terça-feira, 9 de abril de 2019

Plantação de Lavandas em Minas Gerais

Compartilhe:

A beleza e delicadeza das flores e o perfume das lavandas exalam no alto das montanhas mineiras. Mas tem lavanda em Minas Gerais? Sim, em São Bento do Abade, cidade com com cerca de 6 mil habitantes, no Sul de Minas, na divisa com os municípios de São Tomé das Letras, Carmo da Cachoeira, Três Corações e Luminárias.
O povoamento do município teve início com o Padre José Bento Ferreira de Toledo em 1752. A partir dessa época começaram a surgir outros moradores. O Padre nutria muita devoção ao "eremita" São Bento. Construiu uma capela em homenagem ao santo na fazenda Campo Belo, que mais tarde recebeu o nome de Povoado de São Bento e quando se tornou distrito, também chamou-se São Bento. Em 1945, o distrito passou a chamar-se Eremita. 
Quando o município foi emancipado, em 30 de dezembro de 1962, optou-se pelo nome original, São Bento. Como já existia outras localidades e cidades com o nome de São Bento, acrescentaram Abade, para distinguir o novo município que surgia. Assim ficou São Bento do Abade. 

As lavandas em São Bento do Abade
O clima frio, aliado à altitude das montanhas mineiras são propícias para o cultivo de lavandas.
A cultivo de lavandas em São Bento do Abade teve como pioneira a Fazenda Vitória, tradicional produtora de cafés na vizinha cidade de Três Pontas e agora, pioneira em produção de lavandas para uso terapêutico, culinário, decorativo, artesanato, para ambientes e cuidados pessoais, em Minas Gerais. 
Assim surgiu a Lavandas da Serra, com plantações de lavandas em São Bento do Abade e lojas em Três Pontas e em São Tomé das Letras, no Sul de Minas. 

A origem das Lavandas
As espécies mais usadas como ervas e para ornamentação são as Lavanda inglesa e a Lavandula angustifolia (L. officinalis). As lavandas também são conhecidas pelo nome de alfazemas. É uma das mais antigas e mais belas plantas do mundo. São encontradas em estado nativo no Mediterrâneo, Ilhas Canárias, Norte e Oeste da África, Sul da Europa, Arábia e Índia. É largamente produzida na Europa, sendo os maiores produtores a Bulgária, França, Austrália, Rússia, Grã-Bretanha e Hungria.
As lavandas são pequenos arbustos, de cor púrpura e com delicado perfume. São usadas para arranjos florais, terapêuticos, medicinais, em diversos tipos de artesanatos e até na culinária (na foto acima, Brigadeiro de Lavanda). Sua fragrância afasta a presença de insetos e parasitas. Da planta também se extrai óleos utilizados na indústria da beleza. Também, o óleo da lavanda é utilizado como antissépticos e na aromaterapia. O chá de lavanda ou de alfazema é muito consumido, mas recomenda-se não usar continuamente e sim moderadamente, por produzir excitação em dose tóxica.
A preferida das abelhas
Durante a florada, os campos de lavandas são tomados por abelhas. Isso porque as flores produzem néctar em abundância, atraindo-as em grandes quantidades. O mel que oriundo das lavandas é considerado de alta qualidade e grande valor comercial, já que é um mel de qualidade nutricional superior aos outros existentes. (Por Arnaldo Silva)
--------------------------------------------------------------------------
As fotos desta matéria foram cedidas pela Lavandas da Serra de São Bento do Abade MG. Para conhecer a Fazenda o telefone de contato é +55 (35) 3661-2937 ou pelo site http://www.lavandasdaserra.com.br/

Nenhum comentário:
Faça também comentários