segunda-feira, 12 de junho de 2017

Nossos queijos ganharam 11 medalhas na França

Osvaldo Filho do Queijo D´Alagoa, um dos premiados no concurso em Paris.Arquivo pessoal
Um dos principais produtos de Minas Gerais acaba de fazer bonito num evento internacional realizado na França, no início de junho deste ano. No concurso Mondial du Fromage, no Salão do Queijo de Tours, cidade francesa às margens dos rios Loire e Cher, os queijos mineiros levaram um super ouro, sete medalhas de prata e três de bronze. Nossos quitutes regionais concorreram contra 700 produtos de 20 países.
Roberto Simões, presidente da Federação da Agricultura do Estado de Minas Gerais (Faemg), (foto ao lado reprodução www.sertaobras.org.br) destaca a importância da premiação, já que Minas concorreu no país que é famoso por seus queijos tradicionais. "Nossos produtores estão de parabéns por terem colocado o queijo de Minas entre os melhores do mundo. Estas conquistas confirmam a qualidade dos queijos mineiros e são um estímulo para quem apoia a produção e para os próprios produtores, pois demonstram que o queijo minas artesanal tem futuro próspero", comenta Simões.
Produtores mineiros de queijo saíram vencedores do concurso Mondial du Fromage, em Tours, na França,
 com um superouro, sete medalhas de prata e três de bronze.
Os queijos foram julgados pela aparência exterior e interior, reação na boca, odor, sabor e textura. 
Abaixo, os premiados e onde são produzidos em Minas:
Super ouro: 
A produtora de Queijo Minas Artesanal, Marli Leite, do município de Sacramento,  na região de Araxá, recebeu o prêmio Super Ouro do Mondial du Fromage de Tours (Salão Mundial do Queijo. Foto: Divulgação/Faemg
Queijo Araxá da fazenda Caxambu, da produtora Marli Leite de Sacramento MG
Prata: 
O Queijo produzido por Túlio Madureira, no Serro levou duas medalhas no concurso: prata e bronze
Queijo Canastra de Capela Velha; 
Queijo do Serro com casca lavada da cooperativa do Serro, curado na França por Lafnarde; 
Queijo do Serro com casca ácaros, da cooperativa do Serro, curado na França por Lafinarde; 
Queijo Canastra do Vale da Gurita; 
Queijo canastra produzido por Reinaldo de Faria Costa; 
Queijo kankrej produzido por Túlio Madureira; 
Queijo santo casamenteiro, produzido por Queijos Cruzília.
Bronze: 
O Queijo D´Alagoa, do produtor Osvaldo Filho ficou com a medalha de Bronze. Alagoa é uma pacata cidade do Sul de Minas e o Parmesão produzido na cidade é um dos mais famosos e apreciados no Brasil
Queijo sabores do sítio, extra curado, produzido por Lúcia, do Campo das Vertentes; 
Queijo gir, do produtor Túlio Madureira; 
Queijo Alagoa Grande, da Queijo d'Alagoa, produzido por Márcio Martins de Barros, produtor parceiro da QUEIJO D'ALAGOA-MG, do sr. Osvaldo Martins de Barros Filho.
(com assessoria de imprensa da Faemg)

26 comentários:
Faça também comentários
  1. Parabéns pra Minas Gerais mais uma vez, já tem o melhor vinho do mundo agora é a vez dos queijos fazer bonito lá fora, parabéns...orgulho da minha terra!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O melhor vinho do mundo? A região de Andradas e Boa Esperança vem se esforçando bem, mas é um tanto de pretensão ou desconhecimento, com todo respeito...

      Excluir
    2. É que recentemente, o vinho Maria Maria de Três Pontas, foi premiado com medalha de bronze num concurso na Inglaterra, sendo considerado um dos melhores do mundo. Não é pretensão não, é realidade isso. Minas não tem só queijo, tem vinho também. Você pode pesquisar sobre esse concurso no Google ou aqui mesmo no site, onde fizemos uma matéria. Nesse concurso em Londres, 17 mil marcas foram analisadas por experts na área e o nosso vinho, mineiro está lá, medalha de bronze.

