sexta-feira, 8 de março de 2019

Arte do Jequitinhonha é Patrimônio Imaterial de Minas

Compartilhe:

O artesanato em barro é uma das principais características do Vale do Jequitinhonha. Boa parte desse artesanato são feitos em Turmalina, Minas Novas, Araçuaí, Itinga, Itaobim, Caraí e Ponto dos Volantes, os municípios de maior concentração de artesãs e artesão.
A arte em barro e cerâmica é uma cultura ancestral, de origem indígena, que chegou ao nosso tempo sem perder suas características, significado e traços. Preservada por gerações, essa arte é praticada em sua maioria por mulheres do Vale, cujo conhecimento e técnicas de produção de cerâmica vem de seus ancestrais. 
A arte vem do talento e criatividade das artesãs e artesãos que buscam através de pesquisas, criar suas próprias técnicas de fazer o artesanato em barro e cerâmica, com base nos seus conhecimentos e sem deixar de seguir a tradição. 
Isso porque na região são encontrados diversos tipos de tonalidades de barro e com o conhecimento das artesãs e artesãos, cada um vai buscando aprimoramentos em suas obras, usando pigmentos e tonalidades de barros diferentes, bem como as tintas usadas nas pinturas das peças, após o processo de queima. Assim sai uma arte inigualável e única.
A arte do Jequitinhonha retrata de forma simples a vida do povo e o povo do Vale. O barro reflete a vida e o sentimento do povo do Vale do Jequitinhonha. 
A arte em barro foi reconhecida pelo Iepha (Instituto Estadual do Patrimônio Histórico e Artístico de Minas Gerais) como Patrimônio Imaterial de Minas Gerais em 19/12/2018. Esse reconhecimento veio após quase um ano de pesquisas de campo, feito pelo Iepha, em parceria com o Instituto Sociocultural Valemais. Foram feitos levantamento histórico, pesquisas biográficas e documental, registro fotográfico e audivisual dos trabalhos dos artesãos e artesãs. Foram 122 cadastros de artesãos e artesãs, de 21 municípios do Alto, Médio e Baixo Jequitinhonha. 
O reconhecimento da arte em barro do Jequitinhonha foi comemorado pelos artesãos e artesãs de toda Região que acreditam numa melhoria social, econômica e valorização cultural maior da arte do Vale do Jequitinhonha. 
(Por Arnaldo Silva) - As fotos que ilustram a matéria foram feitas por Márcia Porto, na Feira de Arte do Vale do Jequitinhonha em Araçuaí MG)

Nenhum comentário:
Faça também comentários