Arquivo do blog

Tecnologia do Blogger.

sexta-feira, 10 de março de 2017

Conheça Curvelo: a Terra de São Geraldo

(Por Arnaldo Silva) Curvelo, cidade da região Central de Minas, distante 170 km de Belo Horizonte se destaca no Estado por sua religiosidade, história e localização privilegiada, já que é servida pela rodovia BR-040, que faz ligação da cidade a Belo Horizonte e Brasília e com a BR-135 e Rio-Bahia e BR-259, dando acesso de Curvelo a Diamantina e Serro, duas importantes cidades históricas mineiras. (na foto abaixo de Giselle Vieira, a Basílica de São Geraldo)
          Curvelo faz divisas com os municípios de Cordisburgo, Corinto, Felixlândia, Morro do Garça, Papagaios, Paraopeba, Pompéu, Presidente Juscelino, Santana do Pirapama e Santo Hipólito. Tendo sido "Cidade Mãe", que deu origem a diversos municípios da Região Central, anteriormente distritos de Curvelo como Morro da Garça, Inimutaba, Presidente Juscelino e Santana de Pirapama, dentre outros. 
          Segundo o IBGE, em 2019, Curvelo contava com 80.129 habitantes. A cidade é uma das mais bem colocadas no ranking das cidades pequenas do Brasil com melhor desenvolvimento econômico, estando em 14º. (fotografia acima de Sérgio Mourão)
          Fundada em 16 de março de 1720 e emancipada em 13 de outubro de 1831, seu nome de Santo Antônio da Estrada, tendo seu nome mudado para Curvelo graças a um de seu mais ilustre morador, o padre Antônio de Ávila Curvelo. 
Hoje, a cidade tem no turismo um dos grandes fomentos de sua economia, por sua arquitetura e o turismo religioso. (fotografia de Wellington Diniz)
          O solo curvelano guarda reservas minerais de Ardósia, Calcário, Zinco, Cristais e Quartzo. Sua economia é baseada em pequenos comércios e indústrias e principalmente na agropecuária. 
          Curvelo é uma das cidades mais arborizadas de Minas, com belas praças, jardins, além de sua vegetação ser típica de Cerrado a culinária com os frutos do Cerrado, como o Pequi, araticum, cagaita, bacupari, jatobá, mangaba, etc, estão presente licores, doces, compotas, geleias, em pratos doces e também em garrafadas com folhas e raízes de plantas medicinais do Cerrado. 
          A presença de frutos típicos do cerrado se faz notar na culinária, onde encontra-se com facilidade nas feiras e restaurantes da cidade pratos, doces e salgados, como arroz com pequi, licores, galinhada com pequi, geleia, etc,  feitos com pequi, cagaita, jatobá, araticum , mangaba, etc, além de garrafadas com chás de folhas e raízes dos frutos medicinais do Cerrado.(na foto acima, jatobá e cagaita fotografada por Arnaldo Silva)
         O grande destaque de Curvelo é sua religiosidade é a fé em São Geraldo, quando a cidade recebe uma média de 100 mil romeiros vindos de todo o Brasil para participarem da Oitiva, a Festa de São Geraldo que acontece entre 31 de agosto, se estendendo até 8 de setembro, na única basílica exclusivamente dedicada do santo italiano existente no mundo (na foto acima de de Giselle Oliveira, o interior da Basílica), construído em 1906 por missionários redentoristas holandeses.
          Outro destaque na cidade é o Forró de Curvelo, evento que acontece em julho de cada no que atrai multidões vindas de todo o Brasil para a cidade para acompanhar a festa, que acontece em praça pública, com muita barraquinha, comidas típicas e shows com artistas famosos. Nessa época, a população da cidade de mais de 80 mil habitantes, chega a dobrar. 
          A bela arquitetura da cidade e o charme do casario colonial de Tomaz Gonzaga, seu distrito, a Lapa do Mosquito,  umas das várias grutas da região exploradas pelo dinamarquês Peter Wilhelm Lund,  Curvelo tem ainda como atrativos o Centro Cultural de Curvelo, funcionando no prédio da antiga estação ferroviária; a Matriz de Santo Antônio, do século XIX, com seu alta-mor entalhada pelo escultor Chico Entalhador (na foto acima de Wellington Diniz), O Parque de Exposição Ernesto Salto, palco da tradicional Exposição Agropecuária e Industrial de Curvelo; a Praça Voluntários da Pátria (Praça da Basílica); a Praça Central do Brasil; Praça Benedito Valadares; a Praça Tiradentes; a Feira do Bairro Bela Vista; o Estádio Salvo Filho; o Clube Recreativo Curvelano (Sede Campestre) e a Feira da Estação. 

Um comentário:

  1. Curvelo e a cidade que eu mais gosto de visitar por dois motivos a basílica de São Geraldo e por ser a cidade mais linda que conheço

    ResponderExcluir

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Facebook

Postagens populares

Seguidores