Tecnologia do Blogger.

quinta-feira, 10 de novembro de 2016

Dicas para montar uma tábua de queijos

(Por Arnaldo Silva) Que o queijo de Minas Gerais é o melhor do Brasil isso não é novidade para ninguém. O queijo corre nas veias do mineiro e está presente no nosso dia a dia. 
          Comer um queijo mineiro é simples. Basta uma faca, cortar e pegar a caneca com café e pronto. (Foto acima e abaixo do Daniel Martins, da Queijo com Prosa, fotografando os Queijos do Dinho de Piumhi MG)
          Como tem gente que gosta de coisas mais finas, sofisticadas, com arranjos mais detalhados e degustar queijos mais, conhecer o mundo dos queijos é importante, já que são vários tipos diferentes de queijos produzidos no Estado. São mais de 50 tipos de queijos produzidos em Minas. No mundo todo, existem cerca de 400 tipos de queijos. 

          Essa diferença é o que possibilidade preparar uma tábua de queijos variada, onde se pode degustar à vontade, sabores, texturas e massas diferentes de queijos. Saber harmonizar e preparar esses queijos em tábuas, para eventos familiares, empresarias e sociais, que requer queijos mais leves ou light. Para te ajudar nessa tarefa, temos aqui sei dicas de como montar uma tábua de queijos.
01 - Você tem a opção de escolher alguns tipos de queijos mineiros como o Canastra, Araxá, Serro, da Serra do Salitre, do Triângulo Mineiro, de Diamantina, o parmesão de Alagoa, o queijo Prato de Aiuruoca, os queijos de Cruzília e o Cabacinha do Vale do Jequitinhonha. Esses são só alguns exemplos. É bom ter variedades na tábua.
Os queijos menos calóricos são os mais brancos. Para uma tábua light prefira estes em maior quantidade, mas não deixe de colocar os outros para não ficar muito enjoativo.

02 - Além do queijo de leite de vaca, tem também em Minas o queijo de leite de búfala, produzido em Araújos MG e também de cabra, produzido em Barbacena. São deliciosos, leves, saudáveis e devem estar presentes em tábuas de queijos. 
03 - Segundo cálculos de donos de buffets, cada pessoa consome em média num evento, 20 gramas de queijos, desde que haja outras opções de comida. Se os queijos forem o prato principal ou o único, como em eventos de degustação de queijos, ai é diferente. Teria que ser 80 gramas por pessoa.
04 - Quando for escolher uma tábua para colocar os queijos, não use as feitas em madeira de pinho ou eucalipto porque o cheiro das tábuas vai interferir no sabor dos queijos. As de pedras pode usar tranquilamente. Mas as de madeira dão um charme mais rústico e rural à tábua. Basta escolher a madeira certa, sem cheiro. 
05 - Outro detalhe importante é que as tábuas não devem estar em geladeira porque, frias ou geladas, mudam o sabor dos queijos. E nem os queijos devem estar na geladeira porque perde todo o processo de maturação natural dos queijos. Na geladeira, o sabor, textura, cor e firmeza da massa são modificados. O único queijo que pode ir a geladeira é o Queijo Minas Frescal, mesmo assim vai soltar o excesso de líquido e perder o sabor. A melhor forma de armazenar queijos e preservar sua qualidade, sabor e originalidade, é armazená-los em queijeiras com telas, em temperatura ambiente. 
06 - Por fim, harmonize sua tábua com vinhos finos secos que é o melhor tipo de vinho, já que, sem o açúcar, a bebida não interfere no sabor do queijo. O mesmo com o pão italiano de casca dura. Tanto os vinhos secos, como o pão de casca dura não interferem no sabor do queijo, assim, pode se apreciar melhor a textura, a massa e o sabor do queijo em suas características originais.
Ai estão as dicas. Agora é só colocá-las em práticas.

0 comentários:

Postar um comentário

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Facebook

Postagens populares

Seguidores