Arquivo do blog

Tecnologia do Blogger.

quarta-feira, 16 de dezembro de 2020

O melhor Queijo e o melhor Café de Minas Gerais

(Por Arnaldo Silva) O melhor queijo de Minas Gerais é o Queijo Reinaldo, da cidade de Vargem Bonita MG, no Oeste Minas, a primeira cidade banhada pelo Rio São Francisco e porta de entrada para a Cachoeira da Cascadanta na Serra da Canastra. 
          O Queijo Reinaldo, de Vargem Bonita MG, produzido na Fazenda Capivara, pelo produtor Reinaldo Costa, foi o vencedor do Concurso Estadual do Queijo Minas Artesanal, edição comemorativa dos 300 anos do Estrado Mineiro. (foto acima da Lindair Costa/enviada pela Nilza Leonel) O concurso foi realizado pela Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural do Estado de Minas Gerais (Emater/MG), com pontuação que variava de 0 a 100.
           O resultado foi divulgado pelo site da empresa, em 14 de dezembro/2020. O queijo vencedor, Queijo Reinaldo, recebeu a maior nota, 95 pontos. Um queijo com uma leve doçura, um amargor suave, massa densa e macia, tradicionalmente feito de leite cru, “pingo” e sal. Foram essas as características que conquistaram o paladar dos 25 jurados, que fizeram avaliação dos queijos observando o sabor, textura, consistência, aroma, cor e apresentação. 
          Concorreram 185 das regiões queijeiras mineiras: Araxá, Campo das Vertentes, Canastra, Cerrado, Serra do Salitre, Serro, Alagoa, Mantiqueira de Minas e Triângulo Mineiro. Os queijos inscritos são legalizados, e passam rotineiramente por inspeção estadual ou municipal. Minas Gerais tem tradição de ter os melhores queijos do Brasil, por isso, ser o melhor queijo entre os melhores, é uma conquista de grande importância. O Queijo Reinaldo foi o número 1 entre os melhores queijos de Minas Gerais (foto acima da Lindair Costa/enviada pela Nilza Leonel)
          A qualidade do queijo feito em Vargem Bonita é reconhecida há tempos, com premiações, inclusive internacional. O queijo vencedor, do Reinaldo, foi em 2017, premiado no maior concurso de queijos, o Mondial du Fromage, realizado em Tours, na França. Ficou com medalha de prata. Sua vitória não foi por mero acaso. Fruto de muita dedicação, trabalho e amor à arte de fazer queijo. Está aí o resultado, que fez a felicidade do produtor. E claro, a felicidade, não para menos. É o melhor queijo de Minas e queijo é uma das identidades mineiras. A conquista valoriza ainda mais o queijo Canastra e em especial, de Vargem Bonita, pitoresca e charmosa cidade, com menos de 3 mil habitantes, na Serra da Canastra, região que produz queijos artesanais há mais de 200 anos. Hoje, é o melhor queijo de Minas Gerais.
          Reinaldo produz em média 30 queijos por dia e suas peças são muito procuradas pelos turistas que vem à Vargem Bonita MG e pelos apreciadores de queijos de todo o Brasil que adquirem a iguaria pela internet. Seus queijos são comercializados ainda nos Estados de Goiás, São Paulo e em Brasília.
Os queijos vencedores no concurso
1º LUGAR: Reinaldo de Faria Costa de Vagem Bonita MG, Região da Canastra (foto acima da Lindair Costa/Enviada pela Nilza Leonel)
2º LUGAR: Guilherme Henrique Silva  de São Roque de Minas, Região da Canastra
3º LUGAR: José Orlando Ferreira Júnior  de Carrancas, Região do Campo das Vertentes
4 º LUGAR: Freire Fregúgia da Silva Júnior de São Roque de Minas, Região da Canastra
5º LUGAR: Reginaldo Miranda de Andrade  de Medeiros, Região da Canastra.
VENCEDOR DO JÚRI DE  JORNALISTAS: Sérgio Antônio Rodrigues Costa, de Alvorada de Minas, Região do Serro. 
17º Concurso de Qualidade de Cafés de Minas Gerais
          Neste mesmo dia, da divulgação dos queijos vencedores, a Emater divulgou ainda os vencedores 17º Concurso de Qualidade de Cafés de Minas Gerais. Foram 1.792 amostras de cafés participantes, das regiões cafeeiras: Cerrado Mineiro, Chapada de Minas, Matas de Minas e Sul de Minas. Os cafés foram divididos por categorias: Café Natural e Café Cereja Descascado, Despolpado ou Desmucilado. (na foto acima, da Maria Luiza Lacerda, detalhes do café produzido pelo Ademir Lacerda e abaixo, com foto de Silvânia Lacerda, Ademir, de camiseta branca, com suas premiações)
          O café de Espera Feliz, na Zona da Mata, região cafeeira tradicional em produção de cafés de alta qualidade no Brasil, do produtor Ademir Abreu de Lacerda, do Sítio Forquilha do Rio, foi o vencedor. Ademir alcançou a pontuação de 92 pontos, que vai de 0 a 100. Foi o campeão geral, sendo então, o melhor café de Minas Gerais. (na foto abaixo, Silvânia Lacerda, esposa do Ademir, abanando café)
          Na categoria Café Natural, o vencedor foi o produtor José Adilson Cândido Corrêa, de Araxá MG, no Alto Paranaíba, com 89,875 pontos.        
          O produtor Sérgio Meirelles Filho, de Aricanduva, no Vale do Jequitinhonha, foi o primeiro colocado, na categoria Café Chapada de Minas, com 89,417 pontos.   
          Já o produtor Marcos Silva, de Alto Jequitibá MG, Zona da Mata, levou o primeiro lugar na categoria Matas de Minas, com 90,750 pontos e Antônio Aparecido dos Santos, de Cássia MG, Sudoeste de Minas, foi o primeiro colocado na categoria Sul de Minas com 90,542 pontos.
          Espera Feliz MG levou ainda o prêmio Mulher Empreendedora, conquistado pela produtora rural Maria Luíza Lacerda Gomes (na foto). Luiza conquistou 90,333 pontos.

0 comentários:

Postar um comentário

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Facebook

Postagens populares

Seguidores