Jabuticaba é o Ouro Negro de Sabará MG



A Fruta
Árvore típica do Brasil, a Jabuticabeira (Myrciaria Cauliflora) produz frutos roxos utilizados medicinalmente e na fabricação de extratos para corante de vinhos, vinagres dentre outros. A madeira, por ser muito resistente, também é muito utilizada para vigamentos, esteios e dormentes.
Sempre em dezembro, acontece o Festival da Jabuticaba em Sabará MG
A tradição do Festival de Sabará
O Festival da Jabuticaba de Sabará foi criado com o objetivo de resgatar não somente a tradição de Sabará como “Terra da Jabuticaba”. Resgata também as receitas de vinhos, licores, geleias e outros derivados que vieram passando de geração em geração, enriquecendo a mesa de tradicionais famílias e que não conhecidas do grande público.
Os produtores contam hoje com uma estrutura de barracas rústicas, instaladas na Praça de Esportes, facilitando a exposição e comercialização dos produtos. O evento conta com a comercialização da fruta in natura e de seus derivados (vinhos, licores, geleias, picolés, chup-chup, tortas, recheios diversos, bolos, sorvetes, caipijabuticaba, etc), não faltando barracas comercializando bebidas e salgados e pratos típicos.

A partir da realização do festival, surgiram novas receitas incluindo recheios, picolés, sorvetes, tortas, cocadas, balas delícia, bombons, passando estes produtos a ocupar até cestas de Natal. Uma variedade de produtos que com originalidade utilizam o sabor da fruta.
O aluguel de jabuticabeiras também é uma das características do festival. Acolhedores como todo bom mineiro, os moradores abrem as portas dos seus quintais, para que os visitantes possam ter o prazer de saborear a fruta no pé. Se você for a Sabará, certamente encontrará uma família disposta a lhe oferecer esse privilégio.
O festival é caracterizado também por shows variados, pratos típicos da terra como umbigo de banana, broto de samambaia, abobrinhas recheadas, canjiquinha com costelinha, rabadas e outros acepipes.

Além do Festival
Quem visita a cidade de Sabará tem a oportunidade de conhecer uma das mais importantes cidades históricas de Minas Gerais e do ciclo do ouro. Estando a menos de 30 km de Belo Horizonte a cidade tem um importante conjunto arquitetônico formado por igrejas como a de Nossa Senhora do Ó, do Rosário, do Carmo e de Nossa Senhora da Conceição, o Chafariz do Kaquende e a Casa da Ópera.

Nenhum comentário:

Postar um comentário