A florada do Ipê Roxo-rosado

 
Floresce abundantemente de Junho a Agosto, e prefere climas mais quentes. Porém num Inverno seco e ameno oferece também uma linda florada no começo da Primavera, quando fica totalmente desprovida de folhas.
Fotografia de L C Firmino
O ipê rosa tem crescimento bem rápido em regiões livres de geadas, em 2 anos atinge 3,5 metros de altura e pode atingir até 35 metros.
Fotografia de Mike Bueno
Esta espécie se confunde bastante com outras também de flor roxa, como a Tabebuia impetiginosa e a Tabebuia heptaphylla.
Fotografia de Demétrius Rodrigues
O Ipê rosa prefere solos férteis e bem drenados. É largamente empregada no paisagismo em geral por apresentar belíssimas inflorescências de cor rosa.
A sua madeira é preciosa, com uma história longa do uso humano. Sua madeira, dura ao corte, é usada para a construção externa (dormentes, cruzetas, postes, etc) e na produção de carvão.
Também usada como medicamento, é utilizada na medicina alternativa. O ipê contem potássio, cálcio, ferro, bário, estrôncio e iodo. Contem também um potente antibiótico.
É particularmente útil para a arborização de ruas e avenidas e ótima para reflorestamentos mistos destinados à recomposição de áreas degradadas de preservação permanente
As suas numerosas flores são recortadas e na forma de sino. A a polinização é realizada por abelhas e pássaros. Os frutos medem até 50 cm, são pretos, secos e a dispersão é realizada através do vento
Apesar de estar presente em quase todo o Brasil, a espécie corre perigo de extinção.

Nenhum comentário:

Postar um comentário