Tecnologia do Blogger.

domingo, 5 de março de 2017

15 apaixonantes distritos mineiros - PARTE III

Esse pitoresco local é o Distrito de Campina, pertencente a Aiuruoca MG, no Sul de Minas. Lugar calmo, pacato, de povo bom e hospitaleiro. Muito bem cuidado, limpo e com belas paisagens em seu redor, é um dos locais mais agradáveis da região. (fotografia abaixo de Jerez Costa)
Fizemos uma primeira matéria com 15 pacatos e charmosos distritos de Minas Gerais, depois a segunda. Está é a terceira parte.  Nosso Estado é tão grande e tem tantos lindos povoados que fizemos uma segunda matéria, com outros 15 encantadores distritos. Agora estamos na terceira publicação. Mais 15 pacatos e charmosos distritos para você se encantar. Minas Gerais possui 1.712 distritos, sendo 853 cidades, que são as sedes municipais, mais 859 vilas, que são as sedes distritais. Não dá para postar 1712 distritos num matéria. 
01 - Engenho do Ribeiro
O Engenho do Ribeiro é um distrito da cidade de Bom Despacho no Centro Oeste de Minas. O nome tem origem na família Ribeiro, que adquiriu terras onde está hoje o a vila. Na fazenda eram produzidos leite, queijo, milho, arroz, feijão, café, doces, rapadura, açúcar e cachaça. A fazenda se tornou famosa na região e com isso, pessoas começaram a chegar para trabalhar ou mesmo adquirir produtos da fazenda para serem revendidos. Com o passar do tempo, casas e mais pessoas foram surgindo, dando origem a um povoado e posteriormente, em 1948, foi reconhecido como distrito. 
Hoje vivem no Engenho do Ribeiro cerca de 2.500 moradores  que vivem de pequenos comércios, do artesanato, da produção de doces caseiros tendo como destaque os doces da Dona Judite, queijos, requeijão feitos pela Dona Esmeralda e cachaça, além da agropecuária, principalmente leiteira. Outro destaque no distrito é a fabricação de moveis em madeira maciça como mesas, cadeiras, janelas e portas em fábricas instaladas no distrito. Destaque ainda para a Festa de Santa Rosa de Lima, que acontece geralmente em setembro, com desfile de carros de bois, uma das mais antigas tradições do Centro Oeste Mineiro. 
02 – Pedra Menina
A 36 km do centro de Rio Vermelho (município a 325 km de Belo Horizonte, na Serra do Espinhaço), está o lindo distrito de Pedra Menina. Lugar acolhedor, de gente hospitaleira, uma culinária deliciosa, e seus pontos mais fortes, os atrativos turísticos. Situada ao pé da serra, com lindas cachoeiras, e grutas, para os turistas aventureiros que gostam de caminhada de aventura, entre pedras e água, e ao final se desfrutar de cachoeiras com cerca de 50 metros de altura, com água límpida e cristalina! Para os que procuram a calmaria e a ruralidade, passeios a cavalo com guia, deslumbrantes paisagens, com vistas panorâmicas, de encher os olhos. Um outro local em Pedra Menina, que não pode deixar de ser visitado é a Gruta de N.S. de Lourdes, local de peregrinação, orações, e uma beleza impar, com uma nascente de água aos pés da gruta. Pedra Menina já está estruturada com hotel, pousada, restaurante, e tudo mais para o bem estar dos turistas. E muita, mais muita história pra contar, inclusive sobre o "Muro dos Escravos", que fica na Vargem dos Anjos, no Poço do Alamão, outro local de extrema beleza, para os amantes da caminhada ecológica, se depararão com uma maravilhosa Cachoeira, ao final.(Texto e foto enviado por de Rodrigo Leal)
03 – Martins Guimarães
Martins Guimarães é distrito de Lagoa da Prata, no Centro Oeste de Minas, distante 200 km de Belo Horizonte. O povoado foi formado com o surgimento da Rede Ferroviária no local, com estação para trens de passageiros. Seu nome tem origem num vendedor de nome Martins Guimarães, que percebendo a chegada da linha férrea na região, resolveu ficar e montar uma pequena venda, que atendia a todos da região. A venda se tornou popular, conhecida como Venda do Martins Guimarães e assim ficou o nome do local. (foto acima e abaixo de Arnaldo Silva) 
Seu casario é pitoresco, em estilo colonial e recentemente, a comunidade decidiu reformar todo o casario da vila, que hoje lembra mais um presépio de tão linda que é. Além do casario, da linha férrea com os trens de carga que cortam a vila, da antiga Estação Ferroviária, há em Martins Guimarães uma indústria de cosméticos, pousada, restaurante e paisagens maravilhosas, principalmente às margens do Rio Jacaré. O lugar é de um sossego e de uma paz incrível e seus quase 400 moradores são amigáveis, gentis e muito hospitaleiros. 
