terça-feira, 31 de janeiro de 2017

12 lindas cidades do Lago de Furnas, o Mar de Minas

O Lago de Furnas é a maior extensão de água de Minas Gerais e um dos maiores lagos artificial do mundo. O lago é alimentado por nascentes e rios de águas cristalinas, cobre uma superfície de 1.457,48km², quatro vezes mais que a Baia de Guanabara no Rio de Janeiro. A partir de 1960, modificou a paisagem de trinta e quatro municípios atingidos pela sua inundação. Cidades foram inundadas e boa parte do potencial agrícola foi reduzido drasticamente. Se em perdeu terras férteis, ganhou um campo fértil e cada vez crescente que é o turismo. Pelas belezas naturais, cânions, paredões, cachoeiras e paisagens exuberantes, a região recebeu o carinhoso nome de “Mar de Minas. Dessas 34 cidades, listamos essas 10. Todas top!

1 – Boa Esperança
Fotografia de  Marcos Camargo - Clube dos Anfíbios
Sua população em julho de 2016 era de 40 412 habitantes, de acordo com a estimativa do IBGE. Está distante 280 km de Belo Horizonte.É neste município que se encontra a Serra da Boa Esperança, a qual se tornou célebre através da música que leva seu nome, composta por Lamartine Babo e interpretada por diversos cantores. Por seu território passa o Rio Grande, importante para o desenvolvimento da região.
O Lago de Boa Esperança possibilitou o desenvolvimento do turismo e do lazer da população. O lago é formado pelo represamento das águas do ribeirão Marimbondo, Maricota e Cascavel. A extensão total é de aproximadamente 8 km² (800ha), sendo 3 km², a “parte que banha a cidade”. Represado no município para formação de uma lagoa perene, circundando de praças, com avenidas arborizadas, restaurantes, instalações para pesca com vara, ancoradouro para barcos e jardins. Passeio de Lancha, Passeio de Jet Sky, Pesca esportiva, Cachoeira do lago. Tem também a "Prainha" que está em torno da Av. Beira Lago com intuito de reunir as pessoas para desfrutarem da beleza do Lago dos Encantos.

2 – Alfenas 
Fotografia de Bosco Azevedo
De acordo com a estimativa do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística, sua população em julho de 2016 era de 79.222 habitantes.
Alfenas articula-se em uma malha rodoviária com três estradas federais (BR-491, BR-267 e BR-369), algumas estaduais (MG-179, MG-184, MG-453 e MG-879), diversas municipais. O município tem localização privilegiada em relação aos grandes centros urbanos do país. Banhada pelo Lago de Furnas, o que revela grande potencial turístico.
O município de Alfenas é o núcleo urbano mais importante da microrregião. Tradicionalmente, agro-pastoril e grande centro produtor de café. A pecuária leiteira é bastante desenvolvida e iniciativas na agroindústria, principalmente no setor do gêneros alimentícios, sucos e laticínios. Na área industrial vem consolidando o município, vocação para o setor têxtil revigorada com a implantação da, hoje, UNIFI do Brasil, considerada uma das maiores unidades industriais do gênero na América do sul.
Alfenas está localizada na bacia hidrográfica do Rio São Tomé, que termina no lago de Furnas, cuja nascente fica no bairro Serra Escura no município de Machado. 
O município é banhado pelo lago de Furnas, um dos maiores da América Latina. Suas margens somadas ultrapassam 3 mil km, o equivalente a quase metade do litoral brasileiro. Alfenas vem sendo descoberta como portal de entrada para o grande “Mar Doce” de Minas Gerais, que permeia terras de 34 municípios. Suas características permitem a navegação de diversos tipos de embarcações, inclusive veleiros. A prefeitura Municipal construiu neste ano, a primeira rampa náutica pública do município, a menos de 3 km do centro da cidade, onde o turista poderá ter acesso ao lago de Furnas e obter informações sobre distâncias e pontos turísticos do lago.(Fonte: Atlas Escolar - Histórico e Geográfico do Município de Alfenas – MG)

3 – Fama
Fotografia de Wilson Órfão - Fanpage Lugares de Minas 
Sua população recenseada pelo IBGE/2016 é de 2.424 habitantes.Distante 362 km de Belo Horizonte, o município faz divisa com Alfenas, Campos Gerais, Três Pontas.Paraguaçu.
Fama é daquelas cidades que quem a conhece não esquece jamais! Com belezas naturais banhadas pelo lago de Furnas, seu povo hospitaleiro está sempre de braços abertos para recebê-lo. Venha nos visitar e passar momentos agradáveis com sua família. Em Fama você encontra o melhor sabor do peixe do Brasil.

