Maria da Fé é a cidade mais fria do estado

 Maria da Fé, (foto acima de Rinaldo Santos Almeida) no Sul de Minas é a cidade mais fria de Minas Gerais. No dia 21 de agosto de 1981, o Instituto Nacional de Meteorologia (INMET) registrou -8.4°, temperatura mais baixa já aferida em todo Sudeste. Com pouco mais de 14 mil habitantes, esse pequeno município mineiro está localizado em plena Serra da Mantiqueira, bem próximo à estância paulista de Campos do Jordão e às cidades mineiras do chamado Circuito das Águas.
No inverno (no inverno de 2016 a temperatura no dia 14/06 chegou a - 6,3 graus negativos ,registrados pela Cássia Almeida), constantemente a temperatura chega no zero e de acordo com informações da prefeitura da cidade, Maria da Fé é conhecida como a cidade mais fria do Estado de Minas Gerais.
Além do frio que a cidade pode propiciar, há outros atrativos característicos das pequenas e aconchegantes cidades do Sul de Minas. (a paisagem de Maria da Fé é linda. Foto de Rinaldo Santos Almeida) Festas típicas, artesanato e boa comida, são alguns atrativos. O seu calendário de eventos tem várias atrações típicas, como o Festival da Viola, a Festa do Peão Boiadeiro, a Noite do Livro, a Folia de Reis, a Dança de São Gonçalo e a Catira. Seu artesanato usa fibra das folhas da bananeira e é comercializado até no exterior.
A produção de azeite de excelente qualidade é outro destaque da região. O turista pode visitar as plantações de oliveiras orgânicas e acompanhar desde o plantio da azeitona até o envaze final do azeite.(na foto acima de Rinaldo Santos Almeida, cerejeiras floridas de Maria da Fé, uma das atrações da cidade)
Na cidade, a Igreja Matriz de Nossa Senhora de Lourdes (em destaque na foto de Rinaldo Santos Almeida) possui murais de Pietro Gentilli, pintor italiano que também possui obras em Americana (Estado de São Paulo) e Mariana (Minas Gerais). Há também o Centro Cultural, onde estão disponíveis informações históricas e turísticas sobre o município e também a Casa do Artesão, um espaço criado para a exposição de trabalhos de artesanato da cidade.
Na praça Getúlio Vargas estão algumas das mais antigas oliveiras da cidade, conhecida nacionalmente[carece de fontes] como Cidade das Oliveiras, já que a fazenda experimental de Maria da Fé da Empresa de Pesquisa Agropecuária de Minas Gerais (EPAMIG) é a única produtora de mudas de oliveira do Brasil, e que deu origem a duas variedades de oliveiras genuinamente brasileiras, resultadas de cruzamentos e anos de pesquisas da instituição: a JB e a Maria da Fé.(na foto acima, de Rinaldo Santos Almeida, Maria da Fé, coberta por névoa)
Jornal retrata temperatura histórica em Maria da Fé, no Sul de Minas (foto: reprodução)
Fonte da matéria:http://www.sulminas146.com.br/cidade-mais-fria-estado-fica-sul-de-minas/
As fotos são inserções nossa.

Nenhum comentário:

Postar um comentário