quinta-feira, 5 de maio de 2016

Minas sangra e chora

Compartilhe:

É isso que as mineradoras fazem em Minas Gerais.
Retiram nosso minério, nossas riquezas, retiram a nossa natureza e agora estão retirando nossas preciosas vidas. Barragem do Fundão em Mariana. Barragem do Feijão em Brumadinho.... terão mais???

Deixam buracos e um vazio na terra e na vida de famílias que adoecem e morrem nas mãos das mineradoras. 


Até quando ficaremos calados, assistindo a agonia de nosso Estado, em nome da ganância, do desenvolvimento e da dor? 
Por Arnaldo Silva
----------------------------------------------------
A imagem que vemos acima era uma montanha e deixaram em pé o apenas o pico. É o Pico do Itabirito que está situado no município de Itabirito, Minas Gerais, e possui uma altitude de 1.586 metros. Originado de um monolito sem igual no mundo, que é formado por um único bloco de hematita compacta, com alto teor de ferro, constituindo-se numa reserva de aproximadamente 94 milhões de toneladas do minério. É um patrimônio histórico natural tombado pela Constituição do Estado de Minas Gerais, promulgada em 21 de setembro de 1989. Por isso está intacto e permanecerá, mesmo com toda destruição em redor. 
(a imagem acima é ilustrativa não tem autoria até o momento identificada. Assim que for identificado, os créditos da imagem serão inseridos)

18 comentários:
Faça também comentários
  1. Gente, infelizmente desde que mundo é mundo as coisas funcionam assim.acho uma tremenda hipocrisia falar que isso é feio,mais andarmos em carros,usamos eletroeletrônicos e por aí vai. Porque a degradação da natureza se transforma nos bens de consumo que muitos que se dizem indignados com essa degradação não abrem mão de ficar sem né.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Dá para extrair o minério e usar parte do lucro, que não é pouco, para recuperar as áreas degradadas e existem muitos exemplos pelo mundo afora!

      Excluir
    2. pois é, thiago, hora de repensar o consumo.

      Excluir
    3. Tenho um amigo que tem várias mineradoras. Quando desativa uma, a vegetação nativa é toda replantada e ainda planta árvores frutíferas pra atrair os animais de volta. Olha que as mineradoras dele são de pequeno porte e não faturam nem 1% do faturamento da Vale.

      Excluir
  2. Pelo menos vamos vender mais caro nosso minério.

    ResponderExcluir
  3. Minas Gerais é rico não apenas nos minério de ferro, mas em diamantes, emeraldas, alexadritas, turmalinas, águas marinhas, citrínos, amestista, cristal lodolita, cristal rutilado e por aí vai. Sem falar na quantidade de ouro, prata, niobio e outros metais nobres que são separados do minério de ferro. E essas minerados pagam uma merreca impostos apenas sobre o minério de ferro. É muito triste, é roubo descarado a nação.

    ResponderExcluir
  4. O fato e que grande parte dos recursos provenientes do minério não ficam em nosso estado muitas vezes também não ficam no Brasil! Esse desenvolvimento gera riquezas para outros países e deixa para trás grande devastação ambiental!

    ResponderExcluir
  5. Não adianta compensar a natureza com dinheiro.O dinheiro nao vai salvar a vida do planeta, nem a nossa. A terra já está passando faturas cada vez mais altas pela irresponsabilidade dos que acham que os recursos naturais só servem para gerar lucro.

    ResponderExcluir
  6. DESDE QUE CABRAL APORTOU AQUI MINAS GERAIS FOI EXPLORADA EM OURO E TODOS METAIS VALIOSOS QUE ESTÃO POR TODA PARTE EM NOSSAS TERRAS, O PIOR , É A MINHA GENTE SENDO EXPLORADA E DIZIMADA, SEM SE DAREM CONTA , QUE BASTA, CHEGA , NAO TRABALHEM MAIS NA EXPLORAÇÃO DO NOSSO ESTADO....NUNCA MELHORAM DE VIDA E NOSSAS RIQUEZAS V
    AO EMBORA...

    ResponderExcluir
  7. Minas chora e sangra, porque? Por que os mineiros não lutam por minas. NÃO ORE POR BRUMADINHO! EXIJA QUE ROMPIMENTO DE BARRAGENS SEJAM CLASSIFICADAS COMO CRIME AMBIENTAL HEDIONDO CONTRA A HUMANIDADE. Com prisão dos envolvidos dentro de 24 horas após a ocorrência do fato. Os fazedores de leis ( vereadores, deputados e senadores ) ficam em surdina , esperando o momento de aparecerem como bonzinhos, mas não agem em garantia do povo nem da nação. Mineiro já foi ridicularizado por "gigolô de vaca" ( desculpem a expressão chula ) agora seremos ridicularizados por ??? Grandes empresas internacionais aqui associam-se a pequenez nacional e exploram tudo que querem ( madeiras, minerais,) deixando aqui somente o rejeito ou o bagaço.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Por favor não se calem. Escrevam, gritem e cantem até que alguém vos oiça. Chega de cometerem crimes e sairem impunes.

      Excluir
  8. O sangue jorra em valas perdidas na indiferença ao ventre que protege e nutre/ O vermelho se perde e se funde no marrom que oprime e soterra o verde/ Nascem florestas sem vidas, sem alegria, sem risos de crianças e esperança/ Nascem os rebentos do soldo da fome de tantos/No sorriso largo da besta senhora da morte.

    ResponderExcluir
  9. Sem fiscalização,não podemos ter leis mais rígidas,não haverão punições necessárias para ter segurança nas margens dos Campos florestais de Minas das Gerais.

    ResponderExcluir
  10. O Pico de Itabirito não poderá ser engolido pela mineração nunca porque trata-se de um marco geográfico.

    ResponderExcluir
  11. Foi tombada, para não tombar!
    O resto, ao seu redor, tombou e sangrou, como sangram todas as minas gerais, daquela que inclina e sangra: a bela Minas Gerais.

    ResponderExcluir
  12. Com um pesadíssimo ônus para a natureza e em vidas humanas, o país exporta milhões de toneladas de minério de ferro à preço de banana, matéria prima que gera milhares de empregos nos países desenvolvidos, dos quais, em seguida, importamos à preço de ouro produtos industrializados.
    Ficamos com os buracos, gigantescas covas para enterrar, não apenas as vítimas da mineração, mas todo o futuro da nação.

    ResponderExcluir