terça-feira, 21 de março de 2017

As características dos principais queijos mineiros

Compartilhe:

Nos mercados brasileiros encontramos diversos tipos de queijos.(na foto acima, queijos mineiros, meia-cura, feitos por Marília Marquez Lino) Verdadeiras tentações que ninguém resiste. Compra logo o que mais lhe agrada. A maioria opta pelo queijo Minas, é o mais popular, tem a massa massa bolo e a cor bem branca. É um queijo para consumo rápido. Quando é para fazer bolos e biscoitos, preferem o queijo curado. Há uma crença errada que queijo para comer é o frescal e para fazer quitandas, o curado. 
O Queijo Minas frescal é mais um tipo de queijo, mais uma receita de queijo, o mais popular e o mais acessível financeiramente, produzido não apenas em Minas, mas em outros Estados.Sua origem é mineira, por isso o nome, mas a receita se popularizou no Brasil inteiro. 
(na foto ao lado de Jerez Costa o famoso Queijo D´Alagoa. Produzido na Serra da Mantiqueira a 1522 metros de altitude é um dos mais premiados no Brasil e no mundo, medalha de prata e bronze no último Mondial du Fromage, na França. Seu sabor é levemente picante e gosto forte, intenso e persistente na boca. Tem o aroma de ervas frescas e lácteos. Sua casca é lisa, com coloração amarela com mofos brancos.)
Já o queijo especial, requer mais preparo e tempo maior de maturação que pode ser de 25 dias, 45, 60, 90, 120 e até 180 dias e não são iguais, nem um pouco. Cada região de Minas produz um queijo com características específicas, com tamanhos, sabores e texturas diferentes. Essas características são influenciadas pelo clima, pastagens, altitudes, manejo do gado leiteiro e as bactérias agentes no processo de produção dos queijo..Por isso que nenhum queijo especial mineiro é igual ao outro. Isso se chama terroir (terruá na pronúncia) termo de origem francesa usado quando os produtos adquirem as características locais.
Você vai conhecer os queijos das principais regiões queijeiras de Minas, queijos premiados e valorizados pela qualidade. Serro, Canastra, Araxá, Serra do Salitre.
Queijo do Serro
A massa é bem homogênea, com coloração clara, consistente,  macia e sem rachaduras. Possui maior acidez em relação aos outros queijos.Quando curada, ganha uma crosta amarela e dependendo do tempo de cura, uma rígida crosta marrom. (foto acima de Tiago Geisler)
Queijo da Serra da Canastra
Produzido há mais de duzentos anos, é o melhor queijo do Brasil e um dos mais premiados do mundo. É um tipo de queijo em que se pode dizer claramente, é único. Não tem igual em lugar algum do mundo. Sua massa é densa e encorpada. Tem um sabor forte e meio picante. Sua casca  rígida, lisa, ligeiramente oleosa, com coloração amarelada e alguns mofos brancos. (foto acima de Arnaldo Silva) 
Queijo Araxá
Sua massa é densa, sem furos e com sabor picante. A casa é lisa e coloração amarelo claro. (foto acima de Luis Leite)
Queijo da Serra do Salitre
É fácil ser identificado. O queijo é cremoso, com sabor suave. Na Serra do Salitre se produz os queijos fresco, meia-cura e o curado, sendo o mais famoso, o tipo Imperial que é envolto a uma resina preta, amarela ou vermelha para proteger e manter a qualidade e o sabor do queijo. (Na foto, queijo Terroir Mineiro Premium e Meia Cura do Seu João, um dos maiores produtores de queijo da Serra do Salitre/Divulgação)
Deu para entender um pouco do universo do queijo mineiro? Na hora da compra, lembre desses detalhes e saboreie à vontade. São queijos de primeira, premiados não só no Brasil, como no exterior. (Por Arnaldo Silva)

Nenhum comentário:
Faça também comentários