Arquivo do blog

Tecnologia do Blogger.

segunda-feira, 23 de maio de 2022

Senador Amaral: a cidade mais alta de Minas Gerais

(Por Arnaldo Silva) Senador Amaral faz divisa com os municípios de Cambuí, Bom Repouso, Camanducaia, Munhoz e Bueno Brandão. Está a 447 km distante de Belo Horizonte, a 171 km de São Paulo, a 94 km de Bragança Paulista, a 66 km de Pouso Alegre e a 20 km distante de Cambuí. 
          O acesso à cidade é a partir do km 895 da Rodovia Fernão Dias – BR-381, na altura de Cambuí, entrando na MG-295. (na foto acima do Arquivo da Secretaria de Cultura e Turismo de Senador Amaral, uma manhã abaixo de zero grau, em maio/2022)
          Antigo distrito de Cambuí, no Sul de Minas Gerais, Senador Amaral é uma cidade jovem. Foi elevada à cidade emancipada em 1992. Com 1496 metros de altitude, acima do nível do mar, é o município mais alto de Minas Gerais. (fotografia acima Arquivo Secretaria Municipal de Cultura e Turismo de Senador Amaral e abaixo, a Praça da Matriz, de autoria de Léo Flores)
          Além disso, Senador Amaral é o também o segundo município de maior altitude do Brasil, atrás apenas de Campos do Jordão/SP que está a 1640 metros de altitude.
O nome e origem
          Senador Amaral tem origem no final do século XIX, a partir de 1890 com a formação de um povoado no entorno da Igreja de São Sebastião, em Cambuí MG, em terras doadas pela família Borges. O lugar passou a se chamar São Sebastião dos Campos da Lagoa Grande. Adotou o nome de Senador Amaral em 1948, quando a vila foi elevada à distrito, permanecendo esse nome até os dias de hoje. (vista parcial da cidade. Fotografia da Secretaria Municipal de Cultura e Turismo de Senador Amaral)
          O nome da cidade é em homenagem a Eduardo Amaral, nascido em 16 de agosto de 1857 em Pouso Alegre MG. Foi vereador em Pouso Alegre, deputado Estadual entre 1911 e 1914 e senador entre 1915 e 1922.
Atrativos
          Cidade tranquila, pacata, com povo hospitaleiro e acolhedor, conta atualmente com pouco mais de 5.500 habitantes. (fotografia acima e abaixo: arquivo Secretaria Municipal de Cultura e Turismo de Senador Amaral)
          A cidade possui uma boa estrutura urbana, com um comércio variado, bom setor de prestação de serviços, charmosas e atraentes fazendas, pousadas, hotéis e restaurantes com comidas típicas, belezas naturais como matas nativas, campos e cachoeira paradisíacas, além de seu clima e de altitude, que a torna uma estância climática.
          Tem no setor agropecuário a base de sua economia, destacando-se as culturas do morango, brócolis e batata, além de ser um dos grandes produtores de flores e frutas vermelhas, graças a riqueza de seu solo. (foto acima: arquivo da Secretaria Municipal de Cultura e Turismo de Senador Amaral)
Baixas temperaturas
          Além disso, é uma das cidades mais frias de Minas Gerais e do Brasil, com invernos rigorosos, abaixo de zero grau nos dias mais frios entre maio, junho e julho, que muda totalmente a paisagem do município.
          Para quem ama o frio, é uma das cidades mineiras mais atrativas. O inverno em Senador Amaral se iguala ao de Maria da Fé, Barbacena, Alto Caparaó, Gonçalves, Bueno Brandão e Marmelópolis, cidades mineiras consideradas as mais cidades frias do estado. (Fotografia acima e abaixo do Arquivo da Secretaria de Cultura e Turismo de Senador Amaral).
          Mesmo com temperaturas negativas e fortes geadas, nessas cidades só não neva devido o bloqueio das frentes frias pela massa de ar seco que predomina em Minas Gerais, durante o inverno. Essa massa de ar seco tem como característica principal a baixa umidade, o que dificulta com isso a ocorrência de neve em Minas Gerais.
Atrativos
          Entre os atrativos de Senador Amaral está o mirante da Pedra dos Garcias, a Pedra da Onça, a Cachoeira 3 Irmãos, a Cachoeira do Luís, a Cachoeira dos Avestruzes, a Matriz de Nossa Senhora da Conceição, o artesanato, os queijos e doces, Apiário Flores da Serra.
          Além disso, o visitante tem a oportunidade de conhecer plantações com diversidades de flores produzidas no município como orquídeas, astramélias e cravos. São campos de flores e mais de 3 mil estufas, além de plantações de morangos, framboesa, amora e blue berry (mirtilo).
O Vale do Egito
          É um pitoresco e inusitado complexo turístico formado por torre com uma vista em 360 graus, conhecida como “Castelinho”, que lembra as torres de antigos castelos, esfinge e enigmáticos túneis em estilo egípcio, construídos abaixo de uma serra. (foto acima e abaixo arquivo: Pousada Castelinho/Divulgação)
          São construções inspiradas na arquitetura do Vale dos Reis, do antigo Egito. O Vale dos Reis do Egito é um complexo de túneis, escavados entre montanhas. Esses túneis era passagem para tumbas, construídas para os faraós e nobres egípcios, entre os séculos XVI e XI, a. C.
          Inspirado no Vale dos Reis no Egito, foi construído em Senador Amaral, no Sul de Minas, seguindo o estilo egípcio. Da entrada principal, até a saída, são 210 metros de túneis. No trajeto, podem ser vistos os espaços para as tumbas, onde eram colocados os faraós e nobres. Para percorrer todo o trajeto, é necessário lanterna e guia. (Fotografia acima e abaixo arquivo da Pousada Castelinho)
          O projeto foi executado pelo proprietário da Fazenda, José Francisco Campos, o “Seu” Campos. A inspiração surgiu quando “Seu” Campos visitou o Egito, há décadas atrás.
          Apaixonado pela cultura e arquitetura desse país africano, idealizou em sua fazenda, construções que lembrasse o Egito antigo, principalmente do Vale do Reis. Com o Sr. Campos veio profissionais do próprio Egito para projetarem a obra, que se iniciou na década de 1980 e concluída, mais de 15 anos depois, já no final da década de 1990. (foto acima arquivo: Pousada Castelinho/Divulgação)
          A casarão sede da fazenda, onde no entorno estão as construções egípcias, foi transformado numa pousada, com o nome de Vale dos Reis, o mesmo nome do Vale dos Reis egípcio, mas é popularmente chamada de Pousada Castelinho (na foto acima. Arquivo Pousada Castelinho/Divulgação).
          Além de uma excelente infraestrutura, com quartos espaços confortáveis e requintado, aceita-se camping na área próxima ao Castelinho. Fotografias acima da Pousada Castelinho/Divulgação)
          É a oportunidade de conhecer um pouco da história, cultura e arquitetura egípcia, sem sair de Minas. (fotografia acima e abaixo, interior da Pousada Castelinho/Divulgação)
          Em Minas Gerais está um pouquinho da cultura e arquitetura egípcia.
          Conheça Senador Amaral, terra de gente amiga, hospitaleira e acolhedora!

0 comentários:

Postar um comentário

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Facebook

Postagens populares

Seguidores