Arquivo do blog

Tecnologia do Blogger.

quarta-feira, 3 de maio de 2017

Conheça Lambari das águas e do Catupiry

(Por Arnaldo Silva) O requeijão Catupiry, hoje um ingrediente muito comum no Brasil, indispensável nas receitas de pizzas, quibes, lasanhas, pastéis, coxinhas e outros pratos, nasceu em Minas Gerais. Está presente na vida dos mineiros há mais de 100 anos. (foto acima de Joseane Astério)
Foi em Lambari, (foto acima da entrada de Luiz Carlos Billscar´s), que surgiu o Catupiry, receita criada em 1911 pelo casal de imigrantes italianos, Mário e Isaíra Silvestrini, que viviam na charmosa estância hidromineral de Lambari , no Sul de Minas, município com um cerca de 22 mil habitantes. O tipo de requeijão, criado pelo casal, foi denominado por eles por catupiry. Não há informação exata sobre o significado do nome catupiry. Acredita-se que tenha origem na palavra indígena Tupi-guarani katupyryb que significa “excelente” ou “muito bom”.
          No mesmo ano, o casal começou a produzir seu requeijão, fundando uma pequena fábrica, a Laticínios Catupiry, na cidade de Lambari, com produção artesanal do requeijão. (foto acima de Joseane Astério, vista parcial da cidade) O sucesso da receita familiar se popularizou tanto que a produção cresceu, bem como a empresa, fazendo com que o requeijão se se torna hoje um dos principais ingredientes culinários, usado em receitas de todo o mundo. A fábrica foi transferida de Lambari para São Paulo em 1949, onde existe até os dias de hoje.           
          Mesmo o catupiry sendo uma marca, o nome é associado ao requeijão em qualquer lugar do mundo e também, no nome dos pratos preparados, como exemplo coxinha de frango com catupiry, quibe com catupiry, pizza com catupiry, etc. (foto acima de Lafaiete Prince, da Delícias da Roça de Lambari MG) São poucas receitas que conseguem essa união impressionante, entre marca, produto e consumidor. O nome é tão forte que qualquer requeijão cremoso hoje é chamado de catupiry, mesmo que não seja o requeijão original e tradicional da marca Catupiry. Você também pode aprender a fazer requeijão cremoso em sua casa. Veja a receita:
Ingredientes
. 4 colheres de sopa de maisena
. 3 colheres de sopa de manteiga em temperatura ambiente
. 2 xícaras de chá de leite
. ½ xícara de chá de muçarela ralada
. ½ xícara de chá de parmesão ralado
. ½ caixa de creme de leite
Utensílios: 2 fôrmas tipo bolo inglês ou mesmo duas vasilhas pequenas. A receita renderá dois requeijões.
Modo de preparo
- Coloque numa panela o leite, a manteiga e a maisena e leve ao fogo. Acrescente os queijos ralados e cozinhe até virar um mingau.
- Despeje o mingau numa batedeira e bata até amornar. 
- Coloque o creme de leite e bata por mais 5 minutos.
- Forre a fôrma, vasilha ou panela e despeje o requeijão.
- Tampe e leve à geladeira por 6 horas. 
Em Belo Horizonte, nasceu a coxinha de frango com catupiry
          Requeijão combina muito bem com biscoitos e salgados. Como recheio de coxinha é maravilhoso.
          O catupiry é invenção mineira de Lambari no Sul de Minas, e rechear coxinha de frango com catupiry é invenção belo-horizontina. Foi na década de 1970 que a ideia surgiu pela criatividade da empresária e cozinheira Thereza Cistina Martins de Oliveira, da tradicional lanchonete Doce Docê, que funcionava no bairro Funcionários em Belo Horizonte. 
          Coxinha de frango em Belo Horizonte tinha que ter catupiry, uma combinação perfeita que caiu no gosto dos belo-horizontinos e também de todos os mineiros.
          Lambari do catupiry é uma das mais importantes cidades turísticas de Minas Gerais, famosa por suas águas medicinais, considerada uma das melhores estâncias hidrominerais do mundo. São 4 parques que concentram 6 fontes de águas minerais diferentes, jorrando em 22 bicas d´água. (na foto acima de Joseane Astério, vista parcial da cidade) É em Lambari que está a maior vazão de água mineral gasosa atualmente no mundo, tendo suas águas medicinais e curativas, eleitas a 3ª melhor do mundo em avaliação internacional feita em 2015. 
           A cidade é pequena, mas com ótimas opções para a prática de esportes aquáticos e radicais, pelas trilhas e matas do município, além de sossego e descanso oferecidos pelos parques e praças charmosas da cidade.(na foto acima de Joseane Astério, detalhes da fachada do prédio do Cassino) Lambari conta com ótimas pousadas, hotéis e uma boa rede de restaurantes, além de um variado comércio local.  
          Além das belezas da cidade e sua charmosa arquitetura, em Lambari está a maior Bougainvillea do mundo. medindo mais de 18 metros. Crescimento incomum para uma espécie que geralmente não chega a metade desse tamanho, na fase adulta. (na ao lado de Joseane Astério)
          Além da Bouganinvillea, em Lambari o visitante tem como opções turísticas o Palácio do Cassino do Lago;
Farol do Lago;
Parque das Águas;
Parque Wenceslau Braz; Lago Guanabara; Duchas e Cascata; Parque Estadual Nova Baden (reserva ambiental natural e museu, 4 km da cidade); Mata Municipal (reserva da mata Atlântica); Rampa de asa delta na Serra das Águas; Cruzeiro; Igreja Matriz Nossa Senhora da Saúde; belas cachoeiras como a do Roncador; Sete Quedas; Cachoeira Serra das Águas, ou "Cachoeira do Mudinho" e a do João Gonçalves.
          
          Lambari é uma cidade tipicamente mineira, portanto, as tradições da nossa culinária típica estão presentes na cidade, bem como as tradições religiosas em eventos que acontecem durante o ano. Destaca-se na cidade o Carnaval;  o Inverno Gastronômico no final de Julho; as Congadas (na foto acima de Joseane Astério), na primeira quinzena de maio; os festejos de Corpus Christi; a Festa da Padroeira Nossa Senhora da Saúde em agosto; as comemorações de aniversário da cidade em 16 de setembro, o Moto Fest, encontro de Motociclistas, na terceira semana de outubro e os tradicionais eventos de fim de ano. 
          O acesso mais fácil a Lambari (foto acima de Luiz Carlos Billscar´s) é pela BR-460 que liga o município a BR-381 (Fernão Dias). O município faz divisa com Cambuquira, Campanha, São Gonçalo do Sapucaí, Heliodora, Natércia, Jesuânia e está a 339 km de distância de Belo Horizonte e a 280 km de São Paulo e 330 km do Rio de Janeiro.

3 comentários:

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Facebook

Postagens populares

Seguidores