      Excluir
    3. Eu tinha compartilhado essa noticia mas procurando no site em ingles do concurso em 2017 não achei nenhuma referência ao vinho :(

      Excluir
    4. Mônica, entre em contato diretamente com a fanpage do Vinho Maria Maria e eles te darão todas as informações sobre o concurso e poderão de passar o site da Revista Decanter, organizadora do eventos. Ele receberam medalha de bronze, com certificado. A fanpage é www.facebook.com/vinhosmariamaria

      Excluir
    5. Não podemos esquecer também das melhores cachaças do mundo.

      Excluir
    6. Mais um motivo para ser apaixonada por Minas...

      Excluir
  2. É bom ver o empenho ser recompensado. Minas teve um dos seus vinhos premiado em Londres e agora alguns de seus saborosos queijos premiados em Tours. Parabéns a todos!

    ResponderExcluir
  3. Nem sou mineiro, mas não admito falarem besteira de Brasil...pqp http://www.viacomercial.com.br/2017/06/06/vinho-mineiro-ganha-premio-de-melhor-do-mundo-na-inglaterra/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Concordo com você. Também não sou mineira mas tenho muito orgulho de Minas Gerais

      Excluir
  4. Parabéns...a todos... São merecedores..MINAS EM FESTA..

    ResponderExcluir
  5. Ola João paulo...conheço bem os queijos de Alagoa e Cruzilha...realmente são magníficos..
    O PARMESAO E NOSSO PREFERIDO....ambos são produzidos durante o ano todo..com o mesmo carinho e sabor

    ResponderExcluir
  6. Super ouro:
    Queijo Araxá da fazenda Caxambu, da produtora Marli Leite e
    PRATA:
    Queijo canastra produzido por Reinaldo de Faria Costa 9ARAXÁ);

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Bom dia Valter!
      Meu nome é Wallace,comercializo,o tradicional e legitimo Queijo canastra,vc e mais alguém q interessar,esse é meu contato 37 9 9909 7835 enviarei fotos,e estarei ao dispor em informa los a respeito deste queijo tipico produzido aq da serra da canastra...

      Excluir
  7. Ah se eles experimentassem os queijos de Araguari!!!!!!

    ResponderExcluir
  8. ParabéNS !!EU COMO MINEIRA ADORO QUEIJOS.

    ResponderExcluir
  9. O parmesão da cidade de Aiurioca é FABULOSO

    ResponderExcluir
  10. o queijo de materlandia é o melhor ,só que quem leva a fama é o serro,o queijo do serro nao ta com nada,materlandia tem o melhor queijo da regiao.

    ResponderExcluir
  11. Se fosse melhor estaria no concurso

    ResponderExcluir
  12. Como toda mineira adoro queijo realmente são deliciosos, já degustei o referido de Cruzília...muito bom! PARABÉNS!♡

    ResponderExcluir
  13. Parabens aos produtores mineiros por essa bela conquista! Moro na França e em meio a tantos queijos sinto falta dos nossos fraquinhos de minas... uma bia dica pra vcs, tragam da próxima vez o wueijo provolone pra assar... aqui não existe, sinto muita falta e com certeza os franceses vão adorar.

    ResponderExcluir
  14. Fresquinhos*
    Boa
    desculpem os erros ortográficos

    ResponderExcluir
  15. Parabéns.Assim os produtores artesanais brasileiros começam a ter o reconhecimento merecido.

    ResponderExcluir
  16. Para mim, o melhor queijo parmesão que já comi é de Sacramento:Scala.
    Deu uma mudada nesses últimos anos, acho que deve4iam curar mais.
    Assim mesmo adoro!
    Comprei há uns anos atrás e me lembrou o famoso Grana Ládano

    ResponderExcluir