Conheça Bonfim MG


Vista parcial de Bonfim MG. Fotografia de Antônio N. Freitas
Bonfim, terra Mineira, terra do Carnaval a Cavalo, da Bucha Vegetal e do Festival Gastronômico Sabores de Bonfim.Terra de gente amiga, que gosta de receber as pessoas, terra da grande festa do Senhor do Bonfim.
Artesanato com bucha vegetal. Tradição de Bonfim. Foto de Sérgio Mourão
Bonfim mantém o que há de melhor nas pequenas e históricas cidades mineiras: suas fortes raízes, suas tradições, o artesanato, a religiosidade, a música e a amizade, que cresce nas rodas de conversa e causos com amigos e com a família. Na economia a cidade começa a crescer através do turismo e destaca se pelo cultivo da terra e dos animais. O antigo nome da cidade, quando vila, por volta de 1839, foi “Rocinha”. 
Batalha entre mouros e cristãos é reencenada com disputa com confete e serpentina em festa ocorre há 175 anos. Imagem extraída do site http://minas1.com.br/plus/modulos/noticias/ler.php?cdnoticia=65992
O nome Bonfim veio em 1860, uma homenagem ao Nosso Senhor do Bonfim. Bonfim é sinônimo de paz. O ar puro que circula entre as casas, casarões e fazendas históricas deixa o turista mais próximo de si mesmo. Quem chega à sede do Município através da BR 381 tem acesso à estátua do Cristo Redentor e uma visão panorâmica da pequena cidade histórica.

A estátua do Cristo foi erguida no local onde existiu a forca que serviu para enforcar escravos. Documentos sobre a escravidão são encontrados na Casa da Cultura. A Casa da Cultura de Bonfim abriga mais de cinco mil documentos referente ao período 1797 a 1916. É uma importante fonte de pesquisas históricas e jurídicas para Bonfim e todo o Estado de Minas Gerais.(N.S. Aparecida feita em bucha vegetal. Foto de Sérgio Mourão)

A Tradicional Banda de Música é um dos orgulhos de Bonfim. Umas das mais antigas bandas de Minas Gerais, a Corporação Musical Padre Trigueiro dá o tom nas festividades, nas comemorações, nos momentos tristes, e nos momentos felizes da cidade. 
Batalha entre mouros e cristãos é reencenada com disputa com confete e serpentina em festa ocorre há 175 anos. Imagem extraída do site http://minas1.com.br/plus/modulos/noticias/ler.php?cdnoticia=65992
No Carnaval a Cavalo a Banda é de grande importância. É ao som da Havaneira Bonfinense, apresentada pelos músicos, que o desfile fica mais emocionante. O silêncio da maravilhosa cidade é interrompido durante o majestoso Carnaval a Cavalo. O Carnaval a Cavalo é a maior festa da cidade, para orgulho e satisfação dos bonfinenses. São três dias, onde Cavaleiros e amazonas (essas conquistaram seu espaço mais ou menos a partir de 1940) desfilam na Praça da Matriz, vestidos em fantasias de veludo bordadas à mão, que assemelham-se a roupas de príncipes, montados em belos cavalos, e colocam sua bandeira em plena praça. Com confetes e serpentinas, “disputam” a atenção das pessoas e tentam conquistá- las e levá-las a participar com eles do Carnaval. No fim do terceiro dia, há a “batalha de confetes e serpentinas”, onde os cavaleiros desmontam, tiram seus dominós (máscaras que lhes encobrem o rosto em todos os dias) e brincam com o povo; essa brincadeira simboliza a conquista definitiva das pessoas. Após essa batalha, os cavaleiros montam novamente, recolhem sua bandeira e com lenços brancos, despedem-se do povo. É um dos momentos mais emocionantes do Carnaval a Cavalo, onde homem/ cavalo/público se tornam um só ser, em busca da alegria!
Batalha entre mouros e cristãos é reencenada com disputa com confete e serpentina em festa ocorre há 175 anos. Imagem extraída do site http://www.circuitoveredasdoparaopeba.org.br/bonfim
O que jamais mudará em nosso carnaval é o clima de alegria e inocência que permeia o espírito de cada cavaleiro/ amazona, de cada espectador, de cada turista, enfim, de cada bonfinense que se orgulha muito de ter como maior tradição o CARNAVAL A CAVALO e que faz e fará de tudo para que tal tradição nunca deixe de existir!!!

Bonfim: “Rugas culturais são as marcas que o tempo deixou na cidade. Preservar é exercer a cidadania.”

Matéria extraída do site:http://www.circuitoveredasdoparaopeba.org.br/bonfim
Aproveitem e naveguem no site do Circuito Veredas do Paraopeba, tem muita coisa boa no site e as cidades desse circuito são ricas em culinária, tradição e cultura. 
O link do site é esse:http://www.circuitoveredasdoparaopeba.org.br/
Ilustrações dessa matéria são nossas.

Bonfim MG
Bonfim é pequena cidade do interior de Minas Gerais, com cerca de 7.000 habitantes. O seu perímetro urbano é formado por vários casarões em arquitetura barroca, o que encanta seus turistas e é motivo de orgulho para toda a população. A zona rural é constituída por pequenas e médias fazendas que são responsáveis por boa parte da renda do município. Atualmente, Bonfim é o maior produtor de Bucha Vegetal de Minas Gerais, sendo responsável por 20% da produção do estado. Ainda na zona rural, temos várias cachoeiras, que são espaços de lazer para os bonfinenses e razão de visitas aos nossos turistas. Nas roças, ainda há vários alambiques produtores de Cachaça, destacando-se os distritos de Macaúbas e Vargem Alegre.

Visite nossa cidade… Você se encantará com nossas belezas naturais e com a receptividade de nosso povo!

A foto do Santuário e esse pequeno texto foram extraídos do site https://festivaldevioleiros.wordpress.com/bonfim-mg/

Nenhum comentário:

Postar um comentário