito bem cuidado, assim é Conceição do Formoso, distrito de Santos Dumont, na Zona da Mata Mineira. O distrito fica a 32,3 quilômetros do Centro de Santos Dumont e o acesso é por estrada de terra a partir do trevo na BR-040 ou pela estrada que passa pela Ponte Preta.(foto acima de Marcos Lamas)
08 – Rodeador
Rodeador (foto acima de César Rocha) é um distrito da cidade de Monjolos, na Região Central de Minas, aos pés da Serra do Cabral. Contando com diversos atrativos, tem grande notoriedade na região devido às suas cachoeiras e belas paisagens, o que muito aguça suas potencialidades como pólo do ecoturismo. Com um povo simpático e acolhedor, suas festas e tradições recebem e convidam centenas de pessoas a visitarem esse charmoso lugarejo.
09 – Macuco de Minas 
 Macuco de Minas é um distrito de Itumirim, na Região do Campo das Vertentes (na foto acima de Ézio Donizete). O nome que faz referência ao um pássaro caracterizado por seus ovos na cor azul-turquesa, o Macuco. É um povoado relativamente grande, com cerca de 3 mil moradores que vivem da agropecuária e pequenos comércios. O charmoso distrito se destaca na região por organizar umas das maires e mais belas festas do Carro de Bois, além das festas juninas e a tradicional festa de São Sebastião do Macuco.    
10 – Tabajara
Tabajara (na foto acima de Norma Bitencourt) é distrito de Inhapim, município do Vale do Rio Doce, criado em 1962. A pacata vila tem aproximadamente 1700 habitantes que vivem de pequenas comércios e das atividades agropecuárias, com destaque para a produção de inhame.
Tem como atrativos principais a hospitalidade,  simplicidade e alegria de seu povo e o Rio Manhuaçu (na foto acima de Norma Bitencourt).A origem do nome do distrito é indigena, que no tupi-guarani significa "senhor (iara) da aldeia(taba)". 
11 – Roças Novas 
O pacato distrito de Roças Novas, pertencente a Caeté na Região Metropolitana de Belo Horizonte, se destaca pela beleza do seu casario colonial, pelas paisagens impressionantes em seu redor e hospitalidade de seu povo. Roças Novas é uma viagem no tempo. Fazendas centenárias, casarões e sobrados bem preservados que contam um pouco da historia do período Colonial da região, sua rica culinária mineira típica, além de seu povo simples, tipicamente mineiros e muito hospitaleiros.(foto acima de Leonardo Távora)
12 – São Gonçalo do Caburu
Caburu é um distrito do município de São João del-Rei mas pouco se sabe sobre sua história. A existência de uma Igreja barroca, em homenagem ao padroeiro de mesmo nome, é a única fonte de informação. Sabe-se que ela foi construída entre os anos 1720 e 1730. O nome original do distrito era São Gonçalo do Brumado, tendo sido alterado em 1923 para Caburu sem uma tradução definida, podendo ser  a junção das palavras caá (mato) + mburu (maldito) ou cab (vespa, marimbondo) + uru (caixa ou sexto). Em 1990 o distrito passou a ter o nome atual, São Gonçalo do Caburu. (foto acima enviada pelo Marcelo Melo)
13 – São Domingos da Bocaina
São Domingos da Bocaina é um distrito de Lima Duarte, na Zona da Mata Mineira. O pequeno povoado tem aproximadamente 800 moradores. O entorno do povoado é cercado por belas paisagens e pontos turísticos. Entre eles está o Corte do Fundão (na foto ao lado de Marcelo Lucinda - Sauá Turismo). Trata-se de um corte feito na pedra, no século XIX, no período da Escravidão no Brasil. Os escravos abriram esse corte no braço, com picaretas, marretas e enxadas somente. No fim, a estrada nem chegou a ser usada e nem existe mais. Ficou somente a obra, que marca um dos maiores abusos do período escravocrata brasileiro.
14 – Glaura
Glaura, também chamado de Casa Branca, é um dos mais antigos, charmosos e atraentes distritos de Ouro Preto, tendo sua origem no auge do Ciclo do Ouro, no século XVIII. (foto acima de Arnaldo Silva) Seu casario preserva os traços originais dos tempos do Brasil Colônia, com destaque para a Igreja Matriz de Santo Antônio datada de 1751 e o chafariz de Dom Rodrigo de 1782. Seus moradores, são simples, gentis, hospitaleiros e preservam com carinho suas tradições, principalmente religiosas, representadas na Festa de Santo Antônio e de Nossa Senhora do Rosário, com destaque para a dança das fitas, procissão, retretas e apresentação de bandas de músicas dos distritos vizinhos. Seus moradores vivem de pequenos comércios e da agricultura familiar, produção de doces e vinho de jabuticaba. 
15 – Quinta do Sumidouro
A origem do distrito data de 1674, quando chega à região o bandeirante Fernão Dias Paes Leme. O local escolhido pela bandeira chamava "Anhanhonhacannhuva", palavra em tupi-guarani que significa "água parada que some no buraco". Nesse lugar foi fundado o arraial de São João do Sumidouro, hoje, apenas Quinta do Sumidouro, distrito de Pedro Leopoldo MG, cidade a 40 km de Belo Horizonte. Como destaque, o distrito guarda da época das bandeiras a casa onde viveu Fernão Dias e a Capela de Nossa Senhora do Rosário, datada do final do século XVIII, sendo a terceira igreja erguida em Minas Gerais. Na foto acima a Igreja do Rosário e abaixo, a casa onde viveu Fernão Dias. (Fotos de Arnaldo Silva)
Além da Capela e da Casa do Bandeirantes, que hoje é um museu, tem nas proximidades o Parque Estadual do Sumidouro e a Gruta da Lapinha.

