sábado, 7 de abril de 2018

A tradição Vinícola de Catas Altas: da uva à jabuticaba.

Por Arnaldo Silva - Catas Altas é um pequeno e pacato município mineiro, com apenas 5316 habitantes, aos pés da impressionante Serra do Caraça. (foto ao lado de Lucas Nishimoto/Divulgação) Distante 121 km de Belo Horizonte, o centro da cidade é um dos mais belos patrimônios históricos de Minas, com um casario bem preservado.
É uma das cidades mais visitadas de Minas por estar em seu território o Santuário do Caraça, pelas belezas naturais e pelo frio, característico da região. 
O povo de Catas Altas é bem organizado e as atividades turísticas e gastronômicas que a cidade proporciona, são organizados com a participação popular, organizados em associações. O Festival Saborear que geralmente acontece em janeiro. O Serra do Caraça Bier Fest, que é o famoso festival das cervejas artesanais, que acontece no feriado de 21 de abril, reunindo as principais cervejas artesanais, puro malte de Minas Gerais. E a festa mais famosa, a Festa do Vinho, que acontece em maio de cada ano, faz parte do calendário de eventos do Estado de Minas Gerais. Esse ano será nos dias 18, 19 e 20 de maio. 
A Festa do Vinho tem como objetivo unir os produtores da cidade e região, mostrando o principal produto local, que é o vinho branco e tinto de jabuticaba. (na foto ao lado de Arnaldo Quintão, Cerveja de Jabuticaba) O evento dura 3 dias, de sexta a domingo e tem como objetivo mostrar a cultura, a música, a culinária e claro, promover a degustação de vinhos locais, considerados de ótima qualidade, tanto o tradicional vinho de uvas, como o de jabuticaba.

A produção vinícola de Catas Altas não é recente, é uma das mais antigas do Brasil. Começou no no século XIX, com a decadência da explorada do ouro na região. Os grandes proprietários de terras e comerciantes tinham que criar outra atividade de subsistência, com o fim da exploração mineral. Percebendo a decadência financeira dos moradores da região que compunha Santa Bárbara, Barão de Cocais, Catas Altas, até então distrito de Santa Bárbara e a qualidade das terras e clima propício, o Monsenhor Manuel Mendes introduziu o cultivo de uvas na região, ensinando o cultivo e a produção de vinho. (na foto abaixo o tradicional vinho de uva/ iamgem Rozembergue A.Teixeira/Divulgação)
A partir de então, os comerciantes e proprietários de terras, começaram a investir na produção de vinhos, plantando videiras e produzindo cada vez mais vinhos diversos. A qualidade chegou a ser comparada ao tradicional Vinho do Porto. 
A fama da qualidade do vinho de Catas Altas chegou ao Rio de Janeiro. Em fevereiro de  1889, já no fim do Império no Brasil, o Jornal do Comércio publicou uma reportagem sobre produções de vinhos nacionais e em um trecho cita as qualidades da bebida catas-altense: “há um vinho de jabuticaba, de Catas Altas, de um gosto singular”. A matéria cita sobre a produção de vinhos no Brasil, dando destaque a produção vinícola da província de Minas Gerais. 
Em 1949 o senhor Anastácio de Souza, percebendo a grande quantidade de jabuticabas nativas da região, resolveu inovar. As jabuticabas eram usadas na fabricação de geleias e licores apenas, mas "Seu" Anastácio resolveu inovar. Ao invés de usar uvas, na fabricação do vinho, experimentou jabuticabas.  A iniciativa deu certo, a bebida começou a cair no gosto do povo do arraial e redondezas e hoje a maioria das adegas de Catas Altas, são de vinho de jabuticaba, branco e tinto. O vinho de uva corresponde a pouco mais de 10% da produção vinícola de Catas Altas. 
A festa
A festa acontece na Praça da Matriz de Nossa Senhora da Conceição, (foto acima de Arnaldo Quintão) uma linda igreja histórica mineira. Em torno da praça são montadas barracas e o turista tem acesso a diversos tipos de vinhos, de uva e de jabuticaba, seco, tinto e suave, a preços acessíveis. A noite acontece apresentações musicais para alegrar a noite dos visitantes com bandas locais e consagradas. Durante o evento acontece eleição da rainha e princesa do vinho. Tem também a gastronomia típica de Minas e oficinas de culinária, durante o evento.
Onde encontrar o Vinho de Catas Altas?
Dona Luzia 
Endereço: Rua São Miguel - Centro - Catas Altas (Em frente ao Escritório do Entre Serras). Telefone: (31) 9 98604-7281
(foto ao lado da Matriz de N. S. da Conceição por Marley Mello)
Feirinha Sabores do Morro
Realizada no centro histórico do Morro da Água Quente - ao lado da Capela do Bonfim. Catas Altas. Telefone: (31) 9 8421-6947
É realizada todo 2º domingo do mês com Música ao vivo e vendas de quitandas, doces, vinhos, licores e artesanatos produzidos na cidade.
Catas Altas Adegas de Vinho 
Praça da Matriz de Catas Altas. Telefone: (31) 9 8672-8415
Roteiro de visita adegas de vinho de jabuticaba, através da associação.
Como ir até Catas Altas
De carro: Pela BR-381 em direção à Vitória. Entrar a direita na MG 436 sentido Barão de Cocais. Passar o trevo de Barão de Cocais, após 9 km você estará em Santa Bárbara. Por mais 12 km na MG 129 chegará a Catas Altas. (foto ao lado de Marley Mello)
De ônibus: Viação Pássaro Verde que sai da rodoviária de BH até Santa Bárbara (em vários horários) ou até Catas Altas:
BH – Catas Altas: de segunda a sábado – às 17:15
Catas altas – BH – de segunda a domingo – às 7:30
De trem: Uma ótima opção é ir de trem. O trem Vitória Minas sai todos os dias da Praça da Estação em Belo Horizonte às 7:30 hs. Você pode descer na Estação de Barão de Cocais e de lá seguir até Catas Altas de táxi. Se quiser aproveitar mais, você pode conhecer a cidade de Barão de Cocais que é linda e pegar um ônibus até Santa Bárbara, outra cidade histórica maravilhosa. De Santa Bárbara você pode pegar um ônibus para Catas Altas.
Comer aonde?
La Violla Brasserie 
Praça Monsenhor Mendes. Centro, Catas Altas 31 8720-8730
Rancho Do Pote 
Rua Direita 804 | Traviu, Catas Altas
Restaurante Ora Pro Nobis 
Rua do Campo, 79, Catas Altas, 31 3832-7667
Histórias Taberna 
R. Mns. Barros, 230 | Centro, Catas Altas, 31 3832-7615
Ficar aonde?
A região tem boas pousadas e hotéis que te agradarão. Veja:
Pousada Solar dos Guarás
R. Pe. Emílio da Veiga, 54|Centro, Catas Altas (31) 3832-7102
Pousada Vivendas Da Serra
R. Azaléia, 115 | Vista Alegre, Catas Altas (31) 3832-7327
Pousada Catas Das Gerais
R. Mons. Barros, 260 | Centro, Catas Altas (31) 3832-7292
Pra quem gosta de acampar, entre Catas Altas e Morro da Água Quente tem um camping. Quem se interessar, pode ligar (31) 8731-5538 / 8475-5995/ 8731-5536/ 8761-3262

Nenhum comentário:
Faça também comentários