4 – Guapé
Fotografia de Renato Faria 
A população estimada de Guapé, segundo o IBGE, em 2016, era de 14.435 habitantes. Sua história se divide em duas partes: antes e depois das águas de Furnas, devido à inundação de parte do município na década de 1960 para construção de uma usina hidrelétrica.A nova cidade foi construída próxima à antiga, em um local mais alto, as margens do lago, ficando praticamente ilhada, onde o lago forma uma península.O lago que hoje rodeia a cidade proporciona uma vista bastante agradável e um clima ameno.
A prática de esportes náuticos, turismo, pesca (autorizada) é frequente, principalmente em tempos quentes. O lago é um convite para banhistas e para passeios de lancha, barcos.
Alguns acessos à cidade são feitos através de balsas, o que faz a viagem a Guapé se tornar emocionante desde o inicio.
A prática de esportes radicais como o rapel e voo livre no município se tornou frequente, tendo sido realizado em 2007 o primeiro Campeonato Brasileiro de Acrobacias, o 1º Brasilacro de Parapente onde reuniram-se pilotos de várias partes do Brasil e da América do Sul.

5 – Capitólio
Fotografia de Stênio Silva 
Capitólio é a Rainha do Lago de Furnas.
De acordo com estimativas do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), sua população era de 8.648 habitantes em 2016. Capitólio é uma cidade pequena que fica a 280 quilômetros de Belo Horizonte, mas para chegar lá de avião, é possível pegar um voo comercial e descer em uma cidade mais perto como Passos, Piumhi, Alfenas, Varginha, dentre outras. A região é marcada por cânions com mais de 20 metros de altura, cachoeiras e uma praia de água doce. A cidade faz divisa com os municípios de Guapé, Pimenta, Piumhi, São João Batista do Glória, São José da Barra e Vargem Bonita.
Imagem extraída do site escarpasdolago.wordpress.com
No Balneário Escarpas do Lago está a maior marina fluvial da América Latina. A região tem grande potencial turístico e muitos locais para a prática de esportes de aventura. 

6 – Formiga
Lago de Furnas que banha Formiga.Fotografia de Kevin Marden
Formiga possui uma paisagem caracterizada pela diversidade de aspecto físico, dando destaque para a variada quantidade de terrenos planos e montanhosos, vales, cachoeiras e paredões rochosos, formando assim uma paisagem de muita beleza. Como possui muitas florestas, cerrados e capoeira, a sua natureza se torna algo muito distinto. Os seus solos são férteis e favorece o plantio e a agricultura. O lago de Furnas, que é considerado como o Mar de Minas, ocupa parte do município e tem o volume equivalente a 2,6 bilhões de metros cúbicos. Quando venta com bastante força, ocorre a formação de ondas, dando a impressão de ser um braço do mar. Hoje, o lago é uma grande fonte de turismo e se tornou responsável por vários clubes de ótima qualidade, fazendo assim com que o turista usufrua toda a generosidade que a natureza reservou a esta região. Esses aspectos estão despertando cada vez mais interesse em quem esta em busca de um turismo mais aventureiro ou de um passeio para descansar e curtir as belezas que a região apresenta. As atividades náuticas como pesca, natação, jet ski, trekking, Wind Surf estão sendo bastante praticadas. Porem, além de belezas naturais, Formiga ainda possui grande fonte de cultura. A Igreja Matriz de São Vicente Férrer é uma das mais belas da região. A preservação é realizada por toda a população. Na praça, também se encontram belos conjuntos arquitetônicos, ficando ali resguardado o conjunto ecológico, os casarões, a primeira fonte luminosa da cidade, o espaço para eventos artísticos e culturais. Os eventos culturais da cidade vêm ganhando bastante força, um dos principais se chama " O Mutirão de Carros de Bois". O evento reúne aproximadamente 52 carros de bois, que são confeccionados artesanalmente com madeira e ferro. Durante o evento, Formiga faz jus ao título que possui, de cidade hospitaleira e recebe pessoas de todo o país, que vem especialmente para prestigiar a festa. A população de Formiga, estimada pelo IBGE em 2016 era de 68.236 habitantes.
(Fonte do texto:http://www.guiadoturismobrasil.com/cidade/MG/494/formiga)

