terça-feira, 6 de fevereiro de 2018

Um sonho que passou

Quem passar perto daquela colina
Há de ver
Uma casa branca e pequenina
Coberta de arbustos
Em completo abandono

Dirá-la, consigo:
Será que não tem dono?
Dono tem e o dono dela sou eu
Se vive fechada é por que
O meu amor morreu...

Apesar de abandonada
Não vendo, nem troco e não dou
Por que ela é a recordação
De um sonho que passou...
Essa é a letra de uma música, cantada por Francisco Alves, é bem antiga, de 1948. Quem quiser ouvir a música esse é o  link: https://www.youtube.com/watch?v=evsmiPrN-K0
Fotografia  de Marcelo Lagatta em Ilicínea MG

Um comentário:
Faça também comentários
  1. Esta tapera faz parte do imaginário daqueles que transitam/ram pela estradada de terras que interliga Boa Esperança - Ilicínea, atualmente, BR-265. Localiza-se as margens da estrada num fundo de vale, após as Águas Verdes,formado pelos front das Serras dos Vilelas à margem direita e Boa Esperança à esquerda. O abandono da casa é resultante do êxodo rural que intensificou a partir da década de 1970.

    ResponderExcluir