Conheça Caeté

Caeté vista do alto da Serra da Piedade. Fotografia de Lucas Vieira 
 Mata virgem, esse é o significado do nome Caeté, na língua indígena. Que também pode ser traduzido para mato fechado ou mato verdadeiro. Mas a principal riqueza da cidade é mesmo o seu patrimônio natural e histórico que podem ser deslumbrados no alto da Serra da Piedade. A tradição religiosa dos romeiros presente no Santuário de Nossa Senhora da Piedade atrai turistas de todo o país durante o ano inteiro, e é ainda mais forte nos meses de agosto e setembro em homenagem a padroeira de Minas Gerais. Nesse período, os romeiros sobem a pé até o alto da serra, nessa extensa ladeira que mede cerca de 5,5 km bastante inclinados.
Fotografia de Luana Duarte Soares
Lá de cima é possível ver parte de Belo Horizonte, Caeté, Raposos, Sabará e Lagoa Santa e ainda é possível explorar as maravilhas do espaço através dos telescópios do Observatório Astronômico da Universidade Federal de Minas Gerais ou conhecer os equipamentos de controle de tráfego aéreo do Ministério da Aeronáutica.
Em Caeté está o Santuário de Nossa Senhora da Piedade.
Fotografia de Ismael Libânio Neto
Caeté fica a apenas 50 km de Belo Horizonte. Em sua bagagem histórica, o município carrega consigo o fato de ter sido o berço da Guerra dos Emboabas (1708), disputa entre paulistas e portugueses na exploração do ouro nas Minas Gerais. A cidade reserva roteiros diferentes para o turista como o Piedade, o do Tinoco e do Morro Vermelho. Entre igrejas e capelas é possível seguir as trilhas do município e chegar à cachoeira de Santo Antônio. Parte da Estrada Real, que passa por Ouro Preto e Mariana e outras cidades também cruza o território de Caeté.

Fonte: www.desvandar.com

Nenhum comentário:

Postar um comentário