7 - Três Pontas
 Por WOtP - Obra do próprio, CC BY-SA 3.0, https://commons.wikimedia.org/w/index.php?curid=27959984
Sua população em 2016, foi estimada pelo IBGE em 56.879 habitantes.Três Pontas é uma cidade com praticamente todas as ruas da zona urbana asfaltadas e serviços de água e esgoto para quase toda população. Com uma área de 689 quilômetros quadrados, o município possui cerca de cinquenta e quatro mil habitantes, sendo que na zona urbana residem aproximadamente quatro quintos desse total. A MG-167 é a única rodovia que dá acesso ao município, mas a Rodovia Fernão Dias, uma das principais rodovias do país, se encontra a menos de cinquenta quilômetros da cidade.
Três Pontas faz parte do circuito turístico Vale Verde e Quedas D'Água.O destino mais procurado pelos turistas é o Distrito do Pontalete, por causa da Represa de Furnas. Além das belas paisagens naturais, os diversos bares e restaurantes possibilitam ao visitante saborear a típica comida sul mineira. Em novembro de 2011 foram iniciadas as obras para revitalização do distrito, para melhorar a infraestrutura e ampliar o potencial turístico que atrai visitantes de toda região.
Outros aventureiros também optam em conhecer a serra de Três Pontas. No topo da serra tem-se uma visão privilegiada do "mar de morros" do Sul de Minas. Repleta de trilhas, a serra tem ainda uma cachoeira e um muro construído por escravos na época em que havia um quilombo nas proximidades da montanha. (Wikipedia)


8 – Carmo do Rio Claro
Imagem extraída do site nascentesdasgerais.com.br
De acordo com o censo realizado pelo IBGE em 2016, sua população é de 21.400 habitantes.
Localizado na região sudoeste do estado, é banhado pela Represa de Furnas. O município limita-se com Alfenas, Alterosa, Alpinópolis, Boa Esperança, Campo do Meio, Campos Gerais, Conceição da Aparecida, Guapé, Ilicínea, Nova Resende e São José da Barra. Destaca-se pela agropecuária, turismo e artesanato.
Muito conhecida pelo artesanato em tear manual e pela produção de doces caseiros.A vegetação característica do município é de transição para o cerrado.
De sua bacia hidrográfica centenas de nascentes, brotam das serras dando origem aos incontáveis riachos e córregos que banham o município. São muitas as montanhas que compõem o relevo carmelitano. As principais são: Serra do Tabuleiro com 1304 m, Serra da Tormenta com 1287m e pertence a particulares, pois ainda não foi tombada pelo Governo Municipal, estadual ou federal, Pico São Gabriel com 1197 m. (Wikipedia)

9 – São João Batista do Glória
Fotografia de Amauri Lima 
Sua população estimada em 2016 era de 7.387 habitantes. Cidade predominantemente rural, onde o leite é o principal produto.
Atualmente foi construída a ponte sobre o rio Grande, onde antigamente as balsas realizam as travessias. O município tem várias cachoeiras, o que torna a cidade conhecida regionalmente por cidade das cachoeiras. Devido ao grande nome da cidade, ela leva o apelido de "Glória".
Pra quem gosta de contato com a natureza, a cidade é a opção ideal. É em São João que está o Paraíso Perdido, um dos mais lindos lugares de Minas e ainda, o município possui dezenas de cachoeiras e paredões de tirar o fôlego que levam ao Caminho do Céu, uma linda região pertencente ao município.

