sexta-feira, 27 de maio de 2016

São Tomé das Letras: A mística Cidade das Pedras

São Thomé das Letras, Santuma ou STL(foto acima de Vânia Pereira) fica na região do Sul de Minas, a 350 km de Belo Horizonte. É a quarta cidade mais alta do Brasil. Muitos acreditam que São Thomé seja um dos sete pontos energéticos da Terra, o que atrai para lá místicos, sociedades espiritualistas, científicas, ufológicas e alternativas.
São aproximadamente quatro horas de viagem a partir de Itaúna.  (foto acima de Rafa Siqueira) Eu e quatro amigos fomos na ocasião do Réveillon de 2014. Alugamos uma casa no centro da cidade, (encontrada em grupos de STL no Facebook). Para quem deseja conhecer o município, uma coisa útil – muito útil – é adquirir um mapa da cidade em algum estabelecimento, porque as cachoeiras ficam na Zona Rural.
A cidade (foto acima de Jerez Costa) está localizada sobre uma montanha e no seu topo tem uma pirâmide com uma vista incrível, feita de pedras, que todos sobem para ver o nascer e pôr do Sol e as estrelas. No inicio desse topo, tem o Bar do Dois, que toca rock dia e noite e fica sempre cheio. Chegamos à noite, subimos na pirâmide e ficamos admirando as estrelas. O céu estava perfeito! Foi mágico, tinha umas pessoas tocando instrumentos diferentes, vimos muitas estrelas cadentes. Parecia que estávamos em outra Era.
Durante nossa estadia, visitamos diversos lugares. Um deles conhecido como Poço Verde. (foto acima da Pousada Arco-íris) Celebramos o Ano Novo neste local. Os fogos foram lindos. De lá, conseguíamos visualizar várias cidades. Uma energia muito boa. Depois fomos para um festival chamado Woodstone. Foi muito divertido, tinha muita gente bacana e muitas bandas boas, inclusive o cantor Ventania.
Também conhecemos o Vale das Borboletas. Trata-se de uma cachoeira linda (na foto acima de Renato Borim). Estava muito cheia e então seguimos por uma trilha na parte de cima da cachoeira que daria na Garganta, mas encontramos uma queda d’água linda no caminho, com um poço de águas cristalinas e ficamos por lá mesmo. Passamos na famosa Ladeira do Amendoim, que é uma estrada aparentemente inclinada, mas o carro sobe sozinho, ele se movimenta com o motor desligado. Muita gente acredita que é pelo magnetismo da região, e outros creem que a estrada é uma descida e tudo é apenas ilusão de ótica.
Cachoeira veu de noiva em São Tomé das Letras MG por Dih Seixas 
Durante a visita à cachoeira Véu da Noiva (na foto acima de Dih Seixas), passamos na cachoeira Paraíso e depois fomos até a cachoeira dos Antares, que é a mais alta de São Thomé. No final da tarde, passamos na gruta do Sobradinho, em cujo interior corre um riacho que transforma em uma cachoeira. É bem legal. 
Além de conhecer tantas belezas naturais, fazer umas comprinhas alternativas na cidade também é muito válido. (foto acima da Bat Caverna de Pepe Chaves) O comércio local é cheio de artigos artesanais, produtos e roupas com temas hippies, ciganos, indianos, peruanos e místicos. Pra quem curte, vale conferir!
Por fim, gostei muito da cidade. (foto acima de Rafa Siqueira) Lá realmente tem uma energia diferente. A maioria das pessoas que mora ou frequenta o município, têm uma concepção diferente do mundo e das coisas cotidianas. Geralmente são pessoas que amam muito a natureza, acreditam em seres de outros planetas e nos elementais, em misticismo e nos astros, e, assim como muitos hippies, buscam e geram paz e amor. Porém, como em todo lugar, São Thomé está perdendo sua essência, em função da superlotação de turistas que não necessariamente compartilham destes ideais. Uma revitalização e um programa de conscientização ambiental para turistas seriam muito bem-vindos.
Mas é indiscutível que São Thomé é um excelente lugar para entrar em contato com Deus, com a natureza e lapidar o autoconhecimento. 
Algumas curiosidades:
Diz a lenda que São Thomé faz parte das “sete cidades sagradas”. A caverna do Carimbado ligaria a cidade a Machu Picchu, no Peru, explicando a misteriosa fuga dos Incas. A lenda também diz nunca alguém conseguiu percorrê-la por completo. (foto acima de Eudes Silva)
Na cidade há muitos registros e relatos de aparições e mistérios envolvendo óvnis e discos voadores.
A terra da região de São Thome é muito boa para cogumelos. Por isso, por lá há uma bebida alcoólica feita de cogumelos, chamada Locomelo, cuja principal característica é o sabor doce e forte.
--------------------------------------------------------------------------------------------------
Fonte da matéria, exceto fotos::http://horizonteparalelo.net/2015/06/a-mistica-cidade-das-pedras/

3 comentários:
Faça também comentários
  1. CONHECI EM 2000 =ACHEI MUITO INTERESSANTE TUDO QUE VI==BICHO GRILO É O QUE NÃO FALTOU==MUITOS ME RELATARAM TER VISTO ETS=OUTROS NAVES MÃES E ATÉ NAVES PAIS==TUDO BEM ==PROBLEMAS DA ALTURA DA CIDADE==FORA ISTO TUDO MARAVILHOSO=VOU VOLTAR

    ResponderExcluir
  2. Me gustó mucho la descripción detallada del recorrido realizado con los comentarios y apreciaciones sobre las cualidades del ambiente y de las personas

    ResponderExcluir
  3. é só turismo . tirando que está lá pra atrair pessoas sobra o que tem em toda cidade ,miséria ,pobreza, corrupção, abandono, problemas na saúde educação, segurança, desemprego, injustiças,etc

    ResponderExcluir