quinta-feira, 12 de abril de 2018

Requeijão da Roça

Fazer requeijão é tão comum em Minas, quanto fazer queijo. O bom mesmo é feito na roça. Esse é o autêntico e você vai aprender a fazer. No Serro MG, uma bela cidade histórica mineira, no Alto Jequitinhonha, o requeijão é tradicional e a fôrma usada é a folha de bananeira, como veem na fotografia do Tiago Geisler. Basta colocar a massa um pouco quente do requeijão num prato, enrolar as laterais com folha de bananeira e ir apertando com as mãos a massa para que ela fique redonda. Raspe a parte superior para que fique certinha também, como vê na imagem.Essa é fácil, agora vamos à receita.

Você vai precisar de 10 litros de leite cru, aquele tirado na hora, direto da vaca e sal a gosto. 

Agora vamos fazer:
Dos 10 litros de leite, retire dois litros e reserve. Vai servir para dar uma "lavada" na massa. 

Coloque os outros 8 litros de leite num balde e cubra com um pano e deixe descansado por 24 horas. Ele irá coalhar. Após esse tempo, descubra o balde. Você vai ver que se formou uma pequena capa de gordura sobre o leite. Retire com uma colher essa gordura e coloque num prato e reserve. Você vai precisar dessa gordura mais a frente.

Feito isso, pegue o leite coalhado e coloque-o num tacho ou panela grande. Quando começar a ferver, vai aparecer o soro. Vá retirando esse soro e coloque numa outra panela, com uma peneira e reserve.

Quando a massa estiver sem o soro, pegue aqueles dois litros de leite que reservou na massa e vá despejando aos poucos e mexendo. Esse leite que irá despejar, formará também um pouco de soro. Vá retirando e colocando na panela do soro anterior, com a peneira e por fim, pode descartar o soro.
Retire todo o soro, até que a massa fique bem lisa e depois disso, retire a massa do tacho ou panela e reserve.

Lembra da gordura que pedi para reservar no início? Pois bem, pegue ela e coloque no tacho e deixe ferver, até que doure.

Em seguida, pegue a massa que reservou e coloque sobre a gordura no tacho e deixe fritar, mexendo, até que a massa tenha uma cor marrom claro por igual.

Quando estiver no ponto, na cor marrom, desligue o fogo, espere esfriar e coloque na fôrma. 

Não precisa fazer uma fôrma de bananeira, como mostrei no início, pode usar uma forma de queijo ou um recipiente que julgar melhor. 

É trabalhoso, como deu para perceber mas é bom, é ótimo e super mineiro. Com fôrma de folha de bananeira, dá um ar rústico, nostálgico e mais romântico. Passe um café no coador de pano e sirva. (Por Arnaldo Silva)

2 comentários:
Faça também comentários
  1. Nossa deve ser bom demais esse requeijão.

    ResponderExcluir
  2. Não deu certo. Estava indo certo até colocar os dois reservados. Ao invés de talhar, ele acabou cozinhando a massa. No processo da gordura, deu meia salva, ficou consistente mas empelotado. Vc não diz, mas adicionei sal e ficou gostoso.

    ResponderExcluir