10 – Pimenta 
Foto extraída do site http://kypessoa.blogspot.com.br/ 
Pimenta, uma cidade de 8.688 habitantes (IBGE/2016), fica situada no oeste de Minas Gerais entre os Rios Grande, que passa no município e o Rio São Francisco que passa próximo. Distante 236 km da Capital.
A cidade tem ao fundo a Serra da Pimenta ou Serra de Piunhi, que é uma das ramificações da Serra da Canastra. Esta serra é cortada pelo Rio Grande numa garganta que fica no distrito de Santo Hilário que pertence ao município de Pimenta. Santo Hilário, um arraial de 400 habitantes, recebeu este nome em homenagem ao naturalista francês August de Saint Hilaire, que passou uma temporada pesquisando esta região.
A região de Pimenta, Santo Hilário e a serra ficam às margens do Lago de Furnas, formado pelo Rio Grande. Na região, além do Lago de Furnas, que é magnífico, existem dezenas de cachoeiras de grande beleza. (Fonte site da Prefeitura local)

11 - Alterosa 
Fotografia de Gisele Oliveira
Localizado às margens do Lago de Furnas, o município de Alterosa, pertence à região administrativa de Alfenas/Varginha, Sul de Minas. Sua população recenseada em 2016 era de 14.494 habitantes.
Apesar da economia variada, a vocação de Alterosa é o lazer e o turismo. Já existem alguns eventos durante o ano (carnaval, motocross, Festa do Peão, Alterosense Ausente, entre outros) que atraem turistas para Alterosa. O Lago de Furnas, a maior riqueza da cidade, recebe todas as semanas outros visitantes em busca de pescaria, lazer e esportes náuticos. Na beira da represa o turista pode apreciar os pratos da cozinha regional, como a traíra sem espinhos. Alterosa oferece também opção para os amantes do turismo ecológico, a Serra Negra, que possui variados tipos de fauna e flora.

12 - São José da Barra
(fonte e foto desta informação sobre São José da Barra: Site Represa de Furnas
Sua população estimada em 2016 pelo IBGE era de 7.323.Também é conhecida pelo apelido de Nova Barra, pois antigamente ficava a beira do rio Grande, ou seja na Barra do rio Grande com o Rio Sapucai. Com a chegada da Usina Hidrelétrica de Furnas, esta cidade foi coberta pelas águas do lago de Furnas e teve de ser mudada de local.
Foi uma cidade planejada em forma de violão. Na mudança da cidade muitas pessoas se mudaram para Nova Cidade Nova Barra, e ao chegar nesta nova cidade todos ficaram meio depressivos, pois tiveram de largar suas casas e terras e vendê-las por preços muito baixos pois a água iria cobri-las. As casas não tinham banheiros, só uma privada no fundo da horta, não tinham asfalto nem saneamento básico, a eletricidade da cidade era de um motor a diesel. Por ironia a 3 km dali havia uma usina hidrelétrica funcionando e em seu acampamento havia hospital, clube, cinema e saneamento básico. Hoje São José da Barra cresceu e se tornou cidade.

Os município que fazem parte do “Mar de Minas” são: Aguanil, Alfenas, Alpinópolis, Alterosa, Areado, Boa Esperança, Cabo Verde, Camacho, Campo Belo, Campo do Meio, Campos Gerais, Cana Verde, Candeias, Capitólio, Carmo do Rio Claro, Coqueiral, Cristais, Divisa Nova, Elói Mendes, Fama, Formiga, Guapé, Ilicínea, Juruaia, Lavras, Muzambinho, Nepomuceno, Paraguaçu, Pimenta, Ribeirão Vermelho, São João Batista do Glória, São José da Barra, Três Pontas e Varginha, com a criação de praias e desfiladeiros.

AVISO LEGAL
Este conteúdo pode ser publicado livremente, no todo ou em parte, em qualquer mídia, eletrônica ou impressa, desde que contenha um link remetendo para o site www.conhecaminas.com

14 comentários:
Faça também comentários
  1. Preciso de 60 dias de férias!!! Pra visitar tudo!

