Tecnologia do Blogger.

domingo, 17 de julho de 2016

A florada dos Ipês Amarelos

 (Por Arnaldo Silva) Em pleno mês de agosto, no auge da estiagem, o ipê amarelo floresce. O amarelo ouro de suas flores traz vida à paisagem seca do nosso sertão e o fim de sua florada, em setembro, anuncia a chegada da primavera e das chuvas.
Das espécies de ipês existentes, o amarelo é o que mais encanta. Jânio Quadros, quando presidente da República, em 1961, declarou o ipê amarelo, da espécie Tabebuia vellosoi, como a flor nacional.  Desde então a espécie é símbolo do nosso Brasil. (na foto acima do Deividson Costa/@deividsoncosta, restaurante em São Tiago MG, com o ipê amarelo preservado durante sua construção)      
         A árvore encantadora que está está presente em versos, poemas, músicas e livros deste os tempos antigos. Está presente também na arquitetura de muitos casarões construídos no período colonial brasileiro. Pela resistência e durabilidade de sua madeira, foi largamente usada na construção de carros de bois e telhados dos casarões e igrejas dos séculos XVII e XVIII no Brasil. A espécie está presente de Norte a Sul do país. Não tem quem se extasia diante de tanta beleza.
          Da família das Bignoniáceas, a mesma do jacarandá, e do gênero Tabebuia (palavra tupi que significa pau ou madeira que flutua), porque era muito usada pelos índios para fazer embarcações, por ser uma madeira leve, não ao ponto de flutuar, literalmente, mas para navegar em águas, era como se flutuasse. (na foto acima do Evaldo Itor Fernandes, ipê amarelo em Moeda MG)
          A palavra "ipê" também é tupi e significa árvore cascuda. São 12 espécies de ipês existentes, sendo as mais comuns, além do amarelo, o branco, roxo, o vermelho, o verde, o tabaco e o rosa. Por serem cascudas, tem o primeiro nome, ipê e o segundo, atrelado à suas cores. (na foto acima do César Reis, ipê amarelo florido na zona rural de Tiradentes MG)
          No Norte, Leste e Nordeste do Brasil o nome dos ipês é "pau d´arco. Isso porque os indígenas dessas regiões usavam sua madeira para fazer arcos de flechas. Na região Centro Oeste do Brasil é conhecida por peúva, palavra em tupi que significa árvore da casca ou ipeúna, que em Tupi "ipê - una" significa preto, chamado em assim em Goiás e algumas regiões de Minas Gerais. (foto acima de Eliane Torino em Tiradentes MG)
          A florada dos ipês pode ser intensa ou fraca. Se o inicio do inverno for bem frio e o ar estiver bem seco, com certeza a florada será intensa, com flores vistosas e imensamente lindas. Caso o contrário, a florada não será muito intensa. Quantos mais flores, mais abelhas, que adoram polinizar os ipês e claro, mais sementes que são levadas pelos ventos, propagando a espécie. (na foto acima do Nicodemos Rosa, ipê amarelo florido em Pitangui MG e abaixo, de Wilson Fortunato, ipê florido em Bom Despacho MG)
          Por serem árvores cujo porte varia entre o pequeno, médio e o grande, dependendo da espécie de ipê, é largamente usada na arborização urbana, sendo essa sua função, embora sua casca, folha, ramos jovens e flores são usados na medicina popular. Mas convenhamos, os ipês floridos hipnotizam com suas cores vivas, suaves e vibrantes. Sua beleza é um completo deleite para os olhos! 

Um comentário:

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Facebook

Postagens populares

Seguidores