04 – São Bartolomeu
Uma acanhada joia barroca do século 18. Assim pode ser descrito São Bartolomeu, um charmoso distrito de Ouro Preto.(fotografia abaixo de Arnaldo Silva). Cortada pelo Rio das Velhas, a cidade, que fica a 97 km da capital mineira, ostenta belíssimas cachoeiras.
São Bartolomeu é o mais antigo distrito de Ouro, nasceu antes mesmo da sede. A pacata vila é tipicamente interiorana, mineira de alma e charmosa. Seus casarões e casas em estilo barroco são preservados e bem cuidados, bem como sua Matriz, a Igreja Matriz de São Bartolomeu e a de Nossa Senhora das Mercês, no topo de uma serra, com vista para todo a vila. É em São Bartolomeu que surgiu a tradicional e legítima goiabada cascão. Passando pelas ruas do distrito, pode-se sentir o doce cheiro da goiabada exalando dos fogões a lenha das cozinhas. A tradição na fabricação de doces e artesanato é tanta que a Festa da Goiabada de São Bartolomeu, que acontece no período da colheita da goiaba, em abril de cada ano. É um dos mais importantes eventos gastronômicos de Minas Gerais. 
05 – Ravena
Ravena (na foto acima de Sérgio Mourão) é um dos mais antigos distritos de Sabará MG, cidade histórica mineira a 20 km da Capital. Sua arquitetura é colonial e barroca, em destaque para  Matriz de Nossa Senhora da Assunção, do século XVIII. A economia no distrito gira em torno de pequenos comércios, do artesanato, da torrefação de café e beneficiamento de leite. 
06 – Sarandira
Sarandira (foto acima de autoria de Márcia Valle) é um distrito do município de Juiz de Fora na Zona da Mata Mineira. Situado a sudeste da sede municipal, possui área de 103,8 km². Liga-se à sede municipal através de estradas vicinais não pavimentadas e da BR-267. O distrito foi fundado com o nome de Sarandy, em 7 de janeiro de 1880, pela Lei Provincial n° 2627, passando a chamar-se Sarandira em 31 de dezembro de 1943 pelo decreto-lei estadual n° 1 058.
07 – Piedade do Paraopeba
Piedade do Paraopeba (foto acima de autoria do Barbosa) é um distrito de Brumadinho e está localizado ao Sul de Belo Horizonte, no sopé da histórica Serra da Moeda, no município de Brumadinho. Distando cerca de 55 quilômetros da capital, o acesso é pela BR - 040.Da Sede de Brumadinho, o distrito dista cerca de 20 quilômetros e o acesso é pela Estrada Municipal. Mesmo localizada tão próxima à capital, a região se mantém muito bem preservada, a exemplo do Parque Estadual do Rola Moça, recém implantado.
Hoje, todo o entorno do Distrito, passa por muitas transformações, mas ainda preserva áreas de mata atlântica e se prepara para receber turistas, mostrando sua história, cultura e as belezas e riquezas naturais.
Pela data da chegada dos bandeirantes nesta região,por volta de 1674, a Vila de Piedade do Paraopeba é mais antiga que Ouro Preto, Mariana, Sabará e todas as outras cidades históricas de Minas Gerais. O distrito possui uma igreja pré-barroca, do período missionário – jesuítico, inaugurada em 1713.
Em Piedade do Paraopeba, a devoção a Nossa Senhora da Piedade remonta às primeiras décadas do século XVIII. A imagem original que ocupa o altar mor da atual Matriz, entalhada em madeira, foi adquirida em Portugal em 1731. Chegou ao antigo arraial em uma liteira e ocupou seu lugar de honra na singela capelinha que se transformaria mais tarde numa das imponentes edificações religiosas da arquitetura colonial mineira, das primeiras décadas do século XVIII.
08 – Santo Antônio do Rio das Mortes Pequeno
Santo Antônio do Rio das Mortes Pequeno (na foto acima de Erismar Nepomuceno) é um distrito do município de São João del-Rei, na Região do Campo das Vertentes. Seu nome era Rio das Mortes da década de 1930 até o resgate do histórico nome Santo Antônio do Rio das Mortes Pequeno em agosto de 2007. Sua ocupação data do século XVIII. Foi neste distrito que nasceu Francisca Paula de Jesus Isabel, "Nhá Chica" (São João del-Rei, freguesia de Santo Antônio do Rio das Mortes Pequeno, 1810 — Baependi, 14 de junho de 1895), é uma leiga brasileira considerada beata pela Igreja Católica. O distrito industrial de São João del-Rei está localizado neste distrito.
09 - Altamira