    ResponderExcluir
  2. É bem verdade que Boa Esperança é uma cidade linda, gostosa, hospitaleira e possui um lago artificial lindo. No entanto, esse lago não faz parte diretamente do Lago de Furnas, embora tenha exista alguma ligação com ele. O lago existe devido a uma barragem, construída por volta de 1970 (data aproximada), para represar as águas de um pequeno riacho que corta a cidade. De fato, na época das cheias, a parte de baixo da barragem, devido ao volume de água que escoa do lago, acaba por se juntar ao Lago de Furnas.
    De todo modo, vale muito à pena conhecer o lugar e a Serra da Boa Esperança.

    ResponderExcluir
  3. O circuito "Mar de Minas" é uma excelente opção de lazer. A área de drenagem do Rio Grande e seu, principal afluente, o Rio Sapucaí, na região lago de FURNAS, inundou terras de trinta e quatro (34) municípios.
    A "diáspora" de furnas foi traumática para muitos de seus habitantes, pois, tiveram de mudar o seu "modus vivendi" e há aqueles (as), que foram buscar residência em outros estados da federação, como Goiás. Inundou exatamente as “terras de cultura”, cujas várzeas produziam os mais diversos cereais. Além do gado leiteiro. É nestas várzeas que localizavam as sedes das principais fazendas seculares.
    Por volta da segunda metade da década de 1970, é que ocorre mudanças nas práticas na agricultura e pecuária. As terras dos cerrados e campos de altitude tinham pouco valor, devido à baixa fertilidade natural. A correção da acidez do solo propiciou a ocupação é incorporação de novas áreas nos sistemas produtivos.
    Já, na década de 1990, é que a atividade turística é difundida. Há muitas opções além do lago. No entorno do lago há Cachoeiras e campos de altitude excelentes para a prática de trekking e turismo de contemplação e observação da fauna e flora.
    Há diversos parques, como o "Parque Estadual Serra da Boa Esperança" nos campos de altitude, cerrados e matas de encostas no município de Boa Esperança MG. Na proximidade do tríplice limite intermunicipal: Boa Esperança, Guapé e Ilicínea há o "Parque Ecológico Municipal: Cachoeiras do Buracão". Neste parque há cinco cachoeiras a montante do ponto de apoio, ou seja, o bar do Afonso. Recentemente o programa Terra da Gente, EPTV - Rede Globo, esteve em ambos explorando as suas belezas cênicas. As cachoeiras do Buracão estão localizadas no “Córrego D’Anta”, município de Ilicínea MG. Recomenda-se orientação (Guias) na visita, pois, há um grau de dificuldade para visitar as cachoeiras a montante do ponto de apoio, que só funciona aos sábados, domingos e feriados.
    Atenciosamente: Carias

    ResponderExcluir
  4. Visitem o site http://www.escarpastur.com.br/ para saberem maiores informações de Escarpas do Lago e do Mar de Minas.

    ResponderExcluir
  5. Muito bom conhecer parte dessas margens .. quero ter a oportunidade de voltar e continuar a descobrir tantos encantos!
    Parabéns aos receptivos moradores dessa linda região!

    ResponderExcluir
  6. Realmente o Mar de Minas é fascinante . Se vc ainda não fez o passeio de pelas águas saindo da Ponte do Rio Turvo, onde também tem um excelente restaurante com comida mineira, você está perdendo uma oportunidade de passeio. No YouTube você vai encontrar muitos vídeos que vai mexer com você.

    ResponderExcluir
  7. Lindas paisagens, águas cristalinas, encanta à todos que por lá passam. Quem nunca foi, vá!

    ResponderExcluir
  8. Faltou o Porto dos Mendes, distrito lindo da região de Campo Belo e Nepomuceno.

    ResponderExcluir
  9. Conheco o mar de Minas, meus paren tes tem casa de campo em Edentur, Formiga, la tem um por de sol lindo.E um lugar muito bonito e agradavel. a terra tudo que planta cresce e floresce e da frutos.

    ResponderExcluir
  10. Vendo as fotos gostei mais de Boa esperança!

    ResponderExcluir
  11. Tem Areado, Alterosa, Barranco alto dentre outras

    ResponderExcluir
  12. Em Sao Joao Batista do Gloria todas as cachoeiras tem acesso algumas com veiculo 4x4 e outras carro 4x2, regiao linda, turismo acessivel e familiar, muitas trilhas para bike e moto. Eu recomendo Pousada Alecrim.

    ResponderExcluir