terça-feira, 9 de abril de 2019

Plantação de Lavandas em Minas Gerais

Compartilhe:

A beleza e delicadeza das flores e o perfume das lavandas exalam no alto das montanhas mineiras. Mas tem lavanda em Minas Gerais? Sim, em São Bento do Abade, cidade com com cerca de 6 mil habitantes, no Sul de Minas, na divisa com os municípios de São Tomé das Letras, Carmo da Cachoeira, Três Corações e Luminárias.
O povoamento do município teve início com o Padre José Bento Ferreira de Toledo em 1752. A partir dessa época começaram a surgir outros moradores. O Padre nutria muita devoção ao "eremita" São Bento. Construiu uma capela em homenagem ao santo na fazenda Campo Belo, que mais tarde recebeu o nome de Povoado de São Bento e quando se tornou distrito, também chamou-se São Bento. Em 1945, o distrito passou a chamar-se Eremita. 
Quando o município foi emancipado, em 30 de dezembro de 1962, optou-se pelo nome original, São Bento. Como já existia outras localidades e cidades com o nome de São Bento, acrescentaram Abade, para distinguir o novo município que surgia. Assim ficou São Bento do Abade. 

As lavandas em São Bento do Abade
O clima frio, aliado à altitude das montanhas mineiras são propícias para o cultivo de lavandas.
A cultivo de lavandas em São Bento do Abade teve como pioneira a Fazenda Vitória, tradicional produtora de cafés na vizinha cidade de Três Pontas e agora, pioneira em produção de lavandas para uso terapêutico, culinário, decorativo, artesanato, para ambientes e cuidados pessoais, em Minas Gerais. 
Assim surgiu a Lavandas da Serra, com plantações de lavandas em São Bento do Abade e lojas em Três Pontas e em São Tomé das Letras, no Sul de Minas. 

A origem das Lavandas
As espécies mais usadas como ervas e para ornamentação são as Lavanda inglesa e a Lavandula angustifolia (L. officinalis). As lavandas também são conhecidas pelo nome de alfazemas. É uma das mais antigas e mais belas plantas do mundo. São encontradas em estado nativo no Mediterrâneo, Ilhas Canárias, Norte e Oeste da África, Sul da Europa, Arábia e Índia. É largamente produzida na Europa, sendo os maiores produtores a Bulgária, França, Austrália, Rússia, Grã-Bretanha e Hungria.
As lavandas são pequenos arbustos, de cor púrpura e com delicado perfume. São usadas para arranjos florais, terapêuticos, medicinais, em diversos tipos de artesanatos e até na culinária (na foto acima, Brigadeiro de Lavanda). Sua fragrância afasta a presença de insetos e parasitas. Da planta também se extrai óleos utilizados na indústria da beleza. Também, o óleo da lavanda é utilizado como antissépticos e na aromaterapia. O chá de lavanda ou de alfazema é muito consumido, mas recomenda-se não usar continuamente e sim moderadamente, por produzir excitação em dose tóxica.
A preferida das abelhas
Durante a florada, os campos de lavandas são tomados por abelhas. Isso porque as flores produzem néctar em abundância, atraindo-as em grandes quantidades. O mel que oriundo das lavandas é considerado de alta qualidade e grande valor comercial, já que é um mel de qualidade nutricional superior aos outros existentes. (Por Arnaldo Silva)
--------------------------------------------------------------------------
As fotos desta matéria foram cedidas pela Lavandas da Serra de São Bento do Abade MG. Para conhecer a Fazenda o telefone de contato é +55 (35) 3661-2937 ou pelo site http://www.lavandasdaserra.com.br/

2 comentários:
Faça também comentários
  1. Já sabia que minas é o maior produtor de café e de qualidade,maior de leite, maior produtor mineral. Produz azeite, trigo!!,feijão.....mas lavanda!!!!??...é novidade!!...bão dimais!!!!

    ResponderExcluir
  2. Só Minas mesmo pra ter tudo e agora lavanda nossa pasmei olha que conheço tudo de Minas mas sabia que Cunha interior de SP tem mas já vir de tudo as tradições comidas mas foi surpresa grande parabéns pelas informações amei esta terra querida e amada cada lugarzinho são muitos especiais pra quem procura é apaixonante

    ResponderExcluir