Altamira (foto acima do Barbosa) é um distrito da cidade de Nova União, a 55 km de Belo Horizonte. É um povoado tipicamente mineiro, conhecido por suas plantações de banana. Sua gente é bem simples e um povo amável e hospitaleiro. Um lugar bonito, rodeado por serras, campos e cachoeiras como a Cachoeira Alta com 140 metros de queda, que fica a 150 metros do Poço dos Presidentes, um local de água limpa e bem cristalina
10 - Acurui
Acurui é um distrito da cidade de Itabirito, distante 60 km de Belo Horizonte. De Itabirito a Acurui são 25 km. (foto acima de Thelmo Lins) É um dos mais antigos distritos de Minas, tendo surgido no século XVII graças a presença dos tropeiros e bandeirantes em busca do outro. O distrito tem história e belezas naturais.  Por seus caminhos e ruas do povoado o visitante encontrará construções antigas, do período colonial e relíquias de nossa história. Os moradores do povoado tem vocação muito forte para o artesanato, que é também um dos atrativos do local.
11 – São João Batista da Canastra
São João Batista da Canastra ou simplesmente Arraial da Canastra (na foto acima, arquivo da pousada Estalagem da Canastra, cedida por Roberto Lázaro), é distrito de São Roque de Minas, na região Sudoeste do Estado. Possui aproximadamente 150 habitantes, algumas ruas, igreja, um pequeno comércio, pousadas e um povo tranqüilo, acolhedor e hospitaleiro. É um dos lugares preferidos por ciclistas, jeepeiros, motoclistas e trilheiros. O distrito está próximo a uma das portarias do Parque Nacional da Serra da Castra, além ser rodeado pelas belezas da Serra da Canastra, entre essas belezas a Cachoeira do Jota e Cachoeira do Lava Pés. Está próxima também de duas das mais belas cachoeiras da Canastra: a Cachoeira da Parida e a do Fundão. O distrito iica a 50 km do centro de São Roque de Minas. 
12 – Garças de Minas 
Em março de 1916, foi inaugurada a Estação Garças de Minas (foto acima de Aender Mendes), em Iguatama,Oeste do Estado. A Estação estava inserida no projeto governamental de ligar Angra dos Reis ao Sul de Goiás pela ferrovia. Com o passar dos anos, em volta da Estação foram construindo casas para os funcionários e outros moradores, bem como pequenos comércios foram surgindo e  Garças de Minas acabou virando um distrito. 
Conta hoje com uma malha viária intensa, de trens de cargas sobre a responsabilidade da Ferrovia Centro Atlântica. (foto acima de Aender Mendes) O projeto de trens de passageiros foi abandonado no Brasil. Ficou esse e charmoso distrito e sua história. O prédio da Estação é tombado como patrimônio histórico do Município de Iguatama.
13 – Chapada 
Chapada é distrito de Moema, na região Centro Oeste de Minas. (na foto acima, de Arnaldo Silva, a Praça da Matriz do Distrito). No distrito vivem cerca de 800 habitantes. A Chapada tem igreja, ruas asfaltadas, pequeno comércio, antigas vendas e botecos pitorescos, escola e uma história antiga, conhecida por todos os moradores do distrito e região, que é a “A luz da Chapada”. Trata-se, de uma luz que aparece de vez em quando no local, que já assustou muita gente. O fenômeno sobrenatural já assustou muita gente ao longo de décadas e até hoje provoca medo em alguns e intriga a mente do povo. 
14 – Capivari
O pacato e tranquilo distrito de Capivari (na foto acima de Tiago Geisler), pertence ao Serro MG, Alto Jequitinhonha é um dos lugares abençoados pela natureza. O casario é simples, em estilo colonial, a culinária local é excelente e bem mineira. Seu povo muito hospitaleiro. Pelas estradas de terra do distrito passam turistas a caminho da Cachoeira do Tempo Perdido, uma das atrações da região e para o Parque do Pico do Itambé. 
15 – Mercês de Água Limpa
Mercês de Água Limpa (foto acima de André Saliya) é distrito  com 4 mil habitantes, pertencente ao município de São Tiago, a Capital Nacional do Biscoito, no Campo das Vertentes. Seus moradores vivem do extrativismo, da agropecuária, de pequenos comércios e produtos artesanais. Tradicional e rico em Cultura, em Mercês de Água Limpa as tradições culturais mineiras como a Folia de Reis e Congado são preservadas. Antes da data oficial do Carnaval, acontece no distrito o tradicional Carnacapela, com a presença de foliões da região. Já no mês de setembro, acontece a Festa de Nossa Senhora das Mercês, padroeira do distrito. Além da religiosidade nos dias da festa tem barraquinhas, leiloes e apresentação de bandas musicais.
Fontes das informações: IBGE, Prefeituras locais e Wikipédia

