Tecnologia do Blogger.

quarta-feira, 14 de fevereiro de 2018

Monte Verde: um cantinho da Europa em Minas

(Por Arnaldo Silva) Monte Verde é  distrito de Camanducaia MG, no Sul de Minas. A cidade fica a 451 km de Belo Horizonte e a 136 km de São Paulo. Seu mais importante distrito, Monte Verde, vem a cada ano  atraindo a atenção de turistas de tudo o Brasil, devido sua arquitetura, seu clima bem frio e por sua altitude. Se fosse cidade, Monte Verde seria a de maior altitude em Minas Gerais e a segunda maior do Brasil com 1600 metros de altitude. (na foto acima do Ricardo Cozzo, apresentação de músicos vindos da Letônia, país de origem dos fundadores de Monte, se apresentando no Festival de Inverno de 2017)
          O inverno em Monte Verde é rigoroso, lembra muito o clima europeu. Normalmente as temperaturas no inverno se aproxima do zero grau e  as vezes abaixo de zero grau. É o lugar ideal para casais e famílias que buscam tranquilidade e momentos românticos a dois, com vinhos e chocolates. Quem vai a Monte Verde percebe que uma rica mistura da cultura europeia e da cultura mineira, mesclada ainda com a hospitalidade mineira. 
 Hospedagem
          Monte Verde tem uma ótima estrutura para receber os turistas. Tem hotéis, pousadas desde as mais simples à mais luxuosas  que oferecem conforto, tranquilidade e sossego. 
O turismo em Monte Verde é muito versátil. Atende a crianças, idosos, jovens e casais enamorados, com opções diversas.
Arquitetura europeia
          Muita gente pensa que a arquitetura de Monte Verde é alemã. Não é. Os fundadores do distrito vieram da Letônia por considerar a paisagem local semelhante ao seu país de origem, que fica na divisa a Rússia. Antes, o pais era uma das  repúblicas soviéticas, fato que fez muitos letões se refugiarem em outros países, entre eles o Brasil, depois da Primeira Guerra Mundial, se intensificando após a Segunda Guerra Mundial. Em Morte Verde chegaram em 1950, adquirindo uma fazenda, que virou povoado e hoje é  Monte Verde. Além da cultura, deixaram a arquitetura que lembra muito os chalés e casas em madeira com detalhes das construções europeias do século XX. 
Cervejaria, chocolateria  e gastronomia
          Em Monte Verde o turista pode conhecer a tradicional cervejaria Fritz, fazendo um tour pela fábrica, para acompanhar o processo de produção da cerveja. A opção por montar uma cervejaria no local se deve a semelhança da água disponível no distrito ter propriedades similares a água da República Tcheca, onde são produzidas cerveja de altíssima qualidade. Água de qualidade é um dos fatores essenciais para que se tenha uma cerveja e shop de qualidade. 
          Além da culinária mineira, presente nos restaurantes, hotéis e pousadas de Monte Verde, o turista pode apreciar pratos alemães como o chucrute e o “Schlachtplatte” que nada mais é que joelho de porco com 5 tipos de salsichas diferentes e três tipos de mostarda. 
           Para os amantes do chocolate, Monte Verde é um paraíso. São várias chocolaterias espalhadas pelas ruas do distrito oferecendo dezenas e dezenas de sabores diversos. Uma verdadeira tentação. A chocolateria mais famosa do distrito, que produz chocolates de primeira e inclusive com receitas próprias e a Chocolate Montanhês com chocolates no melhor estilo europeu. 
Ecoturismo

          Pra quem curte esportes radicais e aventuras, Monte Verde encontra diversão na terra, na água e nas alturas com opções que vão de tirolesa a trilhas pelas montanhas da Mantiqueira, passeios de quadriciclo, paint ball, mega tirolesa, descida de boia-cross pelas corredeiras do Rio Jaguari e outra atividades bem radicais. 
 Serviço
          Quem se interessar por mais informações sobre Monte Verde e eventos que acontecem no distrito durante o ano pode entrar em contato com a Associação de Hotéis e Pousadas de Monte Verde pelo telefone (35) 3438-1839 ou também acessar o site www.monteverde.org.br
(Todas as fotografias desta edição são de autoria de Ricardo Cozzo)

3 comentários:

  1. Esses "distritos" do Interior, cidadezinhas acanhadas são, na verdade, verdadeiras esmeraldas escondidas nos rincões mineiros, pequenos paraísos cheios de verde, de cachoeiras magníficas, de povo acolhedor e pacato, de comidas deliciosas e história que, na maior parte, não aparecem nos livros escolares e só conhecemos por pesquisar e melhor...por visitar tais lugares!

    ResponderExcluir
  2. Acredito que Monte Verde, Gonçalves e a paulista Campos do Jordão serão mais beneficiadas se forem unidas para fortalecerem o turismo sustentável na Serra da Mantiqueira, em vez de serem concorrentes rivais. As três fazerem parte de um mesmo circuito turístico, onde quem entra por uma, é incentivado(a) a visitar as outras, em vez de voltar pelo mesmo caminho. Por exemplo: os turistas da capital paulista e região: chegaram pela Via Dutra ? Quando voltarem para casa, voltem pela Fernão Dias e vice-versa.

    ResponderExcluir
  3. Todo Reveillon Eu , minha espôsa e
    meu cachorro passamos em Monte Verde,onde até os Pets são acolhidos por muitos comércios,que permitem a presença dos mesmos,até mesmo em alguns restaurantes

    ResponderExcluir

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Facebook

Postagens populares

Seguidores