domingo, 9 de outubro de 2016

Brincar com os vaga-lumes. Já fez isso?

Compartilhe:

Brincar com os Vagalumes, tê-los nas mãos era uma inocente brincadeira de crianças.Hoje as brincadeiras são restritas a joguinhos no celular e ficaram na memória e fotos esse tempo, onde a vida era mais bela. Essa brincadeira acabou, até os vaga-lumes também. Não são mais vistos. O desmatamento afugentou eles.
-------------------------------------------------------------------------------------------------------------
Apesar de sua importância para o equilíbrio ecológico e para estudos na área de biotecnologia e biomedicina, os vaga-lumes estão desaparecendo. As principais causas são a poluição, o desmatamento e o aumento da presença de luzes artificiais em áreas onde, antes, os vaga-lumes se localizavam. “O vaga-lume utiliza a própria luz para encontrar seu parceiro sexual. Quando há um aumento das luzes artificiais, ele não consegue enxergar a luz do sexo oposto e não consegue se reproduzir. A continuidade da espécie fica, então, comprometida”.

Mas Como o Vaga-lume Acende e Apaga? Qual é a Origem Da Sua Luz?
Este fenômeno se chama bioluminescência. O que acontece é o seguinte: no abdome deste curioso inseto há uma reação química entre duas substâncias presentes no corpo do vaga-lume, a luciferina (uma classe de pigmentos responsável pelas emissões luminosas) e o oxigênio. O resultado desta reação é a oxi-luciferina, que é uma substância luminescente. Esta iluminada reação é a responsável pela luz dos vaga-lumes.

As piscadas do vaga-lume são uma forma de atração sexual! Enquanto muitos insetos se comunicam através de feromônios, os vaga-lumes atraem seus parceiros pelas piscadas.
Outro motivo pelo qual o vaga-lume pisca, é para espantar predadores e atrair algumas presas.

Por Que Os Vagalumes Acendem?
Na certa uma questão intrigante que nem damos tanto valor pode ser uma coisa primordial na natureza
Quem nunca viu, pessoalmente, na TV ou em fotos, uns bichinhos muito curiosos que brilham no escuro? São os vaga-lumes ou pirilampos. Eles produzem luz principalmente por dois motivos:
Para se defender e se reproduzir. Imagine um louva-a-deus aproximando-se de um pequeno vaga-lume “apagado”. Este não teria chance de escapar. Mas, quando ele acende sua “lanterna”, acaba assustando esse predador.


Os lampejos também são utilizados para atrair o sexo oposto na hora da reprodução. Para gerar luz, várias reações químicas acontecem no corpo do inseto, consumindo uma grande quantidade de energia e também oxigênio, que são usados como combustível. 

A cor da luz varia de acordo com a espécie do vaga-lume e é determinada por pequenas variações nos compostos que participam das reações químicas. Infelizmente, os vaga-lumes estão ameaçados pela forte iluminação das cidades, pois quando entram em contato com essa forte iluminação, sua bioluminescência é anulada interferindo fortemente na reprodução podendo até serem extintos.

Os vaga-lumes são besouros de um tipo especial, pois emitem luz. Há três famílias diferentes de vaga-lumes — os elaterídeos, os fengodídeos e os lampirídeos –, que se distinguem, entre outras coisas, pelo lugar onde ficam os órgãos luminescentes e pela freqüência e cor da luz emitida.
--------------------------------------------

Nenhum comentário:
Faça também comentários