segunda-feira, 23 de dezembro de 2019

Cultura e turismo em Dores do Indaiá

Compartilhe:

O povoamento na região começou em no início do século XVIII. De um pequeno povoado, surgiu um arraial, posteriormente vila, em 1850 e por fim, município a partir de 8 de dezembro de 1885. Dores do Indaiá é um dos mais antigos, charmosos e pitorescos municípios mineiros, guardando relíquias de nossa história, bem como as riquezas das tradições religiosas e folclórica mineiras. 
Localizado no centro-oeste de Minas Gerais, faz parte da microrregião de Bom Despacho. Segundo o IBGE, o município conta com 13.983 habitantes. O acesso a Dores do Indaiá pode ser feito basicamente por duas maneiras: a primeira é pela parte sul do município, através da rodovia BR-262 (partindo de Belo Horizonte ou do Triângulo Mineiro) e após a cidade de Luz, se dirigindo pela rodovia MG-176; já a segunda maneira é pela parte norte, pela rodovia BR-352 e em seguida se dirigindo pela rodovia MG-176, passando pelas cidades de Abaeté e Quartel Geral.
De Belo Horizonte à Dores do Indaiá são 255 km. Já com relação aos municípios vizinhos, as distâncias são as seguintes: 36 km de Luz, 42 km de Abaeté, 27 km de Estrela do Indaiá, 26 km de Quartel Geral, 34 km de Serra da Saudade e a 90 km de Bom Despacho.
Os hábitos da população estão essencialmente pautados no campo e na religião, e portanto, a Exposição Agropecuária de Dores do Indaiá (Expodores), que é realizada todo mês de julho no Parque de Exposições Sigefredo Costa e a Festa do Rosário, realizada todo mês de agosto homenageando Nossa Senhora do Rosário, Nossa Senhora das Dores, São Benedito e Santa Efigênia, são os maiores eventos culturais e turísticos do município.
Pode-se destacar os casarões centenário da Praça Lacerda e das fazendas da cidade, os prédios da Escola Estadual "Francisco Campos", da Escola Estadual "Dr° Zacarias", da Igreja Matriz de Nossa Senhora das Dores, o Cristo do Alto da Capelinha e o Castelo Indaiá como os principais atrativos turísticos. Além disso, Dores do Indaiá é lugar onde nasceram importantes personalidades, como Francisco Campos, Emílio Guimarães Moura e Bolívar Lamounier, entre outros, que foram de suma importância no campo intelectual (literatura, artes) e político estadual e nacional.
Dores do Indaiá integra o circuito turístico "Caminhos do Indaiá" formado por nove municípios da região centro-oeste: Bom Despacho, Cedro do Abaeté, Dores do Indaiá, Estrela do Indaiá, Luz, Matutina, Quartel Geral, Santa Rosa da Serra e Serra da Saudade. A sede do circuito se localiza no município de Dores do Indaiá.
Calendário Anual de Eventos
Fevereiro: CarnaDores;
Abril: Semana Santa, Cavalgada Para o Campo do Bolado (Realizada pela Comitiva Oito Segundos);
Maio: Motofest;
Junho: Festa Junina Regional;
Julho: Exposição Agropecuária de Dores do Indaiá (Expodores);

Agosto: Festa do Rosário;
Outubro: Aniversário da cidade e a Festa Caboclos do Sertão;
Dezembro: Réveillon no Castelo Indaiá.
(Fonte parcial das informações: Wikipédia - Fotografias de Sueli Santos)

Nenhum comentário:
Faça também comentários



Este site se reserva no direito de moderação dos comentários de acordo com sua idoneidade e teor. Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Comentários que contenham linguagem vulgar ou desrespeitosa, bem como assuntos fora do tema da matéria serão excluídos.