quinta-feira, 19 de setembro de 2019

O Vale do Jequitinhonha

Compartilhe:

O Vale do Jequitinhonha é dotado de exuberante beleza natural, cultural, artística e patrimonial com traços sobreviventes da cultura indígena, africana e influências da colonização europeia.
Contemplar as riquezas culturais do Vale do Jequitinhonha é comungar das ambiências, da historicidade dessa gente; é sentir o clima semi-árido e se ver como parte do meio; é sentir o calor humano, é olhar a fé daquela senhorinha que se ajoelha todo santo dia para pedir bênçãos a Deus para que sua família não sofra com a falta de oportunidades; é sentir o calor do abraço da mãe que recebe seu filho depois de anos fora de casa, é sentir o acolhimento quando recebem em suas casas, visitantes para as festas tradicionais.
Conhecer a cultura dessa gente é respeitar o tempo, o espaço e os anseios do povo desta região.
As histórias estão no assoalho da madeira sujo de picumã- fumaça de fogão à lenha, a história está na roda de fiar jogada no paiol, a história está na gamela onde eram amassados quilos e mais quilos de goma escaldada para fazer biscoito; sim, a história está nas chaves e cadeados das portas grandes, está na imagem do padroeiro que protege as casas simplórias, porém aconchegante, que a família cuida com tanto zelo.
Os relatos da vida cotidiana estampam os poemas trazidos neste livreto. Os poemas estão no humilde café na casa do homem do campo; os poemas estão nas mãos calejadas, na devoção e na dedicação do povo em manter viva a tradição herdada de seus antepassados. “A história somos todos nós”. 
Texto e fotografias de Ernani Calazans, artista plástico e professor no IFNMG em Araçuaí MG

Nenhum comentário:
Faça também comentários