segunda-feira, 31 de outubro de 2016

Pisando em um solo riquíssimo

Compartilhe:

Esmeraldas de Nova Era MG por Sérgio Mourão
Mesmo depois de tantos anos de exploração, ainda há solos ricos em pedras preciosas em Minas Gerais.
Quem vive em Minas até não se dá conta, mas está pisando em um dos solos mais ricos do país.

Minas Gerais ainda é o maior produtor de pedras preciosas do país, segundo o Departamento Nacional de Produção Mineral. Um dos maiores acervos de minerais do país está no Museu de Ciência e Técnica da Universidade Federal de Ouro Preto. Quartzo, turmalina, o berilo. Até as pedras mais raras de Minas estão lá.

Os principais pólos mineradores são os municípios de Ouro Preto, Itabira, Nova Era, Guanhães, Governador Valadares, Teófilo Otoni, Araçuaí, Turmalina, Malacacheta, Diamantina e Corinto, onde é possível acompanhar uma série de atrativos ligados a atividade mineradora, além de promover o acesso e a comercialização das gemas e minerais produzidos no estado.

Além do ouro, as principais pedras preciosas encontradas no estado são a esmeralda, a água-marinha, topázios, o diamante, a turmalina, a alexandrita, o crisoberilo, o heliodoro, a morganita, o olho-de-gato, a kunzita, a andaluzita, a granada, a ametista e o citrino. O estado ainda tem a produção de gemas exclusivas encontradas na região, como o topázio imperial, que tem sua extração no município de Ouro Preto.

Conheça apenas algumas de nossas pedras preciosas:


Diamante: Nunca vai existir na natureza um diamante igual ou semelhante ao outro. Segundo especialistas, não há a possibilidade de existir dois diamantes de mesmo formato e natureza. Cada brilhante possui suas características próprias, portanto é único e exclusivo.

Um diamante pode chegar a ter 8 ou 48 faces, sendo lapidado com superfície arredondada ou curva, nas cores azul, verde, amarelo, rosa ou em versão incolor brilhosa.

De acordo com os registros históricos, a primeira pepita do material foi encontrada na cidade de Diamantina, em Minas Gerais. A cidade acabou sendo batizada intencionalmente por conta da grande quantidade de diamantes.

Além de serem utilizados como jóias, os diamantes são utilizados na fabricação de instrumentos de polimento, perfuração, corte, além de serem muito úteis para diversos fins no ramo da indústria. Portanto, não é tão raro como se pensa. Os vidreiros cortam os vidros usando lâmina feita com diamante.

6 comentários:
Faça também comentários



Este site se reserva no direito de moderação dos comentários de acordo com sua idoneidade e teor. Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Comentários que contenham linguagem vulgar ou desrespeitosa, bem como assuntos fora do tema da matéria serão excluídos.
  1. Haaaa q sonho d consumo bommmm!
    Ainda vou ter uma colecao dessas maravilhas.

    ResponderExcluir
  2. Quer dizer então que Malacacheta é a fonte...rsrs pensar que um dia morei nessa região até ao 15 anos, quem sabe um dia encontro uma jóia dessas por aí ne.

    ResponderExcluir
  3. Também queria uma coleção dessa

    ResponderExcluir
  4. Show, lindas pedras preciosas, não é a toa que que o estado tem o nome de Minas Gerais

    ResponderExcluir