Arquivo do blog

Tecnologia do Blogger.

sábado, 19 de maio de 2018

Conheça Andrelândia: cidade histórica no Sul de Minas

(Por Arnaldo Silva) Cidade tipicamente mineira, com hábitos tradicionais no estilo de vida urbano e rural, a charmosa Andrelândia, no Sul de Minas, a 300 km de Belo Horizonte, com menos de 15 mil habitantes, é uma das relíquias históricas de Minas Gerais. O município se destaca por sua mineiridade, preservação de suas tradições, como por exemplo, dos carros de bois, como podem ver acima na foto do Cláudio Alves Salgado, desfile tradicional no Centro Histórico da cidade, reunindo dezenas de carreiros, além de sua ótima gastronomia e pela preservação de seu patrimônio histórico. A economia da cidade é baseada em pequenos comércios, na prestação de serviços, no turismo, na agricultura, com destaque para a pecuária leiteira, produção de mel, cultivo de café, frutas silvestres e a cana de açúcar,  e ainda de pequenas indústrias como o Laticínio Flor de Andrelândia Ltda e a Seixas Pré-moldados Indústria e Comércio Ltda, dentre outros pequenos segmentos como pousadas, hotéis e restaurantes. 
Sua origem começa no século XVIII com a chegada de bandeirantes e portugueses à região para exploração de ouro e na produção agrícola. Por iniciativa de um dos pioneiros da região, André da Silveira, rico fazendeiro, que sentiu a necessidade da presença da igreja na região, construiu um igreja dedicada à Nossa Senhora do Porto da Eterna Salvação, com autorização do Bispado de Mariana, responsável à época pelas ações religiosas de boa parte de Minas Gerais. A igreja foi construída no local chamado de  Turvo Pequeno e teve a bênção católica em 1755. Ao redor da ermida começou a surgir casas, formando assim um pequeno arraial, chamado de Arraial do Turvo, tendo a igreja sido elevada a paróquia em 1827 e o arraial, elevado a Vila em 20 de julho de 1864, data que marca a fundação da cidade com o nome de Vila Bela do Turvo, tendo adotado o nome de Andrelândia, a partir de 19 de setembro de 1930, em homenagem ao fazendeiro, um dos primeiros moradores da região e por sua iniciativa de construir a igreja e o arraial,  André da Silveira.
          Por ser uma cidade histórica, com seu casario conservadíssimo e história preservadas, Andrelândia, na foto acima do Rafael Siqueira, se destaca no turismo, não só por sua arquitetura, mas também pela religiosidade de seu povo, presente nas festas de São Benedito, de São Sebastião e de Nossa Senhora do Porto da Eterna Salvação, na Folia de Reis e Semana Santa.
          Os imponentes casarões, na região central, impressionam por sua beleza, como os da foto acima do Rafael Siqueira, Além dos casarões em estilo barroco e casario eclético, suas igrejas são destaque, sendo algumas construídas nos tempos do Império.
          A Matriz de Nossa Senhora do Porto da Eterna Salvação, na foito acima, a parte frontal e abaixo, os fundos, ambas de autoria de Marcelo Lagatta, é o marco original da cidade.
          Planejada pelo arquiteto Lúcio da Costa, construída em estilo barroco e ornamentação em estilo Rococó, foi erguida no final do século XVIII, sendo uma das mais importantes igrejas do período barroco. Outra igreja em destaque é a de Nossa Senhora do Rosário dos Homens Pretos, construída por volta de 1817. 
          Na atualidade, foi erguida a igreja em honra a São Benedito, no bairro Areão, totalmente diferente da arquitetura convencional das igrejas mineiras, substituindo a antiga capela de São Benedito, da década de 1930. Em seu lugar, foi construído, sobre a coordenação do padre José Tibúrcio, um novo templo, em estilo moderno e bem exótico, que chama a atenção por sua fachada, como podem ver na foto do Rafael Siqueira. Da antiga capela, simbolizando a mão de Jesus, com os dedos indicador e médio, os maiores, apontando para o céu, os dedos anelar e mínimo, para os fiéis, na entrada do templo e o polegar, fechado. A mão imita o gesto acolhedor de Jesus, segundo a visão do padre José Tibúrcio. 
          Além do charme da cidade, da beleza de sua arquitetura colonial, tradições, culinária, em Andrelândia, na foto acima do Rafael Siqueira encontra-se um variado e rico artesanato em colchas, caminhos de mesa de crochê, flores feitas com palha de milho seca, peças feitas em teares, dentre outras belezas da riqueza e criatividade dos artesãos locais, feitos com matérias primas encontradas na região, retratando a cultura e tradição do povo andrelandense.

4 comentários:

  1. Trabalhei nesta região e tive o prazer de conhecer Andrelândia, São Vicente de Minas que é próxima e outras mais, muito bonita esta região!

    ResponderExcluir
  2. Morei em s. Vicente de Minas com 12 anos para estudar o admissão e primeiro ano ginasial jo colégio irmãos maristas.cheguei a ir ate o rio que divide as cidades de São Vicente e Andrelandia. Mas não tive a oportunidade dd conhecer andrelandia. Que sabe um dia ainda possa conhecer. Conheci uma família de andrelandia.

    ResponderExcluir

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Facebook

Postagens populares

Seguidores