Aiuruoca – MG: A Terra das Montanhas Mágicas da Mantiqueira.

Vista parcial de Aiuruoca. Fotografia de Marlon Arantes

Aiuruoca localiza-se na região sul do estado de Minas Gerais, na Serra da Mantiqueira a quase 1.000 metros de altitude, ao pé do Pico do Papagaio, numa região de topografia bastante acidentada e ao mesmo tempo bela.
Café da manhã tipicamente mineiro. Pousada Canto das Bromélias. Foto de Marcelo Legramandi

Sua população é de pouco mais de 6.000 habitantes. O nome da cidade deriva do tupi e significa “casa de papagaio”, através da junção das palavras aîuru (papagaio) e oka (casa).

Muro de Pedras feito por escravos - Retiro dos Pedros, distrito de Aiuruoca. Foto de Marlon Arantes

A fundação oficial do cidade ocorreu em 1706 por João de Siqueira Afonso, taubateano, descobridor das Minas de Aiuruoca e fundador do arraial do mesmo nome, atraindo exploradores portugueses e paulistas.

Pico do Papagaio. Fotografia de Marlon Arantes

Aiuruoca integra o circuito turístico Terras Altas da Mantiqueira, com destaque para as belezas naturais dos picos e cachoeiras. No município, existem vários picos com altitudes que variam de 1.300 metros a 2.357 metros, sendo o Pico do Papagaio o mais famoso. São mais de 85 Cachoeiras das quais cerca de quarenta são visitadas constantemente e impressionam por sua beleza.

Casarão do Matutu. Fotografia de Marlon Arantes

Na cidade, entre casarões antigos e ruas de pedra, se destaca a Igreja Matriz de Nossa Senhora da Conceição, datada de 1726 e que conta com antigos altares de madeira. Vale a pena uma visita.
Águas de Aiuruoca. Fotografia de Marlon Arantes

A tranquilidade típica do sul de Minas impera em Aiuruoca. Mas não é só o clima bucólico que atrai visitantes, em especial, ecoturistas. As muitas e belas cachoeiras, poços, trilhas em meio a araucárias e mirantes são os cartões-postais da região.
Cachoeira das Fadas no Matutu em Aiuruoca. Fotografia de Bernardo Puhler

O Vale do Matutu é um povoado de Aiuruoca e conta com pousadas, restaurantes e é muito conhecido pela comunidade alternativa que se formou no local. Diversas pessoas de diferentes centros urbanos resolveram morar em meio a natureza num projeto voltado a vivenciar o natural, a vida sem stress, o artesanato, a comida saudável, a cultura hippie e o amor à natureza. O Matutu fica a 17 quilômetros do centro de Aiuruoca. O acesso é por estrada de terra e no caminho é possível ver uma infinidade de cachoeiras.
Cachoeira dos Garcias em Aiuruoca. Foto de Marcelo Legramandi

No povoado do Matutu, os destaques são as Cachoeiras das Fadas de fácil acesso e boa para banhos e a Cachoeira do Fundo, a maior de Aiuruoca, com 130 metros. Na chegada, há o famoso Casarão do Matutu, que reúne artesanato e artigos produzidos pelos moradores do vale. Destaque também para o aconchegante Templo Ecumênico que foi construído num local de muita beleza e tranquilidade.

Cachoeira dos Garcias em Aiuruoca. Fotografia de Marlon Arantes

A Reserva Particular do Patrimônio Natural é formada por 19 propriedades, ocupando uma área de 30 Km2 de pura vegetação típica da mata Atlântica. As belezas naturais dividem a atenção com os produtos encontrados na cooperativa – artesanatos, queijos, mel e muitas delícias integrais, como pães e biscoitos.

Biscoito de Bicarbonato. Fotografia de Marlon Arantes

Além disso, no campo místico, Aiurucoca é considerada uma das 7 Cidades Sagradas da Eubiose, que mantém um templo na cidade. Tem como tônica a Teurgia / Taumaturgia, a Medicina do Futuro conectada com os anjos e devas. O anjo regente é Cassiel.
Templo no Vale do Matutu.Fotografia de Marlon Arantes

Aiuruoca possui ligações com a também cidade sagrada de Sri Nagar na Índia que esparge suas vibrações para o mundo como o sétimo chacra. O chacra de referência no corpo humano é o coronal.
Amanhecendo em Airuoca MG por Paulo Santos 

Conhecer Aiuruoca é desfrutar das belezas naturais, do acolhimento do povo mineiro, das delícias da comidas típicas, da refrescância de suas cachoeiras, da beleza das suas paisagens e do misticismo das montanhas dos sul de Minas. Um lugar especial para quem quer tudo isto.
 
Quem vai a Aiuruoca, traz sempre um pedacinho dela em seu coração.

Fonte da matéria:http://conscienciacosmica.com.br/index.php/destino/aiuruoca-mg-a-terra-das-montanhas-magicas-da-mantiqueira/

Nenhum comentário:

Postar um comentário