segunda-feira, 27 de fevereiro de 2017

Conheça a cidade de Pedra Azul


 Fotografia de Clésio Robert Caldeira 
O município de Pedra Azul está localizado no nordeste do estado, na região do vale do rio Jequitinhonha. Sua população em 2013 está estimada em 24.612 habitantes. De acordo com o censo 2010, a população residente urbana era de 21.006 habitantes. Com uma cultura bem diversificada e interiorana que atrai muitos turistas.
Paisagem rural de Pedra Azul. Fotografia de Thelmo Lins 
Em 1 de junho de 1912, houve a elevação do distrito de Fortaleza a município, e em 1943 o nome da cidade foi mudado para Pedra Azul. O novo nome foi sugerido pelo pedrazulense e imortal da Academia Mineira de Letras Nelson de Faria
Vista parcial de Pedra Azul. Fotografia de Clésio Robert Caldeira 
Cultura
Uma cultura bem interiorana, andando pela cidade pode achar casinhas bem antigas e casarões magníficos, várias casas possuem forno a lenha e fogão a lenha, pessoas humildes e muito atenciosas. Famosa também pelo Boi de Janeiro - ou Maria Tereza e Boi de Janeiro - uma atração que acontece nos primeiros 6 dias do ano, em que pessoas montam uma boneca (Maria Tereza) muito grande e um boi, e "entram" em baixo da boneca, saem pela cidade cantando e tocando músicas regionais, com tambores e flautas. Muitas pessoas saem atrás do boi, até o encontro de todos na Praça do Varandal.
Fotografia de Clésio Robert Caldeira 
Turismo
Entre os atrativos turísticos se encontra seu acervo arquitetônico urbano e a escalada nas montanhas rochosas Pedra Cabeça Torta, Pedra da Conceição, Pedra da Montanha, Pedra da Rocinha e Toca dos Caboclos.
Fotografia de Clésio Robert Caldeira 
A cidade possui um centro histórico tombado em sua totalidade pelo Patrimônio Histórico. As construções são em estilo eclético datadas nas primeiras décadas do século XX. Entre as construções, na praça, existe a Igrejinha do santuário com uma escultura de Nossa Senhora.
Fotografia de Clésio Robert Caldeira 
Acervo arquitetônico urbano
Pedra Cabeça Torta
Fotografia de Wagner Soares 
Considerado o ponto mais alto da cidade, pode ser vista da cidade apesar de estar a mais de 10 km de distância.
Pedra da Conceição
Considerada símbolo da cidade, esta pedra oferece uma vista vasta, tanto da cidade como dos aglomerados rochosos vizinhos. Para ter acesso ao topo, é necessário subir uma escadaria com 523 (quinhentos e vinte e três) degraus.

Pedra da Montanha
Fotografia de Thelmo Lins 
Possui uma ampla vista da cidade e das outras pedras ao redor. É uma das mais fáceis de ser escalada, por não ser tão íngreme em alguns pontos.
Pedra da Rocinha 
Fotografia de Clésio Robert Caldeira 
Este local tem fácil acesso e fácil escalada e em seu topo existe a Toca dos Caboclos que possui pinturas rupestres. 
Centro Histórico de Pedra Azul
Fotografia de Clésio Robert Caldeira 
Cidade antiga, possui grande quantidade de casarões construídos por volta dos anos 1900, sendo vários deles tombados pelo patrimônio histórico e possui um centro histórico inteiramente tombado e reconhecido pelo IEPHA.

A descoberta das águas marinhas
Em 1927, uma descoberta alterou os rumos da cidade, pois nesse ano foi descoberto um bamburro de águas marinhas na fazenda Laranjeira de propriedade do empresário e político João de Almeida (político de Minas Gerais), pelo funcionário Lourenço da Santa Rosa, contratado para abrir trincheiras. (ao lado, foto de Água Marinha, sem autoria identificada até o momento. Extraída da internet)
O bamburro de águas marinhas tornou João de Almeida um dos homens mais ricos do Brasil, pois em seu auge, chegou a ter mais de 300 homens trabalhando diuturnamente e extrair durante os primeiros cinco anos mil quilos da pedra preciosa, o que nos valores atuais equivaleria a R$ 80.000.000,00 (oitenta milhões de reais).
João de Almeida, então, construiu o Ginásio Pedra Azul – GPA, instituição de ensino para onde se dirigiam os estudantes do Norte e Leste de Minas Gerais e Sul da Bahia para concluírem o ensino médio, sendo considerada durante duas décadas a melhor instituição de ensino da região.
Fotografia de Clésio Robert Caldeira 
Em 1942, impulsionou as obras de construção da Igreja Matriz da cidade, iniciadas em 1933 e concluídas na década de 60, sendo a obra uma novidade na época devido a sua magnitude. Impulsionou a construção do Hospital Ester Faria de Almeida – HEFA, inaugurado em 1937. Construiu também, quarteirões de pontos comerciais e se elegeu deputado por três vezes.

Pedra Dom Pedro
A Pedra Dom Pedro é a maior pedra de água-marinha encontrada no mundo, foi encontrada em Pedra Azul na década de 1980, pesando 45 quilos e foi para a Alemanha em 1992, sendo esculpida em forma de obelisco pelo artista Bernd Münsteiner. O obelisco possui 35 cm de altura e pesa cerca de 2 quilos. Encontra-se em exibição permanente no museu de história natural Smithsonian, em Washington e estima-se que atrairá tantos visitantes quanto a joia mais famosa do seu acervo, o diamante Hope, encontrado na Índia. (Pedra preciosa de água-marinha (Foto: Donald E. Hurlbert/Smithsonian's National Museum of Natural History)

Fonte das informações: Wikipédia

5 comentários:
Faça também comentários
  1. Bela cidade que nos deu PAULINHO PEDRA AZUL. Ícone de nossa boa música.

    ResponderExcluir
  2. Esse cristal é maravilhoso e foi parar nos States salvo engano.

    ResponderExcluir
  3. Puxa, fiquei super curioso, com certeza passarei por lá em julho para conhecer mais esse cantinho do meu Vale do Jequi.

    ResponderExcluir
  4. Minha terra natal.passei por lá em maio.2027. Amei.

    ResponderExcluir