terça-feira, 1 de maio de 2018

Trem Rio-Minas vai passar por 6 cidades da Zona da Mata

O trem Rio-Minas vai para na Estação de Sapucaia (Foto: ONG Amigos do Trem/Divulgação)
Com previsão para inauguração no segundo semestre de 2018, o trem turístico que vai ligar os estados de Minas Gerais (MG) e Rio de Janeiro (RJ) passará por seis cidades da Zona da Mata.

O trem vai iniciar a viagem em Cataguases e depois seguirá por Leopoldina, Recreio, Volta Grande, Chiador e Além Paraíba. O destino final será a cidade de Três Rios, já no estado fluminense.

De acordo com o responsável pelo projeto, o presidente da Organização Não Governamental (ONG) Amigos do Trem, Paulo Henrique do Nascimento, este será o trem turístico com maior trajeto no Brasil e o primeiro a ligar dois estados.

---------------------
“Serão mais de 160 quilômetros de linha férrea com as cidades de Cataguases e Três Rios nas extremidades do trajeto. Será o primeiro trem turístico do país que sai de um estado com os passageiros e chega a outro”, destacou.
----------------------
O presidente da ONG revelou ao G1 que serão duas locomotivas, com 15 vagões em cada, o que vai proporcionar uma capacidade total para o transporte de 860 passageiros. Ele explicou que uma delas vai sair de Cataguases e a outra de Três Rios. Elas vão se encontrar na estação de Além Paraíba.
O trem Rio-Minas está funcionando em sistema de teste (Foto: ONG Amigos do Trem/Divulgação)
Os trilhos por onde os trens vão passar foram usados para o transporte de carga, principalmente de café, no início do século XX. Os turistas poderão ver e fotografar belas paisagens durante o caminho, com ruas, montanhas e outros atrativos.
O trem também vai parar nas cidades que fazem parte do trajeto para apresentação dos elementos culturais e históricos de cada um dos locais. 


A previsão inicial é que os passeios sejam realizados nos finais de semana e feriados. Os preços e horários, no entanto, ainda não foram confirmados.
O trem Rio-Minas vai contar com duas locomotivas (Foto: ONG Amigos do Trem/Divulgação)
De acordo com Paulo Henrique do Nascimento, desde que a linha foi desativada para o transporte de carga, em 2015, a ONG vem trabalhando com o objetivo de viabilizar o trem turístico no trecho.

“Fomos trabalhando em parceria com as prefeituras dos municípios, com a iniciativa privada e órgãos de regulamentação de trânsito para fazer com que o projeto possa funcionar, o que será de grande importância para o turismo da região”, explicou.

Atualmente, o trem está funcionando em sistema de testes e aguardando que sejam feitas as revisões de todos os equipamentos e da ferrovia para que ele possa funcionar oficialmente. A liberação depende de aprovação da Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT).
Trem Rio-Minas na Estação de Simplício (Foto: ONG Amigos do Trem/Divulgação)
Reportagem de Fellype Alberto, G1 Zona da Mata

4 comentários:
Faça também comentários
  1. Como será feito o retorno para a cidade de origem?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ainda não está definido mas em Três Rios, terá a rotunda, o trem fará o contorno e retornará, bem como em Cataguases. Serão dois trens que sairão no mesmo horário. Um sairá de Cataguases e outro de Três Rios, se encontrando pelo caminho. Na parte da tarde retornam no mesmo horário, se encontrando no meio do caminho.

      Excluir
  2. Bela iniciativa,pois estamos carentes desse tipo de transporte, principalmente na área turística. Porém, uma ressalva: este não será o primeiro trajeto de um trem ligando dois estados. Há uma linha em pleno funcionamento, que liga Belo Horizonte à grande Vitória (ES), com parada final em Cariacica. Uma composição saindo às 07h30min de cada cidade, com previsão de chegada, também, concomitantemente, às 20h30min.

    ResponderExcluir
  3. graças a Deus ainda tem pessoas que pensam como as de paises desenvolvidos aonde o trem é muito utilizado
    Parabéns pela iniciativa

    ResponderExcluir