22 comentários:

  1. Olá! Estou adorando essas matérias sobre os belos distritos mineiros! Gostaria de deixar uma sugestão caso resolva publicar a parte IV: Babilônia, distrito de Delfinópolis, região sudoeste de Minas.

    ResponderExcluir
  2. parabenizo pela publicacoes, sugestao publicar cidades abaixo de 20 mil,muitas sao lindas com nova era antiga sao jose da logoa.

    ResponderExcluir
  3. Embora tenhamos em CATIARA, Distrito de Serra do Salitre -MG, uma riquíssima história, desde 1910 e termos riquezas naturais exuberantes termos, em nossa região, terra Boa gerando frutos valorosos Como café, trigo, milho, feijão e outras tantas farturas, sentimo-nos envergonhados, pois o descaso político provocou estragos irreparáveis, por mtos anos.
    Hoje, CATIARA, alimenta a esperança de dias melhores, acreditando q as novas gerações, indignadas, façam por Catiara.

    ResponderExcluir
  4. Parabéns,Arnaldo Silva,por essas belas postagens sobre os tesouros de Minas.Esses distritos são verdadeiras preciosidades,um convite a pegar a estrada e sair por aí,entranhando o nosso estado-diamante.Minas é pura poesia.Amo!!!!!

    ResponderExcluir
  5. Tem São José das Três Ilhas, distrito de Belmiro Braga, na zona da mata. Lindo , acolhedor e tem um dos melhores doce de leite que comi na vida.

    ResponderExcluir
  6. Faltou Conceição do formoso,distrito de santos dumont,quem conhece,quer sempre voltar.

    ResponderExcluir
  7. Pedra Menina fica no ES (Dores do Rio Preto) e não em MG. Acho que seria Paraíso, Distrito de Espera Feliz - MG, região da Serra do Caparaó.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. João Luis, se no Espírito Santo tem uma localidade com o nome de Pedra Menina, ótimo. Em Minas também, como leu ai na matéria. Fica em Rio Vermelho, a 330 km e BH, na região do Jequitinhonha, bem longe do seu ES. É fácil se informar antes achar algo. Temos o google para pesquisar e se informar. Nós somos bem informados além de conhecermos Minas Gerais. Conheça Pedra Menina de Minas, é famosa, tem uma gruta onde os cristãos peregrinam em busca de milagres. Ah, temos uma matéria sobre Pedra Azul, um lugar lindo que fica no Vale do Jequitinhonha. Não confunda com A pedra azul que fica no Espírito Santo ok? Grande abraço.

      Excluir
    2. PEDRA MENINA E O MAIOR DISTRITO DE RIO VERMELHO MG O QUAL O SECRETÁRIO DA CULTURA E TURISMO DA ÉPOCA,E FOTÓGRAFO,RODRIGO LEAL FEZ UM BELISSIMO TRABALHO NA DIVULGAÇÃO DAS BELEZAS DE NOSSO MUNICÍPIO.

      Excluir
  8. Queria ter dinheiro só pra conhecer todos os lugares de Minas Gerais.

    ResponderExcluir
  9. Conheci só Alfenas e me apaixonei....Tenho vontade de comer comida mineira, aquelas feitas em fogão a lenha que sempre vejo em reportagens...Quem sabe algum dia..Gostei das postagens.....

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Vai de motoca e não passe vontade. Obs: Não precisa ser motão

      Excluir
  10. Parabéns!! Amo Minas terra de minha mãe e conheço Januária norte extremo já divisa com a Bahia. Tenho desejo de conhecer todos citados aqui!

    ResponderExcluir
  11. Parabéns pela matéria, com certeza irei conhecer todos os que me faltam conhecer. Só faltou Lavras Novas
    Valeu

    ResponderExcluir
  12. Um Distrito mais lindo que outro o Estado que nasci muito lindo acho que vou conhecer pedra menina fica perto da minha cidade e não sabia obrigada por mostrar riquezas que existem em Minas Gerais.

    ResponderExcluir
  13. Eu que estou pensando em fugir desta merda do Rio de janeiro, quando vejo as cidades destas matérias, me até vontade de chorar! Não vejo a hora de me aposentar e ir morar em algum cidade no interior de Minas...vou esquecer que sou carioca e abandono o meu sotaque com o maior prazer!

    ResponderExcluir
  14. Faz do Distrito dos Costas, Sul de MG. Fica entre Monte Verde e Campos do Jordão. Lugar lindo.

    ResponderExcluir
  15. Mostre Piacatuba, distrito de Leopildina... muito lindo... fui muito na minha infancia e era um quase nada... hoje está lindo...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Temos aqui no portal uma reportagem somente sobre Piacatuba Graça. Dê uma olhada no tópico DISTRITOS, que encontrará.

      Excluir

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Facebook

Postagens populares

Seguidores