15 comentários:

  1. Serio que não lembraram do vale do Mucuri? Francisco Sá, São Pedro, Presidente Pena e todos outros .. triste

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Henrique Hertz ... Que matéria maravilhosa, não é mesmo!!!
      Olha que esta é a quinta lista que o site faz de excelentes distritos da querida Minas Gerais.
      Em todas, o site adverte que o Estado tem 853 municípios, mais de 1.700 distritos e muitas outras localidades. Portanto, nem todos serão retratados aqui. O QUE, OBVIAMENTE, NÃO TIRA A BELEZA E UTILIDADE DESTA EXCELENTE PUBLICAÇÃO.
      Grande abraço.
      P.S.: sou simples leitor e viajante pelas estradas de terra. Não tenho NENHUM vínculo com este site

      Excluir
  2. Já estou preparando minha aposentadoria pra morar em algum deses Distritos ou Povoados de MG. Se Deus permitir!!!

    ResponderExcluir
  3. Respostas
    1. Guardinha já foi postado em lista anterior. Esta é a quinta edição!!!
      Grande abraço

      Excluir
  4. Pontalete faz parte do Caminho de Aparecida, quem inicia em Três Pontas passa em Pontalete, para mais informações acesse o site: www.caminhodeaparecida.com.br...

    Alguns distritos dessa matéria também fazem parte do Circuito Estrada Real, acesse o site: www.institutoestradareal.com.br

    ResponderExcluir
  5. Parabéns pela matéria, realmente Minas Gerais é o Estado mais carismático, acolhedor e dos mais belos distritos do Brasil. Excelente publicação!

    ResponderExcluir
  6. paraisos onde do covid nao chega.Minas Gerais é
    surpreendente

    ResponderExcluir
  7. Esqueceram de Gaspar Lopes, município de Alfenas

    ResponderExcluir
  8. Tem milagre subdistrito de monte santo de minas..bora lá

    ResponderExcluir
  9. Parabéns! Minaas Gerais realmente surpreende.

    ResponderExcluir
  10. Distrito dos Franceses pertence ao municio de Carvalhos sul de minas,la voce encontra a quinta cachoeira mais bonita do Brasil Cachoeira da Estiva com 70 metros de queda alem de outras mais.

    ResponderExcluir
  11. Gostaria de ver distrito de Alagoas em Patos de Minas.

    ResponderExcluir

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Facebook

Postagens populares

Seguidores