Conheça Buritis: a cidade de belas paisagens no noroeste de Minas

Situada as margens do rio Urucuia, principal afluente do Rio São Francisco, Buritis é a cidade mineira mais próxima da Capital Federal. Está a 213 km de Brasília, possui cerca de 25 mil habitantes, povo caloroso e hospitaleiro. O município que tem a economia voltada para agricultura e pecuária, é o quarto maior produtor de grãos do estado de Minas Gerais.

A região desenvolveu-se a partir da influência da igreja católica, religião predominante desde o século XVII, através das expedições bandeirantes no cerrado mineiro e de nomes importantes como Fernão Dias, Matias Cardoso e Joaquina de Pompéu. Buritis está situada no Vale do Urucuia, tem clima tropical e faz parte do bioma do cerrado que apresenta grande variedade de espécies em todos os ambientes e recursos naturais.
O Vale formado por cima do aquífero do Urucuia é rodeado por serras e possui grande potencial hídrico, que deve ser preservado. Integra a Bacia do São Francisco, rio que tem parte de suas nascentes neste município. Fazem parte de seus afluentes os rios São Domingos, São Vicente, Córrego Fetal, Passa Três, Barriguda, Confins, dentre outros inúmeros ribeirões, córregos e nascentes que banham toda esta área.

Dentre os afluentes, selecionamos cinco dos que possuem maior volume de água, belezas naturais exuberantes e encontram-se a poucos quilômetros da cidade.

Cachoeira da Barriguda
Há 35 km de Buritis sentido região da Barriguda, esta cachoeira possui 120 m de altura. Na sede da propriedade, o Sr. Gonçalo oferece área com quiosque de palha e churrasqueira, tudo de modo bem rústico. Mais 700 metros de caminhada, chega-se a cachoeira. O turista pode ainda aproveitar o rio que passa na frente da casa.
Cachoeira do Confins
Conhecida como uma das mais belas cachoeiras da região, a Cachoeira do Confins é composta por 3 quedas, onde a principal delas tem altura de 50 metros e grande volume de água. Localizada a 25 km de Buritis, a cachoeira fica dentro de uma propriedade privada. Para chegar até a primeira parte e mais alta queda é necessária uma caminhada com cerca de 3 km pelo cerrado da região.
Cachoeira do Passa Três
Localizada a 45 km do centro de Buritis próximo ao distrito de São Pedro, são 40 km percorridos na MG-400 e 5 km em estrada de chão. A cachoeira possui cerca de 70 m de altura em uma área totalmente preservada, localizada em uma propriedade particular.
Cachoeira do Retiro
A cachoeira do Retiro também conhecida como Cachoeira da Dona Nazinha, proprietária da Pousada Monte Horebe, oferece além de belezas naturais, momentos de descanso e lazer. Está localizada a 14 km da cidade com saída pela Avenida Frei Pio Bars. A proprietária oferece ao turista comida típica e hospedagem.
Urucuia
O Vale do Urucuia leva o nome deste grandioso rio, principal cursor d’agua da cidade de Buritis e importante afluente do Rio São Francisco. A cachoeira fica há 25 km da cidade e é pública, disponibilizando espaço para Camping e lazer. A cachoeira do Urucuia, como conhecida por aqui, é uma cascata rochosa com grande volume de água e extenso comprimento do rio.
Em seus 53 anos de emancipação comemorados em 1 de março, Buritis tem comércio bem desenvolvido, lojas diversas, hotéis, bares e restaurantes. A parte histórica está localizada na parte baixa da cidade com construções antigas, o centenário Pé de Jatobá na Praça Dom Elizeu e a secular Igreja de Nossa Senhora da Pena. Todos os anos, desde 1805, na semana do dia 8 comemora-se a “Festa de Setembro”, com grande número de visitantes, barraquinhas e devotos da padroeira. Com dois distritos, São Pedro do Passa Três e Serra Bonita, o município faz divisa territorial com Arinos, Formoso, Unaí e Cabeceiras, em Goiás.
A Casa da Cultura Roselverte Antônio Pires está localizada na Praça Dom Eliseu, possui acervo da cultura local e está aberta à visitação, onde o turista poderá se informar sobre a história da cidade e conhecer mais sobre a cultura e as tradições populares da região.
A natureza de Buritis favorece a prática de esportes radicias como o rapel, a tirolesa e as trilhas de motocross, como fazem os trilheiros da Equipe Terremoto e Trilheiros Buritis. A natureza local favorece ainda a prática do ciclismo aventura e mountain bike, esporte que ganha cada vez mais adeptos e atletas por aqui. Texto: Equipe Tv Rio Preto Buritis e Trilhas Urucuianas
http://www.tvriopretoburitis.com.br/2016/04/4492/

Nenhum comentário:

Postar um comentário