Venha fazer um mergulho nas águas calmas de Rio Acima

Fotografia de Antônio N. Freitas (Panorâmio)
As ruas de Rio Acima exalam uma história contada por lugares como a ainda ativa fábrica de cerâmica Morgan, a fábrica de ocre, o casarão dos Viana, a Igreja de Nossa Senhora das Dores e a de Santo Antônio, a Fazenda Anglogold e a Estação da Cultura (Estação Ferroviária, de 1891). Além das construções históricas, a pequena cidade da Região Metropolitana de Belo Horizonte guarda cachoeiras visitadas durante todo o ano.


O acesso ao município de Rio Acima, a cerca de 40 quilômetros de Belo Horizonte, é fácil e as estradas até lá estão em bom estado. A cidade ainda preserva o título de cidade mais próxima da capital mineira com cachoeiras de porte médio. A Cachoeira do Índio e a Cachoeira Viana são as mais famosas e estão bem próximas uma da outra. Além delas, a Cachoeira Chica Dona também é muito visitada. Também é possível traçar um percurso que passe pelo Véu da Noiva e Cachoeira de Santo Antônio.


Localizada no limite de Rio Acima com Itabirito, e com mais de 60 metros de altura, a Cachoeira Chica Dona pode ser alcançada em trajeto quase todo feito de carro. Ao passar pelo Condomínio Tangará, basta seguir cerca de três quilômetros até a Taberna Brasil, pegar a estrada da Alcan e seguir à direita por mais três quilômetros. No local há um abrigo com banheiros, que, apesar de parecer abandonado, é um importante ponto de apoio, sobretudo por haver, não só no abrigo, mas como na área da cachoeira e em toda a cidade, cobertura de telefonia celular.
A Cachoeira Chica Dona hospeda duas quedas d'água. A primeira, com cerca de 40 metros, na parte de cima da estrada, desemboca em uma poço agradável para crianças, pela pouca profundidade e águas calmas. Já a segunda, na parte de baixo da estrada, forma um grande lago e é ideal para a prática de rapel e escalada. A entrada é paga, mas garante terreno limpo, sinalização, lixeiras e área para confraternizar.

GANDARELA 

A Serra do Gandarela é um santuário natural, localizado a sudeste de Belo Horizonte, na Área de Proteção Ambiental Sul da Região Metropolitana de Belo Horizonte (APA Sul RMBH). Situa-se entre a Serra do Caraça e a Serra da Piedade, e abrange os municípios de Barão de Cocais, Caeté, Santa Bárbara, Rio Acima, Raposos e Itabirito. Formando um corredor natural com o Caraça, o Gandarela é a última área ainda bem preservada de toda a região – com significativa extensão de mata atlântica e campos rupestres sobre cangas. A maior parte da APA Sul, e das serras que guardam rica biodiversidade e 80% dos mananciais da região vem sendo seriamente degradada, principalmente pelas atividades de mineração.
Outra das mais tradicionais da região, a Cachoeira Viana tem aproximadamente 25 metros de altura e grande volume de água. A planície da região torna o acesso também fácil, além de estar a apenas 30 minutos da Cachoeira do Índio. A 10 quilômetros da Praça Santo Antônio, já em Água Limpa, é só pegar o retorno da Fazenda do Viana até a cachoeira.

Como uma terceira dica, a Cachoeira do Índio é formada por quatro grandes quedas e tem mais de 200 metros de desnível. Para atingir seu cume, o caminho pode ser feito de carro, bicicleta ou cavalo, sem falar da opção pela caminhada, de aproximadamente cinco quilômetros. Apenas a descida é feita por trilha, o que facilita a chegada a pontos medianos da cachoeira, onde se formam lagos.

Para quem tem como foco o turismo histórico, o passeio de maria-fumaça pode ser o melhor. O embarque por si só já é uma atração, por ocorrer na pequena estação que preserva o estilo das estações mineiras dos séculos 19 e 20. A linha foi a primeira construída pela Companhia de Estrada de Ferro D. Pedro II, depois chamada de Estrada de Ferro Central do Brasil. O objetivo era que a linha atingisse o Rio São Francisco e, dali, seguisse para Belém do Pará.

Rio Acima ainda preserva a forma de lazer mais comum no Brasil: o futebol. As quadras das escolas Municipal Terezinha da Silva Cosenza e Estadual Santo Antônio e a Quadra Poliesportiva Waldomiro Nascimento realizam torneios periodicamente. O Torneio da Independência, em setembro, é o destaque, que atrai times de futebol e handball para a cidade.

PROTEÇÃO 
Rio Acima é a única cidade inteiramente inserida na APA Sul (Área de Proteção Ambiental) da Região Metropolitana de BH. No mesmo local fica a APA do Mingu, que acolhe a Bacia Hidrográfica do Mingu, responsável por abastecer os 10 mil moradores do lugar.

A cidade é predominantemente tranquila, com restaurantes de cardápio diverso e a tradicional cachaça mineira. As festas ficam por conta da celebração do padroeiro, Santo Antônio, Nossa Senhora das Dores, do Rosário e Santa Luzia.



SERVIÇO
» Como chegar
Pegar a MG-030 sentido Nova Lima, passando por Honório Bicalho, e seguir em frente até chegar a Rio Acima

» Onde ficar
• Pousada Circuito Real
Rua 28 de Dezembro, 232, Centro (031) 3545-12 24 e
(031) 98866-6997

• Pousada do Canto
Rua Quinze, 723, Vila do Comércio (031) 3545-9259 e (031) 3545-2423
www.pousadadocanto.com.br


Todas as fotografias que ilustram a matéria são de autoria de Andréia Gomes
Fonte da matéria:http://www.uai.com.br/app/noticia/turismo/2017/01/18/noticias-turismo,199978/venha-fazer-um-mergulho-nas-aguas-calmas-de-rio-acima.shtml

Nenhum comentário:

Postar um comentário