Dicas sobre Ibitipoca:Como chegar, localização, onde ficar, a cidade, o parque e as trilhas.

Janela do Céu.
Minas Gerais é um Estado que oferece muitas atrações. Dentre elas, as muitas trilhas e cachoeiras espalhadas pelo Estado. Conceição de Ibitipoca é um distrito pequenininho e aconchegante. Lá, se encontra o Parque Estadual do Ibitipoca.
Localização / Como chegar?
A cidade fica próxima a divisa do Rio de Janeiro e Minas Gerias, são cerca de 260 km de distância. Indo de Carro é só seguir na BR-040 com destino a Juiz de Fora, e somente sair da BR-040 na placa que indica a cidade de Lima Duarte, onde começará a BR-267. A partir de Lima Duarte até Conceição do Ibitipoca são mais 27 km. A estrada é bem tranquila e sinalizada, a parte mais chata é entre Lima Duarte e Conceição de Ibitipoca onde a estrada é de chão, e ai é preciso atenção porque tem muitos buracos e pedras no caminho.
Outra opção, é ir de ônibus até Juiz de Fora – MG, depois outro ônibus de Juiz de Fora – MG até Lima Duarte – MG e, por fim, mais um ônibus de Lima Duarte – MG até Conceição do Ibitipoca – MG.

Onde Ficar?
A cidade é bem turística, então há diversas opções de hospedagem desde Camping até Hotéis. Optei por ficar no centro e acho que fiz uma boa escolha. Fiquei na Pousada do Fred, éramos um grupo de cinco, e conseguimos fechar um chalé por um preço bem justo. A pousada é simples, mas com uma infraestrutura muito boa e aconchegante, além de ser bem localizada. O café da manhã é incluso no pacote, e por sinal é ótimo, bem típico de Minas Gerais.

A Cidade
 
 A cidade (vista parcial de Lima Duarte por Márcio Lucinda - Sauá Turismo) é uma graça, possui mercado, farmácia, posto de saúde, enfim bem estruturada para o tamanho dela. A noite rola música ao vivo pelos bares da cidade. 
Há várias opções de restaurantes com preços para todos os bolsos e gostos. Experimentei o Restaurante da Tia Tonica e o Restaurante Gula do Lobo, ambos muito bons, comida típica mineira, direto da panela de barro. O primeiro possui preço fixo de R$ 14 e você pode comer a vontade. O segundo só serve a la carte e o preço varia em média de R$ 20 a R$ 30 por pessoa (sujeito a alterações). Além disso, aos amantes da cerveja, a cidade possui duas marcas de Cerveja artesanal: A Ibit Beer e a Ibitipoca.
O Parque
Vista parcial do Paredão de Santo Antonio -Fotografia de Márcio Lucinda - Sauá Turismo
Fica a 3 km da cidade de Conceição de Ibitipoca. Esse trajeto pode ser feito de kombi (R$5 ida e R$ 5 volta - sujeito a alterações) ou então de carro. Caso opte em ir de carro chegue cedo, porque não há muitas vagas próximo ao parque, principalmente nos feriados e fins de semana.
O Parque possui um limite diário de visitação. Nos dias úteis, fica limitada a 300 pessoas por dia, já aos sábados, domingos e feriados a visita é de até 800 pessoas por dia.
O valor do ingresso também varia conforme os dias. Para os dias úteis custa R$ 10, já aos sábados, domingos e feriados R$ 20. (sujeito a alterações) Lembrando que estudante paga meia entrada. O Parque oferece uma área de Camping que custa por pessoa, uma diária de R$ 40. (Preços sujeitos a alterações)
Dentro do Parque também tem um Restaurante que oferece refeição por R$ 25 no esquema de balança liberada, ou seja, come a vontade. (preço sujeito a alterações)
As Trilhas
Há três roteiros: Roteiro das Águas, Roteiro da Janela do Céu e Roteiro Pico do Pião. Em três dias você consegue matar os três roteiros, um dia para cada. Eu fiz apenas os dois primeiros e já valeu muito a pena.
O Roteiro das Águas ou Circuito das Águas é bem tranquilo, e é o mais leve, possui algumas subidas e descidas, mas nada muito intenso. O circuito tem apenas 5 km, então em uma tarde ou uma manhã é possível completá-lo. Nesse roteiro, é possível curtir as cachoeiras durante o caminho e relaxar. Os pontos altos são: Gruta dos Coelhos, Lago dos Espelhos, Ducha, Lago Negro, Prainha das Elfas, Prainha, Lago das Miragens, Ponte de Pedra, Cachoeira dos Macacos.
O Roteiro para a Janela do Céu é o mais puxado e o mais procurado. São 16 km de caminhada moderada a pesada. A trilha possui partes de subidas íngremes e cansativas. Prepare-se, pois ela exige um certo esforço. Neste caminho você encontra: Cruzeiro, Gruta da Cruz, Pico da Lombada, Gruta dos Três Arcos, Gruta dos Fugitivos, Gruta dos Moreiras, Cachoeirinha, Mirante, Janela do Céu, Rio Vermelho.
A janela do Céu é a ultima parada. É um topo de uma queda d’água de 70 metros. Particularmente me encantei mais pela Cachoeirinha, que fica a uns 400 m da Janela do Céu, uma queda d’água linda e gostosa que dá vontade de ficar por um bom tempo ali descansando e admirando.
DICAS
Sacos Plásticos:
durante a trilha não há lixeiras pelo caminho, então leve sacos plásticos para reunir seus lixos e ajudar na preservação do parque.
Água: 1,5 L a 2 L por pessoa, pelo caminho não há onde comprar.
Comida: Barras de cerais, biscoitos, sucos, snacks, sanduíches etc. O restaurante fica próximo a entrada do Parque, até você conseguir atingí-lo vai demorar.
Protetor solar: Mesmo que não esteja sol use! O mormaço lá queima muito. Experiência de quem sofreu com as queimaduras rs
Repelente: Lá não tem tanto mosquitos mas é sempre bom se prevenir.
Vestuário: Roupas leves, roupas de banho, canga, toalha e tênis confortável. Dependendo da época, casaco é essencial.
Dinheiro: Lá não tem caixas eletrônicos, muitos lugares aceitam cartão, mas vá preparado para usar dinheiro.

Fonte e fotos:http://www.fantrip.com.br/site/dicas-sobre-ibitipoca-minas-gerais/
As fotos de Márcio Lucinda são inserções nossa.

3 comentários:

  1. Chegamos em um pequeno motorhome, na passagem de ano... Não conseguimos estacionar, manobrar, e visitar o parque. Um caos! Sorte que já conhecíamos e visitamos muitas vezes quando ainda não era parque... Um paraíso!

    ResponderExcluir
  2. Infelizmente acabou de sair a seguinte notícia:
    http://g1.globo.com/mg/zona-da-mata/noticia/2016/10/parque-do-ibitipoca-fecha-janela-do-ceu-por-tempo-indeterminado.html

    ResponderExcluir