Conheça Santa Maria do Salto, uma encantadora cidade mineira do Vale do Jequitinhonha.

 
O fundador da cidade de Santa Maria do Salto – MG, foi José Joaquim Cabral, um lavrador que residia em uma cidade de interior baiano chamada de Ituassú. Em busca de melhores dias, como muitas outras pessoas que buscavam terras virgens para a exploração de madeira e plantação de lavouras, resolveu deixar sua terra e vir para Minas Gerais. Em aqui chegando ocupou uma área de matas, derrubando-a, construindo uma casa taipa que passou a ser seu lar. Logo, devido a seu intenso trabalho, prosperou e criou sua família. Tinha o apelido de “José Tropeiro”, pois trabalhava com uma tropa, isto é, um conjunto de animais de carga, com o qual transportava o produto de sua lavoura para comercialização em outros lugares.


Os demais colonos, também, foram se instalando e cultivando suas terras. Algum tempo após, um dos extremantes propôs comprar área do José Tropeiro, para aumentar sua propriedade; com isso não concordou a esposa de José, continuando a família a laborar em sua fazenda. Estando José Tropeiro já em idade avançada e, não querendo vender sua área, reuniu sua família e, aventou a idéia de tirar uma área destinada a criação de um arraial, berço da atual cidade, com o que todos concordaram. Isto ocorreu nos meados de 1936, logo circulando o boato em toda a região, sendo muito aplaudido. Acudiram pessoas de todas as partes, sendo os fazendeiros circunvizinhos os primeiros a adquirirem seus lotes e construírem suas casas. No ano seguinte, 1937, o arraial já contava com varias casas, expandindo-se rapidamente. Os primeiros habitantes, além da família do fundador, foram dentre outras as famílias Jesuino Gil, Cármino José de Souza, Ferraz de Brito, Gonçalves Viana, Antônio Rocha, Abdias Ruas, Costa Gomes, Almeida Campos, Rodrigues Soares e Alves de Souza. Logo foi erigida uma capela que, demolida algum tempo depois, deu lugar a construção da Matriz, cuja padroeira era a Imaculada Conceição, donde o nome de Matriz da Imaculada Conceição, pertencente à diocese de Araçuaí.


Com o desenvolvimento do arraial, a noticia foi levada ao conhecimento do Prefeito de Vigia, hoje Almenara, que mandou um fiscal para se inteirar dos fatos, os quais relatados à autoridade citada, culminaram com visitas periódicas do fiscal que passou a cobrar impostos e a efetuar algumas obras públicas, como alargamento de ruas e outras.
No ano de 1938, devido ao grande número de crianças, em idade escolar, foi criada uma escola, sendo professora Da. Julieta Costa Gomes que, necessitando de ajuda convidou algumas moças para, igualmente, lecionarem, dentre elas Odete Porto, Anísia Silva Cabral e Maria Rodrigues.

No ano de 1942 foi aberta a primeira estrada de rodagem ligando o arraial à cidade de Jacinto e à Almenara, na gestão do Prefeito Acúrcio de Lucena Pereira, que veio inaugurá-la com grande comitiva.


Integrando o município de Vigia, o arraial recebeu o nome de povoado de Santa Maria, em homenagem à esposa do fundador que se chamava Maria; algum tempo depois, o povoado passou a pertencer ao município de Jacinto e, posteriormente, ao de Salto da Divisa, recebendo, então, o nome de Santa Maria do Salto. Com o desenvolvimento do povoado, e a interferência do Deputado Estadual, Dr. Otelino Ferreira Sol, foi este elevado à categoria de Vila, tendo sido construída uma nova rodovia, facilitando o acesso à Salto da Divisa.

Finalmente, em 30 de dezembro de 1962, pela Lei Estadual n° 2.764, foi a vila de Santa Maria do Salto, elevada à categoria de cidade, a qual foi instalada em 01 de março de 1963.


DADOS GEOGRÁFICOS E POLÍTICOS
A cidade de Santa Maria do Salto é rodeada por uma cadeia de pedras, tendo formato de uma bacia; dista 19 km da margem direita do Rio Jequitinhonha, e é banhada pelo córrego de Areia. É servida por uma rodovia de acesso à rodovia estadual MG -405.

A área do município é de 553 km², e sua população, segundo o censo de 2007, é de 5.837 habitantes. Está situada numa altitude de 170 m, e a 16° 20´20´00 de latitude sul e 40° 07´51” de longitude oeste.

Da instalação até 30/08/1963 – Intendente – Djalma Rodrigues de Carvalho
De 30/08/1963 até 31/01/1967 – Prefeito – Ladislau Alves de Souza
De 31/01/1967 até 31/01/1971 – Prefeito – Elpídio Pereira da Rocha
De 31/01/1971 até 31/01/1973 – Prefeito – Ladislau Alves de Souza
De 31/01/1973 até 31/01/1977 – Prefeito - Júlio Alves Correia
De 31/01/1977 até 31/01/1983 – Prefeito – Paulo de Souza Porto
De 31/01/1983 até 31/12/1988 – Prefeito – Anísio Caíres Luz
De 31/01/1989 até 31/12/1992 – Prefeito – Almir Batista dos Santos
De 31/01/1993 até 31/12/1996 – Prefeito – Anísio Caíres Luz
De 31/01/1997 até 31/12/2000 – Prefeito – Almir Batista dos Santos
De 31/01/2001 até 31/12/2004 – Prefeito – Almir Batista dos Santos
De 31/01/2005 até 31/12/2008 – Prefeito – Edimilson Renon
De 31/01/2009 até 31/12/2012 – Prefeito – Edimilson Renon
De 31/01/2013 até 31/12/2016 – Prefeita – Beatriz Irivan Almeida


Pesquisa: Julieta Costa Gomes e Maria Célia Porto Souza
Fonte: Site da Prefeitura http://www.santamariadosalto.mg.gov.br
Fotos enviadas por Márcia Porto

Nenhum comentário:

Postar um comentário